Twitter            

.

.

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Capacitação e distribuição de recursos são as principais pautas dos candidatos à presidência da FEMURN

Resultado de imagem para candidatos femurn 2017
A Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (FEMURN) recebeu na última segunda feira (9), as candidaturas de Benes Leocádio, ex-prefeito de lajes; Dagoberto Bessa, prefeito de Severiano Melo; e Rivelino Câmara, prefeito de Patu, para concorrerem o cargo de presidente na instituição. Em entrevista ao portal Agora RN, os três candidatos adiantaram quais são as suas principais propostas, e destacaram: capacitação dos servidores e melhorias na distribuição de recursos ao municípios, como principais medidas a serem tomadas.
A FEMURN é uma instituição sem fins lucrativos, que existe desde 2001, e tem como principal objetivo representar os municípios do Estado prestando assessoria aos prefeitos, e procurando integrá-los nos seus objetivos comuns para servir às suas comunidades. Atualmente, 156 municípios são filiados.
Para Benes Leocádio, ex presidente da Femurn, a sua gestão teria como finalidade continuar um trabalho, já apresentado, de modernização e de participação dos municípios na entidade.“ Tivemos alguns avanços como a melhoria na distribuição do ICMS, com a implantação do Diário Oficial Eletrônico, apoio em algumas lutas municipalistas em nível nacional, e também a construção de uma sede própria. Agora é interessante voltar, para dinamizar uma Escola de Gestão para capacitar os servidores , algo que precisa ser aprimorado”, afirma.
O prefeito reeleito de Severiano Melo, Dagoberto Bessa, assumiu que planejava a candidatura desde a sua primeira gestão como prefeito. Ele destaca que a falta de qualificação em recursos humanos, em especial nos municípios do interior do Estado, têm sido um dos principais entraves das gestões, e que pretende investir na solução desse problema. “Temos que levar uma Escola de Gestão para os interiores promovendo simpósios e cursos de tributação, aos funcionários públicos ligados à administração. Seria um tripé : a questão das ações que a Femurn tem hoje, a questão do pacto federativo, e levar a Femurn aos municípios através da escolas para qualificar os funcionários”, promete.

Nenhum comentário: