.

.

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

ITEP começa a identificar alguns detentos assassinados durante a rebelião em Alcaçuz

wu65wi
O Instituto Técnico-Científico de Perícia (ITEP) começou a identificar os detentos assassinados durante a rebelião que teve início nesse sábado na penitenciária de Alcaçuz.
Dos 26 cadáveres que foram transferidos para a sede do Instituto, onde a maioria permanece em conservação dentro de um caminhão frigorífico.
São eles: Jefferson Pedroza Cardoso; Anderson Barbalho da Silva; George Santos de Lima e Diogo de Melo Ferreira.
O método de identificação utilizado pelos peritos foi através de comparação de digital através da papiloscopia.
Nesta terça-feira, mais quatro cadáveres deverão passar pelo mesmo procedimento no setor de necrotério do ITEP.

Nenhum comentário: