quarta-feira, 21 de agosto de 2019

Ao atacar a família da primeira-dama, petistas esquecem de esconder o pai de Lula


Por Fred Lima

Alcoólatra, agressor e pedófilo. É assim que Aristides Inácio da Silva, pai do ex-presidente Lula, era conhecido. Na tentativa desesperada de encontrar pelo em ovo na mesa de jantar da família Bolsonaro, a revista Veja, que agora anda de braços dados com o PT – quem diria? –, publicou a matéria “O drama de Michelle: avó traficante e mãe acusada de falsificação”, com o objetivo claro de desgastar a imagem do presidente Jair Bolsonaro (PSL) e de sua esposa.

Cada família tem a sua ovelha negra. O falecido Aristides é um exemplo. Em 2002, a revista Época fez uma matéria sobre o personagem apagado na biografia oficial do então candidato Lula.

Comentário do blog

É claro que a esquerdalhada junto com a petralhada deseja queimar o filme do Bolsonaro criando factóides que não tem nada a ver com o presidente. A Orcrim tenta tumultuar o processo governamental bilsinariano para com isso v tentar voltar ao poder e dar continuidade ao roubo e à CORRUPÇÃO.

Deus é  pai e isso nunca mais irá acontecer!

1 comentários:

Também é válido lembrar que a mesma revista Veja, publicou em suas páginas uma entrevista com o "sapo barbudo" na qual ele diz admirar Hitler, Mao Tse Tung ... e CABRITAS.