This is default featured slide 4 title

Easy to customize it, from your blogger dashboard, not needed to know the codes etc. Video tutorial is available, also a support forum which will help to install template correctly. By DeluxeTemplates.net

This is default featured slide 4 title

Easy to customize it, from your blogger dashboard, not needed to know the codes etc. Video tutorial is available, also a support forum which will help to install template correctly. By DeluxeTemplates.net

This is default featured slide 5 title

Easy to customize it, from your blogger dashboard, not needed to know the codes etc. Video tutorial is available, also a support forum which will help to install template correctly. By DeluxeTemplates.net

This is default featured slide 5 title

Easy to customize it, from your blogger dashboard, not needed to know the codes etc. Video tutorial is available, also a support forum which will help to install template correctly. By DeluxeTemplates.net

31 de outubro de 2014

Henrique Alves: “Descarto qualquer Ministério”

IMG_0058.JPG
Da revista Veja:
Como o senhor viu o apoio de Lula ao seu adversário Robinson Faria (PSD) na disputa ao governo do Rio Grande do Norte? Eu fui surpreendido. O Lula nunca tinha visto o Robinson na vida. Esqueceram de avisar que o Robinson que ele apoiou neste ano é o mesmo contra quem ele gravou em 2010. Se amanhã passar ao lado, acho que o Lula nem o reconhece mais. Enquanto eu era líder do PMDB, sempre que havia uma votação importante, o Lula me chamava para conversar e para negociar. Agora, ele grava uma entrevista em um formato de bate-papo elogiando o Robinson, dizendo que ele vai mudar o Rio Grande do Norte. Isso foi decisivo para a derrota, foram muitas inserções ao longo de vários dias.
O senhor chegou a procurar o PT pedindo que as gravações não se repetissem no segundo turno? Eu procurei o Michel Temer, que na hora telefonou para o Lula pedindo para que não gravasse mais. Tudo bem que a chapa do Robinson estava com o PT para o Senado, mas no plano nacional eu estava com a Dilma. Depois que pedi para pararem, foi quando usaram as propagandas desbragadamente. O Lula não deve ter feito nenhum gesto para pararem de usar. O Temer também procurou o Rui Falcão, mas não adiantou. Ficou uma coisa muito constrangedora. O Lula ia lá toda hora e classificava o outro candidato como a mudança. Mas sou eu que o conheço, eu que o ajudei, que fui o seu parceiro.
Então como fica a relação entre o PT e o senhor depois destas eleições? A Dilma teve outro comportamento. Eu disse que ela poderia ir lá no Estado que todos estaríamos ao lado dela. Mas também disse que ia entender se ela achasse melhor não ir, e ela realmente não foi. Não tenho nada a reclamar dela. Mas, com o Lula, eu vou fazer o quê? Tem de ter maturidade e experiência para virar essa página. Eu reconheço que a participação dele foi muito importante para o resultado eleitoral. Mas, com ressentimentos, ficamos menores. E eu não quero ficar menor com isso.
A derrubada do decreto de Dilma foi um troco ao PT? Essa afirmativa é desinformação ou má-fé. Essa matéria aguardava votação há três meses. Eu decidi pautá-la, fiz um pronunciamento defendendo que o decreto era inconstitucional, tentei diversas vezes que o Aloizio Mercadante o retirasse e apresentasse um projeto de lei com urgência. O que nós queríamos era tirar a vinculação dos conselhos à Presidência da República. Toda votação que se abria, a oposição começava a obstruir enquanto não pautasse o decreto. Na hora que deu para ser votado, a obstrução do PT não teve efeito. Se já era meu desejo que ele fosse votado e derrubado e a pressão estava grande, não teve como ser diferente. A Câmara ia ficar em um impasse sem votar nada? Mas isso não tem nada a ver com situação nenhuma. Eu já falei com a Dilma, dei parabéns pela eleição, e ela sequer tocou neste assunto. A presidente ainda disse que na próxima semana, quando voltar de viagem, gostaria de falar comigo porque ia precisar muito da minha ajuda.
O que o senhor acha que tem de mudar na relação entre Executivo e Legislativo no novo governo? A Dilma nunca foi parlamentar e nunca passou nesta Casa, como todos os outros presidentes passaram e sabem das tensões que temos aqui, da necessidade de dar respostas. Ela exerceu uma função gerencial e se tornou presidente da República. Eu acho que ela precisa conversar mais. Quando convencer, muito bem. Quando não, que seja convencida. Acho que ela vai partir para isso, para um modelo diferente do primeiro mandato. Até porque antes ela tinha um contexto eleitoral muito favorável, mas agora não, está dividido. E aqui, pelo radicalismo da campanha, é um prato cheio para o Aécio, porque as coisas vão se tornar ainda mais radicais. Mais do que nunca vai exigir a colaboração do PMDB e ela própria vai ter de conversar mais com o setor produtivo, com representantes empresariais, com o setor sindical e com parlamentares.
Este ano foi marcado por tensões entre a bancada do PMDB e o Planalto. O que o Michel Temer disse sobre o novo governo depois da reeleição? Nada. Mas agora a situação é outra. Fora da janela do Palácio do Planalto há um país dividido. E tem haver muito cuidado para que amanhã não haja uma crise. É preciso calçar a sandália da humildade. A Dilma, na reta final das eleições, quando precisou da ajuda do Nordeste, recorreu ao Lula. Até então quase não se via o Lula participar das eleições, ele estava mais focado na disputa de São Paulo. A Dilma tem de compartilhar mais, de participar mais. Não pode ser como vinha sendo, o PT escolhendo o que quisesse, principalmente os melhores ministérios, e deixando o resto para os outros. Não pode e não deve ser assim. A Dilma tem dois meses para provar que as coisas não vão ser assim.
Qual o caminho natural para a presidência da Câmara? Antes uma aliança entre o PT e o PMDB era importante porque juntava muitos votos e quase conseguia maioria. Era um rodízio que se impunha por serem as duas grandes bancadas da Casa. Agora mudou a configuração e essas duas legendas não fazem 140 votos. O fato de elas se entenderem não é nenhuma garantia de que farão o presidente da Casa. Deve-se buscar o candidato que reflete o sentimento da Casa, da independência, que procure angariar apoio tanto da base quanto da oposição. Há, hoje, um PMDB que não votou em Dilma. Nessa configuração confusa e muito dividida, acho que o discurso vencedor vai ser de quem falar pelo Parlamento. Eu acho inevitável que o PMDB procure a todos, oposição e governo, e caracterize o discurso de Parlamento.
Há hoje um nome alternativo ao Eduardo Cunha? Não. Ele é a indicação da bancada. O Eduardo tem credibilidade, é respeitado pelos parceiros, pelos adversários e cumpre acordos. É um nome muito forte.
O senhor está na Câmara há 44 anos. Está preparado para não viver mais essa rotina? Preparadíssimo. Eu passei a minha vida inteira morando em hotel sozinho, passava dois ou três dias com a família e viajava. Imagine o que é pegar um avião toda terça e quinta ao longo de todo esse tempo. Agora eu estou preocupado com a minha qualidade de vida. Eu tenho uma empresa de comunicação e vou ficar no comando do PMDB do meu Estado. Continuo na política. Mas quero ter mais qualidade de vida, fazendo o que eu gosto.
E a possibilidade de assumir algum ministério? Muitos querem que eu fique em Brasília. Há pressão nesse sentido pela experiência que eu tenho aqui. Eu poderia ficar fazendo um meio de campo entre o Michel Temer e o Eduardo Cunha. Mas a indicação que eu tenho agora é ter uma qualidade de vida melhor.
Então o senhor descarta tornar-se ministro? Descarto. Qualquer ministério. Ministério é pior, porque a gente tem de estar aqui de segunda a sexta. A política sacrifica muito a família. Eu tenho dois filhos que quase não vejo. A gente começa a ver que o tempo está passando e está perdendo algumas oportunidades. Então há coisas que vêm pelo bem. Eu tenho um jornal, uma TV e vou ter participação política, mas vivendo com mais estabilidade.
Quem poderia ser capaz de fazer esse meio campo e melhorar o diálogo com o Parlamento? O Jaques Wagner, ex-governador da Bahia, é uma boa pessoa. Ele é experiente, competente, malandro. Eu acho que ele vai para Relações Institucionais. A Dilma não pode mais correr riscos. O país está dividido.

RIACHUELO: SOBRE O CONSELHO TUTELAR E AS ELEIÇÕES DE 2015 (UMA PRÉVIA)



PRA QUEM ANDA POR AÍ, COMO SEMPRE, FALANDO DO QUE, DEFINITIVAMENTE, NÃO CONHECE, É BOM QUE SAIBA.
O CONSELHO TUTELAR NÃO FUNCIONA EM RIACHUELO POR DOIS MOTIVOS:

1) RECOMENDAÇÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO, ENVIADA À PREFEITURA, DE QUE O ÚLTIMO CONSELHO TUTELAR FORMADO ESTAVA COM MANDATO CUMPRIDO.
O MINISTÉRIO PÚBLICO, QUE NA REGIÃO DO POTENGI, ABRANGENDO 4 CIDADES, É MUITO BEM REPRESENTADO POR DR. CLÁUDIO ALEXANDRE, RECOMENDOU À PREFEITA DE RIACHUELO QUE, APÓS EXPIRADO O PRAZO DO MANDATO DOS ÚLTIMOS CONSELHEIROS, O MESMO DEVERIA SER FECHADO, SOB PENA DE QUE, SE A PREFEITURA DESOBEDECESSE, A GESTORA PÚBLICA IRIA RESPONDER POR IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA.
A PREFEITURA, ENTÃO, FECHOU O CONSELHO TUTELAR ACATANDO A RECOMENDAÇÃO DO MP.

2) OS ÚLTIMOS CONSELHEIROS, ENTÃO, IMPETRARAM MANDADO DE SEGURANÇA CONTRA A PREFEITA, E A LIMINAR, BEM COMO A DECISÃO DE MÉRITO (DECISÃO FINAL) FORAM AMBAS NEGADAS.
LOGO, PERMANECE FECHADO O CONSELHO TUTELAR POR DECISÃO DA JUSTIÇA E DO MINISTÉRIO PÚBLICO.

NESSE ÍNTERIM, ANTES DO FECHAMENTO PROVISÓRIO DO CONSELHO TUTELAR, AINDA TEVE INÍCIO OUTRO PROCESSO DE ESCOLHA, MAS CANDIDATOS QUE SE SENTIRAM LESADOS RECORRERAM À JUSTIÇA E CONSEGUIRAM SUSPENDER O CERTAME ATÉ HOJE (ENQUANTO NÃO FOR DADA DECISÃO DEFINITIVA).

HÁ PREVISÃO, POR DETERMINAÇÃO DE UMA LEI FEDERAL, PROMULGADA POR DILMA ROUSSEF, ATUAL PRESIDENTE E TAMBÉM DOS PRÓXIMOS 4 ANOS, QUE PREVÊ ELEIÇÕES GERAIS E UNIFICADAS, DOS CONSELHOS TUTELARES DE TODO O PAÍS, NUMA DATA ÚNICA, NUMA ELEIÇÃO QUE VAI SER MAIS UMA FESTA DA DEMOCRACIA.
ATÉ LÁ, EM RIACHUELO, CONTINUARÁ ATUANDO EM SUBSTITUIÇÃO AO CONSELHO TUTELAR A COMPETENTÍSSIMA SECRETARIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL.

ESTA BLOGUEIRA, JUNTAMENTE COM SEU ESPOSO, DR. ANTONIO CARLOS, CONVERSAMOS, PESSOALMENTE, COM DR. CLÁUDIO ALEXANDRE, NUM DIA DE SEMANA, E O PRÓPRIO PROMOTOR DE JUSTIÇA PEDIU QUE O BLOG DESSE ESTES ESCLARECIMENTOS AO POVO DE RIACHUELO.
DISSE AINDA QUE ESTÁ DISPOSTO A CONCEDER ENTREVISTA À WEB RÁDIO SÃO PAULO, PARA EXPOR ESTES ESCLARECIMENTOS À POPULAÇÃO DE RIACHUELO.

30 de outubro de 2014

ENIGMA: NÃO SEI...SÓ QUE FOI ASSIM!!!

EU ESCUTO, VEJO,  MAS... NÃO SEI DE NADA!

PSDB pede auditoria sobre o resultado da eleição presidencial

Quatro dias depois das eleições, o PSDB ingressou no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nesta quinta-feira com um pedido de auditoria sobre o resultado das eleições presidenciais. O partido, derrotado pela presidente Dilma Rousseff por uma diferença de três pontos, quer que a corte crie uma comissão especial formada por representantes indicados pelos partidos políticos para avaliar a fiscalização dos sistemas utilizados no pleito.
Na ação, o coordenador Jurídico Nacional do PSDB, o deputado federal Carlos Sampaio, ressaltou que, passadas as eleições, surgiram uma série de denúncias e desconfianças por parte da população. “Nas redes sociais, os cidadãos brasileiros vêm expressando, de forma clara e objetiva, a descrença quanto à confiabilidade da apuração dos votos e a infalibilidade da urna eletrônica, baseando-se em denúncias das mais variadas ordens, que se multiplicaram após o encerramento do processo de votação, colocando em dúvida desde o processo de votação até a totalização do resultado”, diz.
Tendo em vista “dissipar quaisquer dúvidas”, Sampaio pede uma auditoria nos sistemas de votação com base em diversos documentos, como as cópias de boletins de urnas de todas as sessões eleitorais do país e dos logs originais e completos das urnas, além de todas as ordens de serviços e registros técnicos sobre atualização e manutenção do sistema e acesso aos programas e todos os arquivos presentes nas urnas eletrônicas. O TSE ainda não se manifestou sobre o pedido.

Henrique quer processar Mainardi e Globonews por insultos a nordestinos

A onda de preconceito contra o Nordeste que se seguiu após a reeleição da presidente Dilma Rousseff levou o deputado federal Sílvio Costa (PSC) a pedir que a Câmara dos Deputados envie um ofício ao canal de televisão Globonews e ao jornalista Diogo Mainardi.
O pedido é para que seja feita uma retratação em relação às declarações feitas por Mainardi, que afirmou no programa Manhattan Connection que o Nordeste é “retrógrado”, “bovino”, uma “região atrasada, pouco educada, pouco instruída”. A declaração foi feita pouco depois da contagem dos votos que deram vitória a Dilma no último domingo (26).
“Revoltado com a reeleição da presidente Dilma, o jornalista ultrapassou todos os limites da ética, da liberdade de imprensa e da democracia quando fez uma agressão, sem precedentes, na história do jornalismo brasileiro ao povo nordestino. Ele disse textualmente ‘os nordestinos são bovinos’, uma agressão inqualificável”, disse Costa, que é pernambucano.
Segundo o parlamentar, o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN-na foto), afirmou que, caso não haja uma retratação, o jornalista e a emissora serão acionados judicialmente.

ENIGMA: SERÁ QUE A ONÇA VAI BEBER ÁGUA DESSA VEZ?

 O PROCESSO DAS ELEIÇÕES PASSARAM, MAS... FICARAM AS CONVERSAS, OS BOATOS , OS COMENTÁRIOS, O DISSE ME DISSE, NÃO VOU DAR NOME AOS BOIS POR UMA QUESTÃO DE ÉTICA PROFISSIONAL, MAS TEM CIDADE AQUI NO POTENGI, QUE O FUTURO POLÍTICO DE UM SUPOSTO CANDIDATO NÃO VAI LÁ ESSA COISAS, PODENDO NAUFRAGAR AINDA ESSE ANO, ESTAMOS  AVERIGUANDO OS FATOS, TUDO MINUCIOSAMENTE, E ENTRAREMOS EM DETALHES MUITO EM BREVE.
DESSA VEZ A ONÇA VAI BEBER ÁGUA , E BEM LONGE DAQUI!
AGUARDEM AS CENAS DO PRÓXIMO CAPÍTULO, A ONÇA NESSES DIAS ESTAVA COM MUITA SEDE, MAS TANTA SEDE QUE ACABOU NAUFRAGANDO EM BEIRA MAR.  

ENIGMA: SERÁ QUE REALMENTE ESTÁ NA HORA DA ONÇA BEBER ÁGUA? FICA O MISTÉRIO!

Henrique diz que votação de PEC que aumenta repasse ao FPM é inevitável

Presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, durante reunião de líderes partidários para definir a pauta de votação da Casa (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)
A ameaça de pautas controversas na Câmara dos Deputados, que acarretem mais gastos para o governo, motivou mais uma tentativa de retomada de diálogo entre o Executivo e o Legislativo. A tensão entre os dois Poderes já estava instalada mesmo antes dos resultados nas urnas que reelegeram a presidenta Dilma Rousseff e de reações parlamentares como a que derrubou, ontem (29), o projeto de criação da Política Nacional de Participação Popular, estratégico para o governo. Numa reunião no Palácio do Planalto, o ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante, optou pela cautela ao falar com o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN). “A preocupação que ele revelou foi com a questão do final do ano, com questões fiscais que preocupam muito”, explicou Alves. Segundo ele, no encontro, qualificado como “respeitoso”, Mercadante apenas pediu para que fosse informado sobre as pautas que a Casa votará. “Fiquei de remeter alguns pleitos que estão aqui, apenas isso”, completou.
Na pauta indicada por Henrique Alves, antes do fim do processo eleitoral, estavam propostas elencadas como prioritárias pelos líderes partidários, como a PEC 555/06 que acaba com a contribuição previdenciária de inativos, e a PEC 426/14 que aumenta os repasses da União ao Fundo de Participação dos Municípios (FPM). “Eu fiquei de relacionar do ponto de vista institucional. Não pode ser decisão solitária”, destacou Alves sobre a contribuição dos inativos. No caso do FPM, o presidente da Casa adiantou que a votação é inevitável. “A situação dos municípios hoje é dramática, insustentável. [Os municípios] receberam muitas demandas, muitas obrigações, contrapartidas, estão sem orçamento, sem autonomia. Certamente vamos votar na próxima semana”, disse.

RUY BARBOSA: NOVA CRECHE JÁ ESTÁ EM FUNCIONAMENTO!

A cidade de  Ruy Barbosa  inaugurou recentemente três obras de muita importância para a cidade: Uma das foi a  creche modelo, que  irá beneficiar mais de 500 (quinhentas) crianças, com amplos espaços, como cozinha, playground, excelentes salas de aula. Hoje as crianças ruybarbosense já estão estudando na unidade escolar que recebeu o nome Joseane Coutinho Dias.
O Blog  parabeniza mais uma vez a atuante prefeita da cidade Ruy Barbosa Nica Cavalcante, por se dedicar ao seu povo, e com certeza a educação desses pequeninos está garantida, 
Sobre a educação Infantil:
A educação infantil é o verdadeiro alicerce da aprendizagem,  aquela  que deixa a criança pronta para aprender.
Hoje, sabemos que a estimulação precoce das crianças contribui e muito para o seu aprendizado futuro. Desenvolve suas capacidades motoras, afetivas e de relacionamento social. O contato das crianças com os educadores transforma-se em relações de aprendizado.
Alguns cliques:


A própria presidente Dilma telefonou para Henrique

A própria presidente Dilma Rousseff (PT) telefonou nesta quarta-feira para o atual presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), principal articulador da derrota do governo.Derrotado na disputa pelo governo do Rio Grande do Norte nas eleições deste ano, o peemedebista atribui a derrota ao empenho do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em favor do adversário.
Henrique disse que a conversa foi cordial, negou que tenha sido sondado para um ministério, mas afirmou que ambos conversarão de novo na próxima semana e que, nessa ocasião, recomendará a ela que ouça mais o Legislativo.O aceno da presidente foi uma tentativa de conter a ameaça de aprovação de projetos que representam aumento de despesa para o governo. Uma dezena de projetos desse tipo poderão ir a votação na Câmara e no Senado nas próximas semanas.
Dilma_Henrique

Veja aponta Henrique é apontado como substituto de Garibaldi na Previdência

henrique e garibaldi juntinhos
Sem função parlamentar em 2015, depois da derrota nas eleições para governador do Rio Grande do Norte, Henrique Eduardo Alves vem sendo sondado pelo governo para assumir a pasta da Previdência, que é comandada pelo seu tio, Garibaldi Alves. A aliados, o atual presidente da Câmara disse que, por ora, não aceitará o cargo. Voltará para Natal para cuidar dos negócios da família e militar pelo partido.
Dar a Previdência a Henrique Alves é a estratégia do governo para acalmar os ânimos do peemedebista depois da derrota que sofreu em seu estado natal. Alves ficou irado depois que o ex-presidente Lula apareceu apoiando seu adversário Robinson Faria (PSD-RN).

O AGRADECIMENTO DA PREFEITA MARA

A prefeita Mara Cavalcanti agradece a Deus, primeiramente, e  a todos os riachuelenses que lhe ajudaram nessa campanha, bem sucedida, elegendo os melhores representantes na Assembleia Legislativa e na Câmara dos Deputados, bem como o extremado empenho e votação vitoriosa, a nível de município, nas eleições majoritárias.
Foram duas vitórias sensacionais, que mostraram que o povo é quem escolhe, o povo é quem governa e que o povo é sábio, sabendo perfeitamente escolher o melhor para Riachuelo.
Expressou que agora é que vai trabalhar mais ainda por Riachuelo, que vai mais ainda à Brasília em busca de recursos para a cidade, porque o povo merece sempre o melhor, merece tudo de bom que um cidadão possa merecer em seu município, como uma excelente qualidade de vida, segurança, pronto atendimento dos serviços essenciais básicos.
QUE VENHA 2016

Retrato político no Potengi depois das eleições: Por Silvério Alves!














Em Rui Barbosa, o grupo político liderado pela prefeita Nica e pelo seu esposo o ex-prefeito Dr. João, que está no comando da política local há quase 20 anos, deu uma significativa maioria de votos ao seu candidato Henrique Alves, no primeiro e no segundo turno.

O casal com certeza terá influência decisiva no pleito municipal vindouro.

Em Santa Maria, a prefeita Celina perdeu com Henrique nos dois turnos, mesmo conseguindo diminuir a vantagem de Robinson, no segundo. Naquela localidade a oposição saiu fortalecida da disputa.

Em Riachuelo, a prefeita Mara, rompeu com Júnior Bernardo (ou vice versa), dando uma pequena maioria de votos a Henrique Alves no primeiro turno. Vantagem que foi ampliada no segundo turno.

O tira teima  pra saber quem de fato  perdeu ou ganhou politicamente nesses municípios será realizado nas eleições municipais de 2016.

AGRADECIMENTOS DA PREFEITA NICA, DE RUY BARBOSA


Chegamos ao fim de mais uma campanha eleitoral e é dessa forma que queremos agradecer a Deus e a todos os Ruybarbosenses. que, mais uma vez, abriram as portas de suas casas para nos receber e foram estes mesmos que nos incentivaram a seguir em frente, de cabeça erguida em meio a tantas denúncias e mentiras infundadas feitas pela oposição.


Esta oposição, infelizmente, nunca foi capaz de fazer nada melhor para este município nem para seus eleitores.

Agradecemos a Deus pelo fortalecimento dos Ruybarbosenses, que abraçaram um dos maiores sentimentos que é o da gratidão.

Queremos renovar o nosso compromisso de continuarmos lutando incansavelmente com o objetivo de proporcionarmos melhores dias para todos e cada um de vocês.

Nossos sinceros agradecimentos, da família Nica e Dr.João!

29 de outubro de 2014

ENIGMA: O INESPERADO ACONTECE E NEM TUDO CONTINUA COMO DANTES NUM VELHO QUARTEL

UM DOS ASSUNTOS MAIS DISCUTIDOS E COMENTADOS, NA ALDEIA SUCUPIRA FOI A VITÓRIA DA RAINHA JEZABEL QUE NUMA CAJADA DUPLA VENCEU MAIS UM DUELO.
POIS É...
Filme Branca de Neve: Novas fotos!
QUEM DIZIA QUE O REINADO DA MAGNÂNIMA JEZA ESTARIA PRESTES ACABAR, ENGANOU-SE COMPLETANTE! POIS ELA ESTÁ MAIS FORTE QUE NUNCA! SEU REINADO ESTÁ MAIS FORTALECIDO. TODOS OS CONSELHEIROS DA CORTE FICARAM MARAVILHADOS COM A DOSAGEM DUPLA EM MAIS UMA VITÓRIA DA RAINHA SUCUPIRENSE.
DIAS DIFÍCEIS  ENFRENTOU NOSSA RAINHA, FOI DESAFIADA POR MAGOS, FEITICEIROS, HÁ ALGUNS MESES, MESMO DIANTE DE ALGUMAS TRAIRAGENS, IRAS,  COMPLÔS, INTRIGAS, INVEJA, ELA NÃO BAIXOU A CABEÇA E SEGUIU SEU REINADO.
A RAINHA FOI ACLAMADA POR TODOS SUCUPIRENSES, PLEBEUS, PLEBEIAS, CONSELHEIROS, MINISTROS, MAGOS.
EM SEU DISCURSO, EM FRENTE AO CASTELO, A RAINHA JEZA DISSE QUE ESTAVA MUITO FELIZ, QUE JAMAIS IRIA DECEPCIONAR SEU POVO! 
AGRADECEU AS DUAS VEZES EM QUE SAIU VITORIOSA DE UMA DAS MAIS DIFÍCEIS  BATALHAS QUE JÁ ENFRENTARA. CONCLAMOU A TODOS DO PALÁCIO PARA ARREGAÇAR AS MANGAS E FAZER DE SUCUPIRA O LUGAR MAIS DIGNO DE SE  VIVER.
PORÉM, NÃO TÃO DISTANTE DE SUCUPIRA, NUMA ALDEIA BEM PRÓXIMA, O CURURU REI ENCONTRA-SE ACUADO, SEM ENTENDER, O PORQUÊ DE TUDO! NUMA BATALHA ONDE TINHA AO SEU LADO O BOBO DA CORTE, O PEBA, O MESTRE DOS MAGOS,  O LAGARTO,  O CIPÓ DE AROEIRA. LAGARTIXAS QUE, DE REPENTE, FIZERAM-SE LIDERANÇAS, E MESMO COM TODO ESSE CONCLAVE, NÃO CONSEGUIU VENCER A BATALHA QUE FOI DIVIDIDA EM DUAS PARTES.
A RAINHA SAIU MAIS UMA VEZ, EM VERDADE DUAS VEZES, MAIS FORTALECIDA  DO QUE NUNCA.
SEMPRE AO SEU O LADO, O PRÍNCIPE  ÉDIPO, E SUA LEAL  COMPANHEIRA MARI-MÁ.
E O QUARTEL DE ABRANTES COMO FICARA????
EIS A PERGUNTA!!!!
TUDO CONTINUARÁ COMO ANTES???
BEM, DEPOIS DESSAS IMPENSÁVEIS E ATÉ ENTÃO INIMAGINÁVEIS DERROTAS, PARECE QUE AS COISAS MUDARAM.
COMO JUNTAR OS CACOS? COMO CATAR OS FRAGMENTOS? DIZEM QUE UM CERTO LAGARTO DO QUARTEL, AQUELE QUE COSTUMAVA ANDAR SORRINDO À TOA, NÃO MOSTRA MAIS SEUS DENTES BRANCOS TOTAIS RADIANTES! O SORRISO DO LAGARTO AGORA É TRISTE.
DIZEM TAMBÉM QUE O CURURU E SUA TURMA, NA VERDADE SOMENTE SUA TURMA SAIU PARA COMEMORAR A VITÓRIA DE UM BOI TUNGÃO DE VERMELHO, CHEFE DE 167 PROVÍNCIAS A PARTIR DO ANO QUE VEM
.CONSELHEIROS DE JEZA ALFINETARAM: É VITÓRIA DE PIRRO!, UMA EXPRESSÃO QUE SIGNIFICA VITÓRIA COM DERROTA, SE É QUE VOCÊS ME ENTENDEM. 
UM DOS CONSELHEIROS DA RAINHA JEZA CHEGOU A POSTAR NAS REDES SOCIAIS (SIM, EM SUCUPIRA TEM INTERNET TAMBÉM, E TEM REDES SOCIAIS!): O BOI TUNGÃO NÃO CONVIDARÁ NINGUÉM DA PROVÍNCIA, DE OPOSIÇÃO À JEZA, PARA ASSUMIR ALGUM CARGO!
E O CONSELHEIRO DISPAROU COM UMA ENOOOOORME GARGALHADA: KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
ELE QUASE MORRE DE TANTO RIR.

DEPOIS DE NAUFRAGAR  POR DUAS VEZES , O QUARTEL SE ENCONTRA COM UM GRANDE DILEMA. AGUARDEMOS AS CENAS DO PROXIMO CAPITULO.

Presidente da Câmara dos Deputados recebe deputado eleito Rafael Motta

Brasília (DF) - O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, recebeu em seu gabinete, em Brasília, na tarde desta quarta-feira (29), o novo deputado federal pelo Rio Grande do Norte, Rafael Motta (Pros). O deputado eleito, que é vereador de Natal e presidente do Pros-RN, está em Brasília tratando de assuntos de seu partido e aproveitou para fazer uma visita de cortesia ao presidente da Câmara 

Robinson Faria ganhou em oito dos dez maiores municípios do RN

Dos 10 maiores colégios eleitorais do Rio Grande do Norte, o governador eleito Robinson Faria (PSD), alcançou maioria de votos em oito. É isso o que mostra os números da apuração no estado divulgados pelo Tribunal Superio Eleitoral (TSE).

Em todo o RN, a diferença atingiu um total de 142.467 votos e 8,8 pontos percentuais entre os dois candidatos. Metade desta diferença, cerca de 73 mil votos, se concentraram apenas em Natal e Mossoró, as duas maiores cidades do estado. Na capital, Robinson atingiu 175.433 enquanto Henrique Alves (PMDB) obteve 161.808, o que em termos percentuais representa 52,02% e 47,98%.

O candidato Henrique Alves somou 320.190 votos válidos nos dez maiores municípios e Robinson totalizou 414.051, resultando em uma diferença é de 93.861. O candidato pmdebista ganhou em apenas dois, São Gonçalo do Amarante e Currais Novos, os quarto e nono, respectivamente, municípios mais populosos do RN.

-MUNICÍPIOHENRIQUEROBINSON
--Voto%Voto%
1Natal161.808                       47,98175.43352,02
2Mossoró31.484                       28,3479.61971,66
3Parnamirim32.120                       42,2443.91857,76
4São Gonçalo A22.007                       51,4620.75748,54
5Macaiba15.593                       46,7117.79053,29
6Ceará Mirim15.167                       44,0119.29455,99
7Caicó14.846                       48,7015.64051,3
8Assu10.259                       34,0419.87565,96
9Currais Novos9.784                       51,799.10948,21
10S. José Mipibu7.122                       36,0812.61663,92

Lula vai se candidatar para a Presidência em 2018

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva teria afirmado a alguns amigos e conselheiros que pretende disputar as eleições presidenciais de 2018, informou o jornal Folha de São Paulo nesta quarta-feira (29). Segundo fontes ouvidas pela publicação, vários aliados ouviram a informação do ex-presidente e, internamente, o Partido dos Trabalhadores (PT) já trata a candidatura de maneira oficial. Porém, oficialmente, Lula afirma que "minha única expectativa daqui a quatro anos é estar vivo". 

Em 2011, após deixar a presidência para o primeiro mandato de Dilma, ele fez tratamento e se curou de um câncer na garganta. Além disso, Lula terá 73 anos em 2018 e os aliados dizem que uma "série de variáveis" podem fazer com que ele mude de ideia.
Mas, o que é certo, é que Lula e o PT farão mais interferências no novo mandato de Dilma. No primeiro, eles foram pouco ouvidos pela presidente e agora, ela já sabe que pode ouvir críticas públicas caso volte a centralizar todas as ações. Por exemplo, segundo a Folha, Dilma ignorou os conselhos para trocar o ministro da Fazenda, Guido Mantega, como forma de dar mais confiança ao mercado, e também a troca do secretário do Tesouro, Arno Augustin. Publicamente, Dilma disse que apoia a volta de Lula assim que seu mandato terminar.

Babá confirma que é a grande liderança de São Tomé

baba-forte
Na cidade de São Tomé, o ex-prefeito Babá Pereira mostrou que é a grande liderança do município.
Babá rompeu com seu partido, o PSB, anunciou apoio a Robinson Faria e Fátima Bezerra. No primeiro turno, todos os seus candidatos ganharam, com folgas contra os candidatos do atual prefeito Gutemberg Pereira, desde o deputado estadual a governdor.
Neste segundo turno, Babá ampliou a vitória de Robinson Faria, que teve maioria de mais de 800 votos. 
Boa prévia para Babá, que vem forte para as eleições de 2016.

Fátima diz que mandato no Senado será “aliado incansável do RN"

A senadora eleita Fátima Bezerra, do PT do Rio Grande do Norte, destacou neste domingo (26) que as vitórias de Dilma Rousseff, na presidência, e de Robinson Faria, no Governo, representaram o sentimento dos brasileiros de avançar ainda mais no país e, no caso dos potiguares, de promover o Estado para o trilho do desenvolvimento nacional. Ela destacou que Robinson terá seu mandato no Senado como um "aliado incansável" em favor do RN.
Fátima acompanhou o governador eleito na coletiva após o resultado da apuração das urnas, na noite de domingo. Ambos seguiram em carreata pela zona sul da capital, percurso finalizado no Ponto 7 em Ponta Negra, onde uma multidão os aguardava. A senadora afirmou que os norte-rio-grandenses podem esperar a continuidade do trabalho que permeou os 12 anos de deputada federal. "Me dedicarei ao meu estado com a mesma seriedade e comprometimento", frisou.
Fátima observou também que no Senado será uma parceira da presidenta Dilma Rousseff em favor da continuidade dos avanços na área social, de melhorias em saúde, segurança, desenvolvimento regional, entre outros. E disse também que se dedicará aos debates das reformas política e tributária, esta última um passo importante para o realinhamento do pacto federativo.

Henrique Alves descarta ministério: “Vou experimentar ser político e empresário”

Henrique-Alves--JA-(45)
Após 44 anos na Câmara Federal (sendo os dois últimos como presidente da Casa Legislativa), Henrique Eduardo Alves, do PMDB, negou que deverá assumir algum ministério no segundo mandato de Dilma Rousseff, do PT, na Presidência da República. Segundo o ainda deputado federal (fica na condição até fevereiro), a intenção é cuidar das empresas da família e tentar circular mais pelo Rio Grande do Norte, Estado que ele ficou longe, justamente, devido ao trabalho em Brasília.
“Vou experimentar um pouco ser político e empresário. Vou fazer um pouco dos dois”, afirmou Henrique Alves em entrevista ao portal de notícias UOL. A possibilidade do presidente da Câmara Federal assumir um ministério no Governo Federal vem sendo levantada desde o domingo, quando ele foi derrotado por Robinson Faria (PSD) na disputa pelo Governo do Estado.
Contudo, essa hipótese ganhou mais força quando o ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves Filho (PMDB), anunciou que deixaria o cargo no próximo ano. Primo de Henrique, a saída de Garibaldi abriria espaço para uma nomeação do ex-candidato ao Governo, que ainda é bem visto e exerce forte liderança entre os peemedebistas, partido que divide com o PT a gestão federal.
Porém, é bem verdade que a relação entre Dilma e Henrique nunca foi das melhores. Em 2013, o peemedebista chegou a ser apontado pelos jornais nacionais como um dos motivadores de um rompimento entre as duas siglas e foi visto como um dos “símbolos” do fisiologismo na Câmara Federal, com a troca de cargos pela aprovação de matérias de interesse do Governo Federal. A crise, no entanto, foi amenizada pelo próprio Henrique, que foi um dos defensores da manutenção da aliança entre PT e PMDB na esfera federal, mesmo que ela não se repetisse no Rio Grande do Norte – o PT ficou com o PSD e o PMDB, com PSB e PSDB.
E o fato de lideranças nacionais petistas, como o ex-presidente Lula, ter pedido voto para o adversário de Henrique no Rio Grande do Norte, acabou sendo um ponto que causou real insatisfação do peemedebista. Segundo o UOL, inclusive, Henrique disse ter ficado “surpreso” e “incomodado” com a gravação de Lula no programa eleitoral de Robinson Faria. “Fui grande parceiro do presidente Lula, muito importante para o seu governo. Na época em que ele era presidente, meu partido tinha a maior bancada, eu era o líder. Conversamos muita coisa para ajudar”, afirmou o ex-candidato ao UOL.
A situação, pelo menos, estaria superada, segundo palavras do próprio Henrique. Contudo, não há interesse dele em assumir qualquer ministério no momento. “O deputado afirmou que agora irá se dedicar a dois assuntos: a gestão de suas empresas de comunicação no Estado (Tribuna do Norte, Rádio Globo e a InterTV Cabugi) e a união nacional e local do PMDB. Afirmou ainda que pretende circular mais pelo RN para evitar ser criticado pela ausência no Estado, o que ocorreu durante a campanha”, narrou o texto do UOL.

Quatro nomes na disputa pela Presidência da Assembleia Legislativa

Três nomes já estão na disputa pela Presidência da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte.
Ricardo Motta (PROS) – Atual presidente da Casa Legislativa. Possui uma relação harmoniosa e respeitosa com seus pares, com integrantes da classe política, representantes dos demais poderes e sociedade civil organizada. Foi eleito o deputado estadual mais votado do Rio Grande do Norte com mais de 80 mil votos e tem o filho Rafael Motta eleito deputado federal, o segundo mais votado do Estado, com exatos 176.239 votos.
Gustavo Carvalho (PROS) – É o nome do Governador Eleito Robinson Faria.
José Adécio (DEM) – Já presidiu o Palácio José Augusto. Apoiou silenciosamente o Governador Eleito Robinson Faria (PSD) no segundo turno e tem revelado a pessoas próximas que vai tentar viabilizar seu projeto até mesmo junto ao futuro Governo. Encontra o empecilho de o seu partido ter apenas duas cadeiras – a do próprio – e do deputado Getúlio Rêgo, que possui uma excelente relação com o atual presidente Ricardo Motta.
Álvaro Dias (PMDB) – Presidiu o Parlamento Estadual no Governo de Garibaldi Filho e foi o responsável direto pela eleição de Robinson Faria, hoje Governador Eleito, quando elegeu-se Presidente da Assembleia no Governo Wilma.

28 de outubro de 2014

VEJA OS NÚMEROS DA VOTAÇÃO SEGUNDO TURNO EM RIACHUELO!

A votação no município de Riachuelo deu-se da seguinte forma:
Município: 18155 - RIACHUELO

Cargo: Presidente

13 - DILMA VANA  ROUSSEFF 3.876 
45 - AÉCIO NEVES DA CUNHA 960 
Abstenção: 906
Votos em branco: 59
Votos nulos: 278

Cargo: Governador

15 - HENRIQUE EDUARDO LYRA ALVES 2.502 
55 - ROBINSON MESQUITA DE FARIA 2.345 
Abstenção: 906
Votos em branco: 50
Votos nulos: 278

Robinson: “Lutarei para ser o melhor governador da história do RN”

Ser o melhor governador da história do Rio Grande do Norte. Esse é o objetivo do governador eleito Robinson Faria, do PSD. Neste domingo, o atual vice-governador derrotou o presidente da Câmara Federal, Henrique Eduardo Alves, e conseguiu a vitória em segundo turno. E, no primeiro comunicado como chefe do Executivo eleito, Robinson agradeceu a família, aos apoiadores e prometeu fazer uma gestão técnica e eficiente.
 
“Fui eleito para governar para todos os potiguares e por isso reafirmo o meu compromisso em fazer um governo técnico, focado na eficiência da máquina pública e no desenvolvimento social e econômico do Rio Grande do Norte. Mais de quatrocentas mil pessoas ainda vivem abaixo da linha da pobreza. Por isso, como disse em toda a campanha, vou trabalhar para os últimos por mais justiça social, por um Estado mais solidário”, prometeu Robinson Faria.
 
De certa forma, o futuro governador repetiu os discursos feitos na reta final da campanha eleitoral. No último programa eleitoral, inclusive, Robinson falou exatamente isso, ao lado do ex-presidente Lula, um dos principais apoiadores da campanha dele. “Inspirado no senhor (Lula), vou governar para os últimos”, disse ele.
 
Agora, além do perfil social que pretende dar ao Governo, Robinson Faria ainda também afirmou que pretende fazer uma gestão técnica, eficiente, sem a ocupação política de cargos do primeiro escalão.
 
“Não vou governar pensando na próxima eleição; eu vou governar pensando nas próximas gerações. E como disse o Presidente Lula, agora é hora de reconstruir a história política do Rio Grande do Norte. Me alimentei de fé, coragem e resistência! Lutarei para ser o melhor governador da história do RN”, acrescentou o futuro governador.

Vitória de Dilma nas regiões Norte e Nordeste retoma comentários ofensivos nas redes sociais



Assim que o resultado das eleições presidenciais foi divulgado, às 20h do domingo (26), os comentários sobre a participação dos votos do Nordeste na vitória da candidata do PT, Dilma Rousseff, começaram a surgir nas redes sociais. Segundo o diretor-presidente da organização não governamental (ONG) SaferNet Brasil, Thiago Tavares, as páginas na internet e nas redes sociais que têm violações aos direitos humanos serão investigadas e seus autores poderão ser punidos. Tavares explica que, assim como quem cria, quem compartilha um conteúdo de ódio e preconceito também pode ser responsabilizado criminalmente.
Tavares, que é professor de direito da informática da Universidade Católica de Salvador, disse hoje (25) que, desde ontem, a ONG recebeu 421 denúncias referentes a 305 novas páginas nas redes sociais, especialmente no Twitter e no Facebook, com o objetivo de promover o ódio e a discriminação contra a população de origem nordestina. “Lamentavelmente, tudo indica que hoje essas manifestações devem continuar crescendo e ao longo desta semana também”, disse o professor.

Começam a surgir os primeiros nomes do futuro Governo Robinson Faria

Vários nomes começaram a surgir para o futuro Governo Robinson Faria, que se inicia em 1º de janeiro próximo.
 
Casa Civil: advogada Tatiana Mendes Cunha
Assistência Social: Juliane Faria, esposa de Robinson
Educação: Os petistas Francisco das Chagas Fernandes e Getúlio Marques.
Agricultura: deputado federal eleito Betinho Rosado Segundo, que é agrônomo
Cultura: Isaura Amélia Rosado, irmã de Betinho Rosado
Planejamento: Virgínia Ferreira, nome ligado ao PT
Recursos Hídricos ou Idema: Marcelo Toscano
Saúde: deputado estadual eleito Galeno Torquato, que é médico
Caern: Walter Gazi, paulista que sempre foi indicado por Robinson nos Governos: Wilma e início de Rosalba
DER: Jader Torres
Comunicação: Geórgia Nery ou Juliska Azevedo
Cerimonial do Governo: jornalista Luís Henrique
Procon ou Ipem: advogado Ney Lopes Júnior, ex-vereador
Ceasa e a Datanorte: João Bastos

HENRIQUE MINISTRO DE DILMA?

,Engana-se quem pensa que, derrotado nas urnas no domingo, o deputado Henrique Alves (PMDB) está acabrunhado em casa.
Nesta segunda-feira da ressaca eleitoral, Henrique recebeu aliados e lideranças do interior.
Nas conversas que tomaram conta do dia, a política reinou.
Com direito a pensar num futuro onde o deputado federal eleito Walter Alves aparece como candidato a governador, e onde o próprio Henrique aparece como ministro indicado pelo PMDB.
Garibaldi Filho voltaria para o Senado, onde tem 4 anos de mandato pela frente, e Henrique iria compor o governo Dilma.
O caso Petrobras é um caso à parte.
Atinge, pelo que se divulgou até agora, tanto um grupo de 40 parlamentares como o ex-presidente Lula e a presidente reeleita, Dilma Rousseff.
Assunto do dia.

Por: Thaisa Galvão

Grupo da deputada Gesane Marinho não consegue manter maioria de Henrique e Robinson vira em Canguaretama

Rompida com o então candidato a governador Robinson Faria, a deputada Gesane Marinho, do PSD de Robinson, se integrou à campanha do deputado Henrique Alves (PMDB).
Em Canguaretama, terra de Gesane, e administrada pela mãe, Fátima Marinho, além de liderada pelo pai e ex-prefeito Jurandir Marinho, Henrique ganhou a eleição no primeiro turno com maioria de 2.759 votos.
Porém…no segundo turno Robinson virou e obteve maioria de 1.607.
Ruim para o grupo de Gesane…

26 de outubro de 2014

SUCESSO NA GESTÃO E NAS URNAS!


O BLOG PARABENIZA AS GESTORAS MARA CAVALCANTI  (RIACHUELO), NICA CAVALCANTI (RUY BARBOSA) E SUELY FONSECA (JARDIM DE ANGICOS), TODAS  SAÍRAM VENCEDORAS EM SUAS CIDADES NESTE PLEITO. EXEMPLOS DE TRABALHO, HONESTIDADE E COMPROMISSO CUMPRIDO, COM SUAS ESCOLHAS E COM SEU POVO.
PARABÉNS, GESTORAS! MULHERES FORTES, GUERREIRAS E, COM CERTEZA, TRABALHANDO PELO DESENVOLVIMENTO DE SEUS MUNICÍPIOS.
TODAS SÃO MERECEDORAS DE NOSSA ADMIRAÇÃO!

"O bom político é aquele que: ouve as pessoas, a opinião de especialistas, dialoga com outros políticos, procura composições, não julga ser o dono da verdade, mas de uma parte dela. O homem é um ser aberto para o outro.
O bom político é aquele que acredita em sonhos: sempre tem um sonho a realizar, acredita nos sonhos das pessoas, luta para transformar os sonhos em realidade."  

RUI BARBOSA: PREFEITA NICA E SUAS INÚMERAS VITÓRIAS!



O Blog também parabeniza a prefeita de Ruy Barbosa, Maria Aparecida Cavalcanti, mais conhecida por Nica, pela expressiva votação obtida pelo candidato que a mesma apoiou, Henrique Eduardo Alves, que obteve na cidade um total de 1.619 votos, correspondente a 63,59 %, contra 927 (36,41%)  do candidato Robson Faria. MAIORIA de 692 votos.
Mais uma vencedora, que teve vitória mais folgada em razão de ser a sucessora do grupo político, que não se rompeu, e que está à frente da política há cerca de 20 anos.
Mesmo assim, os méritos da expressiva vitória são em sua maior parte à competententíssima prefeita, auxiliada por uma equipe formada de estrelas de primeira grandeza.
Parabéns, prefeita Nica, uma mulher que não tem motivos para baixar a cabeça, que, assim como Mara, de Riachuelo, tem o que comemorar.

Riachuelo comemorou a VITÓRIA da prefeita Mara


E mais uma vez a jovem guerreira Mara Cavalcanti mostrou sua força. Diferente do ocorreu em quase todos os municípios, ... em Riachuelo Henrique Alves foi MAIORIA DE VOTOS, total de 2.502 votos contra 2.345 votos para Robinson Faria, candidato apoiado por Júnior Bernardo, o vice-prefeito Caetano e seus vereadores oposicionistas. Ela teve MAIORIA, desta vez, de 157 votos.
É de admirar que uma pessoa tão jovem, consiga uma vitória expressiva encima de um grupo adversário que somente trabalhou nos últimos 12 meses, 24 horas por dia, pensando em derrotá-la nas urnas. O tiro saiu pela culatra, e Mara provou que sabe muito bem gerir, articular uma eleição vitoriosa. 
Surpreendentemente, dessa vez, o apoio de seus eleitores fiéis e também os inúmeros bacuraus foi muito importante, muitos dos quais esqueceram rivalidades históricas, posturas ideológicas, e se engajaram na luta, juntamente com a prefeita do povo, para mostrar que o povo é quem manda no município, literalmente.
Para uma eleição em que o governador eleito,  Robinson Faria, ampliou sua votação com quase 150 mil votos de maioria, a prefeita Mara conseguiu ampliar sua votação no município, mesmo numa campanha em que se sabe que muitos prefeitos que apoiavam Henrique passaram para o lado de Robinson, ela não recuou e manteve o propósito de conquistar, mais uma vez, uma maioria para o seu candidato. Isto se chama coragem e coerência, mesmo sabendo dos riscos que iria correr. Então, mesmo no cenário estadual, com a derrota do candidato Henrique, Riachuelo comemorou a VITÓRIA da prefeita Mara Lourdes Cavalcanti. Parabéns, prefeita!




DILMA REELEITA PRESIDENTA DO BRASIL!


A presidente Dilma Rousseff (PT) foi reeleita, neste domingo, para mais quatro anos de mandato. A petista venceu uma das disputas mais acirradas dos últimos anos contra o senador Aécio Neves (PSDB). Conforme dados da apuração do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a petista ficou com 51,18% dos votos válidos, contra 48,82% do tucano. Ao todo, Dilma alcançou mais de 52 milhões de votos e venceu em praticamente todas as regiões do país. 
Dilma Rousseff venceu no primeiro turno com 43,2 milhões de votos (41,6%) contra 34,9 milhões de Aécio (33,5) e 22,2 milhões de Marina (21,3%). Logo que a campanha do segundo turno foi iniciada, Dilma aparecia atrás de Aécio nas pesquisas de intenção de voto do Ibope e Datafolha. No início da semana passada, a petista reverteu o quadro e passou a figurar na frente do tucano. 
Dilma Rousseff nasceu em 14 de dezembro de 1947, em Belo Horizonte, Minas Gerais. Ela é formada em Ciências Econômicas, com mestrado e doutorado. Durante a juventude lutou contra a ditadura militar no Brasil. Se envolveu com o Comando de Libertação Nacional e a Vanguarda Armada Revolucionária Palmares e chegou a ficar detida entre os anos de 1970e 1972. Exerceu os cargos de Secretária Municipal da Fazenda de Porto Alegre, Secretária Estadual de Energia, Minas e Comunicações. No governo do ex-presidente Lula foi ministra de Minas e Energia e ministra-Chefe da Casa Civil da Presidência da República. Foi eleita presidente da República em 2010.

Pezão é reeleito, e PMDB emplaca terceiro mandato à frente do governo do RJ

O governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão (PMDB), 59, foi reeleito para mais um mandato à frente do Executivo fluminense. Este será o terceiro mandato seguido de um político do PMDB no governo do Estado.
Ele derrotou o senador Marcelo Crivella (PRB), que havia superado o ex-governador e deputado federal Anthony Garotinho (PR) no primeiro turno compouco mais de 42 mil votos.
O ex-prefeito de Piraí, cidade no sul do Estado, vai governar uma população estimada em 16,4 milhões de pessoas distribuídas entre 92 municípios, segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).
Desde o início da campanha, o governador eleito apresentou trajetória ascendente nas pesquisas. Pezão saiu do terceiro lugar, com 15% das intenções de votos, no primeiro levantamento do Ibope em 30 de julho, e chegou ao segundo turno com 40,57% dos votos e uma vantagem de aproximadamente 1,6 milhão sobre o segundo colocado.