segunda-feira, 16 de setembro de 2019

Para desespero dos petistas "Estou com Bolsonaro" explode no Twitter e se torna um dos assuntos mais comentados




Aconteceu o que os petistas mais temiam!

O Brasil se levanta em apoio ao presidente Jair Bolsonaro e a hashtag "Estou com Bolsonaro" se torna um dos assuntos mais comentados do dia no Twitter.


Para desespero da mídia esquerdista, Bolsonaro continua com a popularidade lá em cima e acertando em seu governo!

Avante Brasil, estou com Bolsonaro e quero votar nele de volta em 2022!

PT nunca mais!!!




Governadora petista chora nos braços de Mourão


Entre projetos e conversas amenas, a governadora Fátima Bezerra, à dada altura da passagem pela Escola de Governo do presidente interino, Hamilton Mourão, se emocionou e chorou.
O momento ocorreu quando ela narrava em que condições assumiu o governo, explicando as dificuldades que vêm tendo para pagar as folhas de salários atrasadas.
Sem clima de antagonismos, os dois saíram juntos no mesmo carro da Escola de Governo.

Blog da Dinda

Cartas mostram plano do PCC para matar promotor de Justiça

Promotor passou a ser ameaçado de morte após autorizar a transferência de líderes da maior facção de São Paulo para presídios de segurança máxima.


Cartas mostram plano do PCC para matar promotor de Justiça
Lincoln Gakiya, promotor de Justiça do Gaeco, foi o autor do pedido que transferiu 22 líderes da maior facção criminosa de São Paulo, o Primeiro Comando da Capital (PCC), para presídios de segurança máxima.
Realizada em fevereiro de 2019, a operação inédita aconteceu depois que o Ministério Público descobriu um plano do PCC para resgatar os principais líderes.
A transferência dos bandidos foi uma vitória no combate ao crime organizado. Mas, para o promotor, também foi o início das ameaças de morte.
Em julho, durante uma revista em uma das celas da mesma penitenciária, foram encontradas cartas com ordens explícitas de ataques contra agentes públicos, em retaliação à transferência dos criminosos.
“Por trás do promotor tem um ser humano, tem o homem, né? Tem o pai de família. Eu tenho sofrido, minha família tem sofrido. A gente às vezes costuma chorar sozinho, né? Ao ver o sofrimento deles”, lamenta Lincoln, segundo o site G1.

Olavo de Carvalho sugere criação de ‘militância bolsonarista organizada’

Após a sugestão, a hashtag #OlavoTemRazão ficou em 1° lugar entre os assuntos mais comentados do Twitter.

Olavo de Carvalho sugere criação de ‘militância bolsonarista organizada’ 17


O escritor Olavo de Carvalho publicou um vídeo no YouTube, neste domingo (15), sobre a série de desentendimento sobre a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Lava Toga.
Fazendo referência ao cenário político brasileiro, Olavo fez duras críticas
Agora querem que o Bolsonaro se volte contra o STF, contra a Venezuela. Opa, pera aí, vocês querem matar o homem? Não tem militância bolsonarista nenhuma pronta para defendê-lo, para dar respaldo a ele. Então vocês passam a responsabilidade de uma nação inteira para um único sujeito. Isso é absolutamente impossível.
O conteúdo de Olavo foi compartilhado pelo deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e por outros parlamentares da base do governista.
Ainda citando o presidente da República, o filósofo sugeriu uma militância organizada para fortalecer a direita brasileira e o atual governo.
“O quem que fazer agora não é ficar cobrando o Bolsonaro. Vocês têm que se organizar para apoiá-lo. Não é o que ele pode fazer por você, é o que você pode fazer por ele.”
E acrescentou:
“A coisa mais urgente no Brasil é uma militância bolsonarista organizada. Eu não disse militância conservadora, nem militância liberal. Eu falei militância bolsonarista. A política não é uma luta entre ideias, é uma luta entre pessoas e grupos.”
Após Olavo publicar o vídeo, o jornalista Allan dos Santos, fundador do site Terça Livre, publicou um formulário nas redes sociais intitulado “Militância Pró-Bolsonaro”.
Conexão política

Torçamos para a militância bolsonarista culminar na criação de um Partido Conservador

Torçamos para a militância bolsonarista culminar na criação de um Partido Conservador 17

No dia de ontem liberais e progressistas uivaram de medo com o anuncio do início de uma militância bolsonarista sugerida por Olavo de Carvalho.
Sem um movimento organizado os conservadores elegeram Bolsonaro, imagine agora com doações organizadas para a campanha, por exemplo
A grande questão é que no Brasil não existe um partido conservador, portanto a criação de um movimento que culmine em um partido aos moldes do partido republicano dos EUA seria muito bem vindo no Brasil.
Por falar em partido republicano, para as eleições do ano que vem, Donald Trump receberá o apoio em milhões de dólares para o financiamento de sua campanha.
O que eu digo e repito é que falta ao Brasil um partido conservador liderado por Jair Bolsonaro, Bia Kicis, Modesto Caravalhosa e o Príncipe.
Entretanto, além dessa liderança, a população brasileira é majoritariamente conservadora e não se vê representada em um partido.
Diferentemente, a esquerda tem vários partidos que caracterizam os tipos de lutas distintos. Por exemplo:
Revolução Cultural: PSOL e PT
Revolução Armada: PCB e PCO
Social Democracia: PSDB e PT
Outros partidos surgem, também, com seus correligionários tanto para o viés progressista, como para o viés revolucionário.
E os conservadores? Em que votam?
O eleitorado conservador brasileiro se rende ao voto do candidato menos ruim, na maioria das eleições.
Apesar desse fato, no ano de 2018, pela primeira vez na Nova República, o Brasil teve um candidato com ideais conservadores, como a abertura de mercado e a defesa dos preceitos ocidentais.
Outrossim, mesmo com um candidato conservador na disputa não havia um partido conservador, inclusive o nome do partido era Partido Social Liberal.
Falar que um partido que tem um estatuto e nome como o PSL representa o conservadorismo chega a ser uma piada para os conservadores brasileiros e até mesmo no mundo.
Não será pelo PSL, que já se mostrou fechado ao debate, também não será por algum partido que tenha o nome de “Democrata ou Democrático”, será por um partido de nome e origem conservadora.
Que Deus abençoe a todos!

Isto é PT: Eleição interna do PT tem denúncias de fraudes por membros do próprio partido

Denúncias vão desde nome de pessoas mortas na lista dos que votaram a transporte de eleitores em carro oficial e intimidação do trabalho de fiscais.

Eleição interna do PT tem denúncias de fraudes por membros do próprio partido 17

O processo de eleição interna do Partido dos Trabalhadores (PT), realizado no último dia 8, foi marcado por diversas denúncias de fraudes.
As acusações vão da presença de pessoas mortas nas listas de filiados que votaram ao transporte de eleitores em carro oficial, além da intimidação do trabalho de fiscais.
Os petistas foram às urnas para escolher os presidentes dos diretórios municipais e os delegados que vão eleger os presidentes estaduais e o presidente nacional.
As supostas irregularidades aparecem em recursos apresentados por chapas que saíram perdedoras.
Em São Paulo, Minas, Rio e Pernambuco, as fraudes teriam favorecido a CNB, a corrente majoritária do partido.
Os diretórios estaduais agora vão analisar as alegações apresentadas e decidir se serão realizadas novas eleições nas cidades que tiveram problemas.

PSL abandona base aliada do governo Witzel

PSL abandona base aliada do governo Witzel 17
Nesta segunda-feira (16), o Partido Social Liberal, sigla com mais deputados na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), deixou a base aliada do governador Wilson Witzel (PSC).
A decisão do partido do presidente Jair Bolsonaro foi comunicada agora há pouco.
A assessoria de imprensa de Witzel disse que não vai comentar o caso.
O PSL, por meio de nota oficial, disse que foi orientado pelo senador Flávio Bolsonaro, filho de Jair, a desembarcar “por discordar de posicionamentos políticos do governador”.
“Os 12 deputados do partido reiteram o compromisso com o Estado do Rio de Janeiro”, diz o texto assinado pelo líder da bancada no Parlamento, deputado estadual Dr. Serginho.
Witzel, em entrevista recente à GloboNews, afirmou que pretende concorrer à Presidência da República.
“Eu sou governador do estado querendo ser presidente da República”, afirmou.
Pelo Twitter, Jair Bolsonaro afirmou que não partiu dele a determinação.
Em resposta à uma matéria do ‘O Globo’, que atribuía ao presidente a debandada do PSL, o chefe do Executivo afirmou: “Não determinei nada! Fakenews!”, escreveu.
Conexão Política

PREFEITO DA CIDADE DE SÃO TOMÉ ESTARÁ PRESENTE NO LANÇAMENTO DO SITE A TROMBETA!



Hoje estivemos na Amlap ( ASSOCIAÇÃO DOS MUNICÍPIOS DO LITORAL AGRESTE POTIGUAR) com o prefeito da cidade de São Tomé, Anteonor Pereira conhecido popularmente por Babá, convidando- o  e demais prefeitos para o lançamento do Site a Trombeta. 

Babá é o vice- presidente da Amlap e vem desenvolvendo um excelente trabalho junto a presidência da instituição.

 Muito obrigada, pela acolhida, prefeito! 


A imagem pode conter: Babá Pereira e Adriana Nascto, pessoas sorrindo

A imagem pode conter: 2 pessoas, incluindo Adriana Nascto, pessoas sorrindo
Jussier Varela um provável candidato a prefeito pelo PSL, a pedidos de correligionários, de Tibau do Norte, região Oeste do estado 



Prefeito da Cidade Bom Jesus, Clecio Azevedo, também confirma presença no evento dia 05 outubro.

Grávida morre em trabalho de parto dentro de banheiro de hospital

Mesmo depois de solicitar por uma cesárea diversas vezes, a equipe médica disse que deveriam esperar pelo bebê chegar de forma natural

Grávida morre em trabalho de parto no banheiro de hospital em SP

Uma mulher grávida morreu no banheiro do Hospital Público Santo Antônio, na zona leste de São Paulo, no último sábado (14). A família acusa os médicos de negligência. As informações são da Record TV.

A vítima, que já tinha passado das 40 semanas de gravidez, faria o parto na última quarta-feira (11), quando deu entrada no hospital. Porém, durante o trabalho de parto, a mulher passou mal. Mesmo depois de solicitar por uma cesárea diversas vezes, a equipe médica disse que deveriam esperar pelo bebê de forma natural. 

As enfermeiras aconselharam que a gestante tomasse um banho, mas a mulher morreu no banheiro do hospital. Uma cesariana foi feita às pressas para a retirada do bebê, que encaminhado para a UTI Neonatal e passa bem. 

Há menos de um mês o governador João Dória sancionou uma lei estadual que garante às gestantes a possibilidade de optar pelo parto cesariana a partir da 39ª semana de gravidez.

A Beneficência Portuguesa de São Paulo, que administra o Hospital Público Santo Antônio, disse que não comenta publicamente casos envolvendo pacientes. Já o hospital afirma que entrou em contato com a família da paciente e disponibilizou o prontuário médico, mas a família diz que recebeu apenas o atestado de óbito.

Governo de Bolsonaro vai repassar R$ milhões para governo de Fátima



A governadora Fátima Bezerra e toda a sua equipe da Segurança Pública receberam o Presidente da República em Exercício, General Hamilton Mourão, que veio a Natal para cumprir agenda administrativa. Na manhã desta segunda-feira (16), a governadora o recebeu para um café da manhã de boas-vindas na Escola de Governo, onde funciona a Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social (Sesed). Em seguida, realizaram uma rápida reunião de trabalho na qual foi assegurado a liberação de R$ 80 milhões, que já estão empenhados, mas cujo repasse estava “travado” pelo Governo Federal.
A reunião ocorreu no Centro de Comando de Controle em que o secretário de Estado da Segurança Pública, Coronel Francisco Araújo, apresentou as estatísticas que comprovam a redução da criminalidade no RN, de janeiro a agosto de 2019, e descreveu um a um os convênios celebrados com a União para melhorar a estrutura da Segurança do Estado. “Houve uma preleção da governadora, que apresentou ao presidente a situação de calamidade em que recebemos o governo, falou dos aspectos negativos das estatísticas que apontam nosso estado como um dos mais violentos do País e pediu celeridade quanto à liberação dos recursos”, descreveu Araújo.

Bolsonaro tem alta e deixa hospital em São Paulo

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) teve alta na tarde desta segunda-feira (16), e deixou o Hospital Vila Nova Star, na Zona Sul de São Paulo, pouco antes das 15h. Ele seguiu para o Aeroporto de Congonhas para viajar para a Brasília, onde seguirá se recuperando.
Bolsonaro estava internado no hospital desde sábado (7) para uma cirurgia de correção de uma hérnia (saliência de tecido) surgida no local das intervenções anteriores.
O vice-presidente Hamilton Mourão permanecerá como presidente em exercício até quarta-feira (18), segundo o Palácio do Planalto.
A primeira previsão era que o presidente retomasse o cargo na sexta-feira passada. Depois, isso foi adiado para terça –na manhã desta segunda, inclusive, Mourão havia dito que ficaria no cargo apenas até esta segunda.
A viagem do presidente para Nova York, onde ocorrerá assembleia-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), foi adiada em um dia: em vez de ocorrer em 22, será no dia 23.
Segundo o porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros, a mudança na data da viagem não altera a participação de Bolsonaro no evento.
Neste domingo (15), Bolsonaro recebeu a vista do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro.
O ministro entrou no hospital na Vila Nova Conceição, Zona Sul de São Paulo, sem ser visto e não falou com a imprensa. Acompanhado da sua mulher, Rosângela Moro, visitou o presidente por cerca de 20 minutos e, depois, postou em seu Twitter uma foto ao lado de Bolsonaro e a primeira-dama, Michele Bolsonaro. “Visita ao sr. Presidente e à Sera. Primeira-dama. Conversa agradável. Presidente recupera-se muito bem. O homem é forte”, diz o post. Pouco depois, Bolsonaro postou a mesma foto em sua conta no Twitter, mas sem nenhuma legenda.
Quarta cirurgia
Esta foi a quarta operação desde a facada sofrida por Bolsonaro durante a campanha eleitoral de 2018. Desta vez, o objetivo era corrigir uma hérnia (saliência de tecido) surgida no local das intervenções anteriores.
A alta vai ocorrer após sessão de fisioterapia no hospital. “A alta aconteceu em função da melhora dos exames, do trânsito intestinal, da melhora como um todo”, disse no fim da manhã o médico Antônio Luiz Macedo. Segundo o cirurgião, no domingo o presidente caminhou 3 km pelo hospital.
Durante o período de recuperação, o presidente deverá “seguir as orientações médicas relacionadas a dieta e atividade física”, segundo o boletim médico. “A gente prefere que ele fique em repouso em casa e que não faça esforço físico nem esforço de falar demais”, disse Macedo.
Alimentação
A dieta pela veia foi suspensa no sábado (14). Agora, o presidente segue com alimentação cremosa. Segundo o médico, isso ocorre porque “ainda tem um pouco de gás no intestino delgado”. “A dieta cremosa tem calorias suficientes para sustentar. Cerca de duas mil calorias por dia”, disse.
A próxima etapa será a ingestão de alimentos pastosos. “Ele veio com melhora progressiva, foi aceitando a alimentação oral, foi uma evolução que se esperava e os cuidados devem se manter“, disse o porta-voz Barros.
Nesta sexta (20), a equipe médica do Hospital Vila Nova Star irá a outro centro médico da rede D’Or em Brasília para avaliar a recuperação do presidente. “Ele fará exame de sangue e imagem. Se estiver como eu gosto o abdômen, aí eu libero a dieta normal para ele na sexta”, disse o médico Macedo.
ONU
Segundo o porta-voz, está mantida a programação para a participação do presidente na Assembleia da ONU, em Nova York, no dia 24 de setembro. A viagem para a cidade norte-americana, que estava prevista para o dia 22, foi adiada para o 23.
Como de costume, o presidente brasileiro é quem faz o discurso de abertura da assembleia. Segundo Barros, o texto “está sendo promovido a várias mãos”. “O senhor presidente da República tem já entendido ou sinalizado quais são as ideias, quais são os tópicos frasais que devem ser abordados. Mas efetivamente o discurso só estará encerrado um pouco mais adiante quando o senhor presidente, junto com a sua equipe de assessoramento, debruçar-se-á sobre ele e definirá a finalização.”
Após o evento, Bolsonaro e sua comitiva devem seguir para o Texas, onde haverá “uma reunião com industriais, com empresários –alguns deles, inclusive, oficiais generais das Forças Armadas americanas–, e do Texas retornamos ao Brasil”, disse Barros. “Ele retorna no dia 25. O encurtamento é por recomendação médica.”
O porta-voz acrescentou que, no final de outubro, o presidente viajará para Japão, China e Oriente Médio pelo período de 10 dias.
G1

MPF processa deputado Beto Rosado e o pai, ex-deputado Betinho, por suposto uso de verba pública em empresa de parentes


O Ministério Público Federal (MPF) apresentou as alegações finais da ação de improbidade movida contra o atual deputado federal Carlos Alberto de Souza Rosado Segundo, o “Beto”; e o seu pai, o ex-deputado federal Carlos Alberto de Souza Rosado, o “Betinho”. Contrariando o ato que regulamenta o uso da chamada Cota para o Exercício de Atividade Parlamentar, eles conseguiram o reembolso de mais de R$ 130 mil em combustíveis adquiridos no Posto Laser, pertencente a um irmão e um sobrinho de Betinho.
Caso condenados, eles podem ter seus direitos políticos suspensos e serem obrigados ao pagamento de multa, além da perda da função pública e ficarem proibidos de contratar com o poder público. Somado a isso, a Justiça poderá obrigá-los ao ressarcimento dos danos, contudo Beto Rosado – após ser alvo de uma denúncia – já devolveu sua cota, sendo assim o ressarcimento se limitaria apenas aos valores gastos pelo pai.
Os detalhes aqui no portal Justiça Potiguar.

Portal do MEC tira dúvidas sobre carteira de estudante digital gratuita

O Ministério da Educação (MEC) lançou nesta segunda-feira (16) o portal da ID Estudantil, que traz informações para estudantes de todo o país sobre a nova carteira digital gratuita. Os estudantes poderão adquirir o documento nas lojas Google Play e Apple Store a partir de dezembro.
O documento permitirá o pagamento de meia-entrada em shows, teatros e outros eventos culturais, sem que isso gere um custo extra. O site traz também uma contagem regressiva para a emissão da nova carteirinha estudantil. Contados a partir desta segunda-feira, faltam 83 dias para o começo das emissões.
A carteirinha digital poderá ser emitida pelo MEC; pela Associação Nacional de Pós-Graduandos; pela União Nacional dos Estudantes (UNE); pela União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes); por entidades estudantis estaduais, municipais e distritais; diretórios centrais dos estudantes; centros e diretórios acadêmicos e outras entidades de ensino e associações representativas dos estudantes.
O estudante que solicitar a carteira digital terá que consentir com o compartilhamento dos dados cadastrais e pessoais com o Ministério da Educação (MEC) para subsidiar o Sistema Educacional Brasileiro — o novo banco de dados nacional dos alunos, a ser criado e mantido pela pasta.
O MEC poderá usar essas informações apenas para formulação, implementação, execução, avaliação e monitoramento de políticas públicas. O sigilo dos dados pessoais deve ser garantido sempre que possível.
emissão da carteira digital está prevista em medida provisória (MP) que dispõe sobre o pagamento de meia-entrada publicada no último dia 9, no Diário Oficial da União.
Agência Brasil

Riachuelo: Prefeitura emite Nota de Esclarecimento

Em resposta às informações divulgadas nas redes sociais, por um vereador da oposição, a Prefeita Mara Cavalcanti, entrou em contato com o Blog e emitiu a seguinte Nota de Esclarecimento:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Não há motivos para se alegar, irresponsavelmente, que o Município iria sofrer "apagões" de energia elétrica por conta de inadimplência.

A relação que o Município tem com a Concessionária de Serviços Públicos, COSERN, é amistosa, de mútuo respeito, sempre visando o bem da coletividade, como deve acontecer com todos os entes públicos como a  União, Estados e Municípios, desse imenso país, que é o Brasil.

Dentro desse contexto, e tendo em vista esse cordial e preciso relacionamento, a COSERN comunicou ao Município que havia irregularidades no tocante à fixação de postes e braços de luz, por um determinado período (na prática, a companhia energética frisou que as instalações de postes e iluminação pública deveriam ter passado por prévio aviso à companhia, o que foi feito pelo Município sem esse prévio aviso). A COSERN está cobrando o que chama de TOI (Termo de Ocorrência de Irregularidade, ou seja, as instalações dos postes sem o prévio aviso à Concessionária).

O Município, porém, alegou, como tem alegado, que o período cobrado pelas supostas TOI's não batem com o período admitido pelo Município. Essa cobrança de TOI's teria o valor de R$ 39.527,72 (trinta e nove mil, quinhentos e vinte e sete reais e setenta e dois centavos), valor a ser discutido em juízo.

Logo, nessa quesito, a controvérsia está sendo judicializada, sem que os serviços de iluminação e fornecimento de energia elétrica sejam interrompidos. O Município estará usando o seu direito de Ação, amparado que é pelo princípio da inafastabilidade da jurisdição, previsto na Constituição da República, de 5/10/1988.

Quanto à cobrança CIP (Iluminação Pública), trata-se de débitos que ainda estão sendo processados e deverão ser fechados os devidos valores (por se tratar de débitos em aberto), até o dia 25 de setembro de 2019, os quais serão prontamente debitados na conta da COSERN, posto que o próprio Município, como se depreende da Planilha de Débitos, tomou a iniciativa de obter, junto à concessionária, planilha atualizada de débitos, os quais serão pagos prontamente.

Falta com a verdade e publica FAKE NEWS o vereador que pretende causar pânico no Município, com informações infundadas, mediante a estranha conduta de um agente público, que deveria pautar-se pela verdade, dada à seriedade e importância do cargo que ocupa.

Concessionárias de Serviço Público jamais podem interromper seus serviços, sem que seja dado ao Município, ou aos demais usuários, o mais amplo direito de defesa e esclarecimento.
No mais, o Município encontra-se à inteira disposição de qualquer cidadão que queira conferir, in loco, as informações prestadas.

MARA LOURDES CAVALCANTI
PREFEITA DE RIACHUELO

Confira a Planilha apresentada pela COSERN, a pedido do próprio Município de Riachuelo:








Não coloque suas expectativas em coisas, e muito menos em pessoas


A insatisfação corporal dos jovens
Ingratidão, frustração, raiva, decepção… Sentimentos advindos de expectativas sobre algo ou alguém em situações nas quais não se obteve o resultado desejado ou imaginado.

É comum o ser humano colocar suas expectativas em coisas, e principalmente em pessoas.

O ser humano vive na expectativa de que conseguirá uma promoção no emprego, de que será bem-sucedido, de que pode contar com um amigo sempre, de que fulano faria o mesmo por ele e assim por diante.

As expectativas são fontes de combustíveis para alimentar nossa alma carente e nos manter vivos diante de tantas amarguras da vida. Imaginamos situações até mesmo absurdas, com um olhar muito idealizado ou otimizado demais, e isto não é tão ruim assim, desde que se tenha um equilíbrio.


A partir do momento em que você decidir assumir o controle da sua vida, tomar a “pílula da responsabilidade” sobre suas ações, perceberá o quanto este peso das frustrações não tomará a proporção devastadora sobre sua vida. A expectativa é sua, a idealização sobre algo ou alguém foi sua, a responsabilidade sobre isto, portanto, é mais sua do que do outro.

Diminuir as expectativas em relação a coisas e pessoas é um passo fundamental para crescer consigo mesmo. Você perceberá que sim, depende de algumas pessoas e de certas situações, mas que elas não tomam mais conta da sua forma de ser e estar.


A sua parte estará feita, o que caberá aos outros é problema deles, e não mais seu. Você passará a agir com o equilíbrio da razão e emoção, real e ideal.

Não é deixar de sonhar, de ser otimista, de esperar do próximo, mas de saber ponderar até onde vão suas expectativas e até onde o outro pode supri-las ou não. É estar preparado para as respostas que a vida ou as pessoas lhe darão, não se deixando afetar de forma a “perder o chão”.

Com o tempo, provavelmente depois de muito apanhar, você verá o quanto isto é necessário. Ser frustrado em nossas expectativas é uma das formas de amadurecer! “Amadureci com o passar dos d(anos)!” Mas permanecer no sofrimento é opcional.

OAS afirma que assumiu obra deficitária na Bolívia por exigência de Lula



Empreiteiro Léo Pinheiro disse que palestras de petista na Costa Rica e no Chile visavam 'influenciar governos' e cita repasse à campanha de Bachelet


​Ao negociar acordo de delação, o empresário Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS, mencionou o ex-presidente Lula (PT) como intermediador de negócios da empresa com governos na Costa Rica e no Chile e afirmou que a construtora assumiu uma obra na Bolívia para agradar ao petista.

O então presidente, segundo Léo Pinheiro, queria evitar um estremecimento nas relações do Brasil com o governo de Evo Morales.

A obra mencionada é a construção de uma estrada entre as cidades de Potosí e Tarija, que havia sido iniciada pela Queiroz Galvão em 2003. A Queiroz, porém, se envolveu em uma disputa com o governo de Evo, que cobrava a reparação de fissuras em pistas recém-construídas, e teve contrato rompido em 2007.


De acordo com o relato do empreiteiro, Lula articulou financiamento do BNDES no país vizinho e prometeu à OAS a obtenção de um outro contrato na Bolívia como forma de compensação por tocar um projeto problemático.

Evo Morales e Lula, em evento no Rio, em 2010
O presidente boliviano, Evo Morales, com Lula, em evento no Rio, em 2010 - Rafael Andrade - 28.mai.10/Folhapress
O governo brasileiro, disse Léo Pinheiro, afirmou que o impasse proporcionava “riscos diplomáticos” ao país. A paralisação da construção da estrada começou a gerar protestos nas regiões afetadas.

Em encontro em data não informada, Léo Pinheiro diz ter afirmado ao então presidente Lula que a obra seria deficitária, diante dos trechos que precisariam ser consertados e dos preços previstos.

A resposta, ainda de acordo com o relato, foi a de que Evo estaria disposto “a compensar economicamente a empresa, adjudicando um outro contrato em favor da OAS”.

O relato está em proposta de delação de Léo Pinheiro que foi compartilhada por procuradores da Lava Jato no aplicativo Telegram e que foi enviada ao site The Intercept Brasil. Os arquivos foram analisados pelo site e pela Folha.

Segundo o depoimento, a Bolívia retirou sanções impostas à Queiroz Galvão, autorizou a transferência do contrato e licitou um outro trecho no qual a OAS se saiu vencedora. Após a empresa assumir a obra em 2009, segundo Pinheiro a situação desandou mais adiante, já no governo Dilma Rousseff (PT), quando a área técnica do BNDES pôs entraves ao financiamento.

O contrato da OAS acabou cancelado pela Bolívia e, segundo Pinheiro, à empresa só restou negociar para retirar seus equipamentos e obter uma devolução de garantias, “após apelos de Lula”.

A construção da estrada, de 340 km, despertou controvérsia na política local. Ainda no ano passado, por exemplo, um senador pediu acesso a dados, como contratos, da obra. O custo total foi estimado pela Bolívia na década passada em US$ 226 milhões (atualmente, em torno de R$ 925 milhões).

Construção e Pavimentação da rodovia Tarija-Potosí, no sul da Bolívia, pela OAS
Construção e Pavimentação da rodovia Tarija-Potosí, no sul da Bolívia, pela OAS - Divulgação OAS
A delação de Léo Pinheiro foi fechada com a Procuradoria-Geral da República e homologada neste mês pelo STF (Supremo Tribunal Federal). Seis procuradores que atuam em Brasília pediram demissão de um grupo da Lava Jato no início deste mês por discordarem da procuradora-geral, Raquel Dodge, em relação a providências quanto ao acordo, como arquivamento de trechos.

Léo Pinheiro está preso desde 2016 e foi o principal acusador de Lula no caso do tríplex de Guarujá (SP), pelo qual o petista foi condenado e cumpre pena em Curitiba desde abril do ano passado.

Em junho, a Folha mostrou, com base em mensagens trocadas no Telegram, que o relato do empresário só passou a ser considerado merecedor de crédito pela equipe da Lava Jato após mudar diversas vezes sua versão sobre esse caso.

O depoimento que cita o imbróglio na Bolívia foi citado em uma proposta de delação em junho de 2017. Nesse documento, além de casos já conhecidos, como o tríplex, o ex-presidente da OAS também menciona Lula ao falar de palestras contratadas pela empresa na Costa Rica e no Chile para “influenciar em negócios da empresa”.

Segundo o relato, no país da América Central Lula foi contratado pela empreiteira em 2011, por US$ 200 mil, para uma conferência, e intermediou um encontro de Léo Pinheiro com Óscar Arias, ex-presidente costa-riquenho e prêmio Nobel da Paz de 1987.

Também relatou reunião com a então presidente Laura Chinchilla, na qual Lula teria apresentado a empresa para que atuasse em concessões públicas. O negócio, contou Pinheiro, foi concretizado.

O ex-presidente da OAS Léo Pinheiro deixa o IML (Instituto Médico Legal) de Curitiba (PR) após realizar exame de corpo de delito
O ex-presidente da OAS Léo Pinheiro deixa o IML (Instituto Médico Legal) de Curitiba (PR) após realizar exame de corpo de delito. Brazil Photo Press/Folhapress/Paulo Lisboa - 5.set.16

O procurador Deltan Dallagnol, que denunciou formalmente o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a ex-primeira-dama Marisa Letícia, o presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto, o empresário Léo Pinheiro, da OAS, dois funcionários da empreiteira e outros dois investigados
O procurador Deltan Dallagnol, que denunciou formalmente o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a ex-primeira-dama Marisa Letícia, o presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto, o empresário Léo Pinheiro, da OAS, dois funcionários da empreiteira e outros dois investigados. Fotoarena/Folhapress/Rodolfo Buhrer - 14.set.16


No Chile, a OAS tentava se fixar em 2013, quando já havia conseguido integrar um consórcio para a construção de uma ponte no sul do país.

Segundo Léo Pinheiro, a OAS temia perder o contrato com a mudança de governo, no ano seguinte, e a situação foi explicada a Lula na ocasião de viagem para uma palestra. Michelle Bachelet, do Partido Socialista, tomaria posse em março de 2014.

Ainda segundo o relato, Lula falou que conversou com o ex-presidente chileno Ricardo Lagos, também do Partido Socialista, que teria garantido que a construtora brasileira continuaria na obra.

O empreiteiro disse ainda que, na sequência, Lula pediu dinheiro da OAS para a campanha de Bachelet. Pinheiro disse ter determinado, então, o pagamento de 101,6 milhões de pesos chilenos, o equivalente à época a cerca de R$ 400 mil reais, “nos interesses da campanha de Bachelet”.

Esse valor, afirmou, foi pago por meio de contrato fictício firmado com a empresa Martelli y Associados, já depois de encerrada a campanha.

Nessa modalidade de repasse, a empresa firma um contrato falso, por exemplo, de consultoria ou de prestação de serviços que nunca foram feitos, para justificar a destinação de dinheiro em benefício de um grupo político.

Em 2017, a OAS foi alvo de mandados de busca em investigação no Chile. Bachelet, após a divulgação de reportagens sobre supostos elos com a OAS, negou irregularidades em sua campanha e disse que todo o financiamento foi regular.

Um outro país citado nos depoimentos é a Guiné Equatorial, na África. Pinheiro afirma que Lula defendeu em 2012, em reunião com o ditador de Guiné Equatorial, Teodoro Obiang, a contratação da OAS para um projeto no país africano, que acabou ficando com a construtora brasileira.

Com a homologação do acordo, caberá ao Ministério Público e à Justiça decidir se há algum indício de irregularidade nos episódios relatados que exija a abertura de investigações.

OUTRO LADO

A defesa de Lula disse por meio de nota que "a mentira negociada é a estratégia da Lava Jato para promover uma perseguição política contra o ex-presidente".

Ela também afirma que o petista jamais solicitou ou recebeu qualquer vantagem indevida.

A campanha “Lula Livre”, pela liberdade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), começou uma nova fase neste sábado (16/03), em evento no sindicato dos metroviários, em São Paulo
A campanha “Lula Livre”, pela liberdade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), começou uma nova fase neste sábado (16/03), em evento no sindicato dos metroviários, em São Paulo. Folhapress/Carolina Moraes - 16.mar.2019

Ex-presidente Lula retorna à Superintendência da Polícia Federal em Curitiba apos acompanhar o funeral do neto Arthur. Ele tentou, mas não foi autorizado a ir ao velório do irmão, Vavá, semanas antes
Ex-presidente Lula retorna à Superintendência da Polícia Federal em Curitiba apos acompanhar o funeral do neto Arthur. Ele tentou, mas não foi autorizado a ir ao velório do irmão, Vavá, semanas antes. Reuters/Rodolfo Buhrer - 2.mar.2019


"Diálogos já revelados pela própria Folha envolvendo procuradores da Lava Jato mostram que Léo Pinheiro foi preso porque não havia apresentado uma versão incriminatória contra Lula. Da prisão, o empresário fabricou uma versão contra Lula para obter os benefícios que lhe foram prometidos, alterando o comportamento por ele adotado durante a fase de investigação", diz, na nota, o advogado Cristiano Zanin.

"A versão de Léo Pinheiro é desmentida por manifestação apresentada em 07/02/2017 pela empresa do próprio executivo —a OAS— no processo, afirmando que 'não foram localizadas contratações ou doações para ex-presidentes da República, tampouco para institutos ou fundações a eles relacionadas'."

O embaixador da Bolívia no Brasil, José Kinn, afirma que não conhece as declarações de Léo Pinheiro.

Sobre a obra assumida pela empreiteira, disse que a Queiroz Galvão se recusou a reparar 92 km de estrada que estavam "com sérios defeitos" e que a empreiteira brasileira pediu permissão para transferir o contrato à OAS.

Segundo ele, "a OAS declarou que estava fazendo um sacrifício" e pediu que a Bolívia oferecesse outra obra, o que foi negado.

"Em nenhum momento nos comprometemos a 'compensar' com outro trabalho", afirmou o embaixador.

A defesa de Léo Pinheiro não quis comentar.

A atual direção da OAS tem dito que os relatos feitos por ex-executivos "não competem mais" à companhia e que está colaborando com a Justiça.

A Folha procurou a fundação de Ricardo Lagos para comentar o assunto, mas não obteve resposta. Michelle Bachelet sempre negou irregularidades em relação ao financiamento de sua campanha.

relacionadas
Coaf relata movimentação atípica de R$ 2,5 milhões em conta de David Miranda
Moro autorizou operação contra filha de investigado, apontam mensagens
Supremo rejeita denúncia de tráfico de influência contra ministro do TCU

Presidente em exercício, Hamilton Mourão cumpre agenda nesta segunda em Natal



O presidente da República em exercício, general Hamilton Mourão, chegou a Natal por volta das 19h30 deste domingo (15), onde participa da abertura do  37º Encontro Econômico Brasil-Alemanha (EEBA), no Centro de Convenções, na manhã desta segunda-feira (16), segundo confirmou a assessoria de imprensa do Palácio do Planalto.

Antes de participar da abertura do evento, Hamilton Mourão vai à sede da Secretaria Estadual de Segurança Pública do Rio Grande do Norte, no Centro Administrativo, segundo confirmou fontes do Governo do Estado na tarde deste domingo. O presidente em exercício vai conhecer o projeto de segurança pública do Estado em café da manhã por volta das 7h30.
A pauta consta na agenda divulgada na conta pessoal de Hamilton Mourão divulgada na conta pessoal do Twitter, na última sexta-feira (13).

A publicação prevê ainda visitas ao Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), além do Instituto de Ensino e Pesquisa Alberto Santos Dumont, idealizado pelo neurocientista Miguel Nicolelis. Também há previsão de uma visita do presidente da República em exercício ao Monumento aos Mártires de Cunhaú e Uruaçu, no município de São Gonçalo do Amarante, localizado na Região Metropolitana de Natal.

TRIBUNA DO NORTE

A verdade sobre Sergio Moro



Diante de tantas narrativas sem nexo e sem limites, esclarecer o óbvio é o mínimo que o papel jornalístico deve exercer.




A verdade sobre Sergio Moro 16Marcelo Camargo | Agência Brasil
Ao longo dos últimos meses, em específico nos últimos dias, a extrema-imprensa tem  fomentado o cenário eleitoral de 2022.

Como noticiado pelo Conexão Política, a extrema-imprensa ainda não aceitou a vitória de Jair Bolsonaro, que foi eleito democraticamente por  57,7 milhões de brasileiros.


Deste modo, a redação da extrema-imprensa só fala em 2022.

Neste contexto, falsas narrativas ganham destaque:

1) De que Bolsonaro estaria sufocando Moro no combate à corrupção e ao crime organizado

2) De que Moro estaria insatisfeito com o Ministério e cogitando a possibilidade de abandonar o cargo

3) De que Moro estaria cogitando disputar o Palácio do Planalto nas próximas eleições

Teorias da conspiração

Em entrevista a jornalista Andréia Sadi, da GloboNews, o ministro negou qualquer planejamento de vir candidato em 2022.

Moro frisou que não pretende abandonar o Ministério e disse que seu objetivo é manter foco no MJSP e dar todo suporte ao presidente Jair Bolsonaro.


Questionado sobre pautas que envolvem ‘corrupção’, o ministro foi enfático.

“Eu assumi um compromisso com o presidente Bolsonaro contra a corrupção. Estou tentando realizar essa missão. E com certeza o presidente permanece firme com os compromissos que assumiu com o país.”

Ainda sobre 2022, Moro finalizou dizendo:

“De forma alguma. Eu não quero ser candidato de nada, não tenho o perfil. Minha missão é específica e técnica. Essa ideia surge daquelas teorias da conspiração que servem para causar intriga.”

Doria libera apostilas com Ideologia de Gênero e diz: “aqui em SP não fazemos censura”

Governador de São Paulo havia considerado “erro inaceitável” distribuição do material

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse que mandou devolver as escolas as apostias que haviam sido recolhidas por fazerem apologia à “Ideologia de Gênero”, sem nenhuma alteração no material

Doria aproveitou para fazer um paralelo com o ocorrido no Rio de Janeiro, onde o prefeito Marcelo Crivella mandou recolher na Bienal do Livro livros impróprios para crianças.


“Houve uma certa mistura de temas com o que aconteceu no Rio. Aqui em São Paulo não fazemos censura”, disse Doria.

A decisão do governador paulista se deu após decisão judicial que obrigava o governo a devolver em 48 horas as apostilas sob o argumento de que a medida “lesava o patrimônio público e o erário”.


Apesar de o governo de São Paulo ter a possibilidade de recorrer da decisão, Doria disse que preferiu não entrar em confronto. “Ao invés do confronto, nós preferimos o diálogo”, disse.

Ideologia de Gênero
Na apostila distribuída pelo governo Doria, existe um trecho em que defende “que ninguém nasce homem ou mulher”, ideia defendida pela Ideologia de Gênero.

Após críticas, a apostila foi recolhida e Dória chegou a afirmar que houve um “erro inaceitável”.

Moro visita Bolsonaro no hospital e reforça ideia de união: "O homem é forte



O presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, recebeu neste domingo a visita do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, que foi acompanhado da sua esposa Rosângela Wolff Moro. No encontro, a primeira-dama do Brasil, Michelle Bolsonaro, também esteve presente.


"Visita ao Sr. Presidente e à Sra. Primeira-dama. Conversa agradável. Presidente recupera-se muito bem. O homem é forte", publicou Moro em sua rede social, junto com uma foto do encontro. O presidente também repercutiu o momento.

Bolsonaro continua ingerindo comida cremosa com boa aceitação. Segundo o boletim médico divulgado na manhã de hoje (15) oelo Hospital Vila Nova Star, onde está internado para a recuperação de uma cirurgia na capital paulista.Continua depois da publicidade


Mensagem de união
A visita de Sérgio Moro ao presidente Bolsonaro é mais uma demonstração de apoio ao governo, contrariando o que algumas mídias vêm sugerindo nos últimos dias, de haver um conflito de ideias entre os dois. Em outra publicação feita no dia 11, Moro também transmitiu a mesma mensagem de união, e não de conflito:Continua depois da publicidade


"O compromisso assumido com o PR @jairbolsonaro , de sermos duros contra corrupção, crime organizado e crimes violentos, permanece firme e forte", publicou o ministro.

domingo, 15 de setembro de 2019

COPA CIFOP FOI UM GRANDE SUCESSO! VEJA FOTOS

Na tarde deste domingo (15) no campo do Novo Juremal, em São paulo do Potengi aconteceu a final da Copa CIFOP de Futebol de Campo, disputada entre as equipes do União de Lagoa Comprida e o São Paulo do Novo juremal.

O campeonato contou com 10 times na categoria principal e mais 10 na categoria aspirante.

União de Lagoa Cumprida foi o grande campeão nas duas categorias.

Foram seis meses de competição.

O evento esportivo foi organizado pela Cifop sob a organização do empresário Edmilson Lima e do jovem Ewerton Vieira.

Segue abaixo os apoiadores deste projeto:

Prefeitura Municipal São Paulo do Potengi -
Cifop Cursos -
Cursinho Potengi -
Ronaldo Brandão -
Alex Supermercados
 Pacelli Souto -
Dr. EMILIA -
Deputado Souza -
Elias Alves - 
Ótica Campos -
Copiadora Central - 
Jadson Bordados -
CDL São Paulo do Potengi -
Jobson Alves -
Professor Moac


A imagem pode conter: 6 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé, óculos de sol e atividades ao ar livre

A imagem pode conter: 1 pessoa, em pé e atividades ao ar livre




A imagem pode conter: 6 pessoas, pessoas sorrindo, céu, crepúsculo e atividades ao ar livre

Fotos Silverio Alves e Edmilson Lima

No jogo político, o adversário não é um inimigo, mas sim alguém que almeja o mesmo objetivo: Vencer o pleito eleitoral!



Existe um ditado popular que diz: "Para se fazer política não é necessário ser inimigo do adversário, mas sim alguém que almeja o mesmo objetivo, vencer o pleito eleitoral, para o bem comum.


Porquanto, é de fundamental importância de que as pessoas entendam que na vida, como no jogo da política, as pessoas se definem e procuram percorrer seus próprios caminhos e nem sempre, eles convergem nas expectativas do outro.

Estivemos hoje à tarde na cidade de São Paulo do Potengi atendendo o convite da organização da final da Taça Cifop. Um fato que chamou atenção dessa blogueira foi ver dois amigos que agora serão adversários no pleito 2020, na disputa pala vaga no Poder Executivo.

 Fizemos um registro fotográfico com os dois pré-candidatos que ainda continuam amigos, porém, a partir de agora, serão adversários.

Ouvi alguns eleitores mais fervorosos dizendo: "Como é que pode? Eles estarem assim, juntos, sorrindo um para outro?" 

Outros disseram: "Poxa! Em São Paulo do Potengi nunca vimos isso, como será esse pleito?"
A resposta para tais perguntas seria: civilização do século 21, mundo globalizado, política como disputa de ideias, não de pessoas. A democracia é o verdadeiro Poder de escolhas.

Entenda o contexto, então:

O empresário Alex Azevedo foi um dos apoiadores da campanha do engenheiro Pacelly Souto em 2016, que perdeu a campanha por apenas 28 votos, fato inédito jamais visto em São Paulo do Potengi.

Passados quase quatro anos, o ex-vice- prefeito Pacelly deu seguimento em seu projeto político sendo, até 15 dias atrás, o único provável pré-candidato a prefeito da cidade, pelo lado da oposição.

O cenário político na capital do Potengi mudou...segundo informações que obtivemos, houve uma pesquisa interna de análise de prováveis cenários, onde o nome de Alex Azevedo chegou a ser bem avaliado na pretensão popular.

Finalizando a análise... 

Hoje, em São Paulo do Potengi, existem  dois nomes fortes para 2020: Pacelly Souto, do MDB, e Alex Azevedo, do DEM.

Será uma legítima disputa entre o Bacural e o Arara.

Dois amigos que não serão inimigos, porém adversários!

Alea jacta est! (A sorte está lançada!)

Que chegue logo 2020!

Texto de Adriana Nascimento