sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

O IBGE CONSTATA: RIACHUELO/RN É RICA EM POBREZA!

Pesquisamos, no sitio do IBGE, informações sobre a nossa cidade.
Consta dos dados informativos que "Foi nos idos de 1866, com o início de um povoamento, numa rica fazenda de criação de gado e com muitas lavouras, de propriedade de Manuel Severiano de Macedo, que nasceu um povoado, no município de São Gonçalo do Amarante com o nome de Riachuelo, em homenagem à famosa batalha naval   (Batalha de Riachuelo) a qual o fundador do povoado havia participado como combatente e voluntário da pátria.


"Em 1898, o povoado começava a se consolidar, mais precisamente, com a construção da capela em homenagem ao Sagrado Coração de Jesus, por iniciativa de Manuel Severiano de Macedo. Como tantos outros municípios, fundados em torno de uma Capela da Religião predominante na época. Hoje, vivemos outros tempos, onde a fé não se resume a uma só crença.


"Foi através da produção do algodão, da criação de gado e da fabricação de queijo que Riachuelo começou a progredir. No ano de 1943, passou a pertencer a São Paulo do Potengi, desmembrando-se no dia 20 de dezembro de 1963, pela Lei n° 3.018. Com a conquista de sua emancipação política, Riachuelo passou a ser um novo município potiguar."
 
Portanto, 20 de dezembro de 1963 é para Riachuelo uma data histórica, que deveria ser muito bem comemorada. A administração atual, no entanto, fez essa data passar desapercebida.
Ora, ao viajarmos pelo tempo, descobrimos que Riachuelo tem um passado, que começou em 1898, tendo o seu ponto culminante, de emancipação política, em 1963.
 
O atrativo de um Município é a sua história. Uma boa Administração deve preservar os prédios antigos, considerá-los como Patrimônio Cultural, para que as novas gerações conheçam a História de sua cidade, e se orgulhem da mesma.
Em Riachuelo, no entanto, não restam mais Prédios Históricos, graças à administração atual. Até há bem pouco tempo, havia o Mercado Público, que antes de ser Mercado era uma Capela, um Imóvel que jamais deveria ter sido demolido. Em seu lugar foi construída uma Praça pra lá de estranha: toda em piso de cerâmica, sem nenhum monumento, não tem sequer uma placa, que ninguém sabe para que foi feita. Teria sido para servir como praça de patinação? Mas os jovens de Riachuelo não têm nem emprego, quanto mais um par de Patins!

 
A Cidade tem ainda potencial para ser muito atrativa, mas não tem alguém, que esteja no poder público, com a mínima criatividade e inteligência para aproveitar o seu potencial.
Nossa cidade já foi uma grande produtora de algodão. Foi conhecida, em nível nacional, como a Terra do Queijo. Hoje, a fama do melhor queijo limita-se ao comércio local.
Trata-se de uma cidade muito bem localizada, por onde passa uma Rodovia Federal, a 304, que dá acesso a Mossoró e Fortaleza e, desse modo, poderia ser muito bem divulgada e conter atrativos turísticos.
 
 
Em Riachuelo temos uma Serra! a Serra da Formiga, local onde se pode ver paisagens deslumbrantes, e enxergar várias cidades circunvizinhas. Mas esse potencial também é esquecido. Aliás, essa comunidade é uma das que mais sofrem com a atual administração. Se no Centro da cidade falta água potável constantemente, imagine na Serra da Formiga e demais povoados!
 
O sítio do IBGE mostra dados atuais sobre a cidade (na verdade os dados são exaustivos) mas o que mais chama a atenção são os índices demográficos e de desenvolvimento social. Em Riachuelo há uma concentração de renda nas mãos de poucas pessoas, 25 habitantes ganham entre 10 a 20 salários mímimos, enquanto que 1.431 habitantes ganham até 01 (um) salário mínimo. E 2.330 pessoas não tem rendimento algum, ou seja, estão abaixo da linha de pobreza.
 
 
 
População em 2009: 7.171 habitantes, que dá uma densidade demográfica de 20 hab/km².
 
Vejam outros números:
 
Serviços de Saúde 2005:  Estabelecimentos de Saúde total: 3  estabelecimentos


 Estatíticas de nascidos vivos em 2008: 124 pessoas.
Casamentos registrados no ano: 16 casamentos.
 
Estatísticas do Cadastro Central de Empresas 2007



Número de unidades locais: 43 Unidades

 


Pessoal ocupado total:  470 Pessoas que trabalham, que têm um emprego (sinal de baixíssimo desenvolvimento).

População e Domicílios: Dados do Censo 2000, com divisão territorial 2001
Pessoas residentes há mais de 10 (dez) anos: 5.760 habitantes. Destes, 2.144 são mulheres, e 2.171 homens.

Pessoas residentes - 10 anos ou mais de idade - sem instrução e menos de 1 ano de estudo - municípios vigentes em 2001 -   861 habitantes



Pessoas residentes -  rendimento nominal mensal - até 1 salário mínimo -  1.431 habitantes


 Pessoas residentes -  rendimento nominal mensal - mais de 1 a 2 salários mínimos - 324 habitantes


Pessoas residentes -  rendimento nominal mensal - mais de 2 a 3 salários mínimos -  80  habitantes


Pessoas residentes -  rendimento nominal mensal - mais de 3 a 5 salários mínimos - 55  habitantes


 Pessoas residentes -  rendimento nominal mensal - mais de 5 a 10 salários mínimos -  51 habitantes


 Pessoas residentes -  rendimento nominal mensal - mais de 10 a 20 salários mínimos - 25 habitantes

Pessoas residentes -  rendimento nominal mensal - sem rendimento -  2.330  habitantes



Fonte: IBGE, Censo 2000, Estatísiticas de 2008 e 2009. sítio: http://www.ibge.gov.br/ (acessado em 26 de fevereiro de 2010).

A conclusão do nosso estudo é a confirmação do que dissemos em reportagens anteriores, ou seja, Riachuelo parou no tempo, ou melhor, mudou para pior. Não adianta os incorformados alegarem que estamos usando dados do Censo de 2000, mesmo porque há no site do IBGE dados de 2007 a 2009. O Censo é feito a cada dez anos, de modo que neste ano teremos novo censo. Se Deus quiser apresentaremos, também, dados do novo censo, quando faremos uma comparação (embora já saibamos do resultado).


  

domingo, 21 de fevereiro de 2010

MEMBRO DE CONSELHO DESABAFA: "Para trabalhar na sede, só água. Não existe apoio."



O Coselho Tutelar da Criança e do Adolescente de Riachuelo vem enfrentando muitas dificuldades. Falta-lhe apoio da Prefeitura Mmunicipal.
Criado por força da Lei nº 8069, de 13 de julho de 1990, o chamado Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), cujo surgimento foi polêmico, posto que incompreedido por alguns, que viam na Nova Lei apenas a proteção legal ao adolescente infrator. Mas a Lei é bem mais que isso.
O Conselho Tutelar, tendo origem nesta Lei, é um Órgão de muita importância para as municipalidades. Sua missão é das mais nobres: dar efetividade á política de Proteção Integral à criança e ao adolescente.
Ocorre que a Lei Federal, que promulgou o Estatuto deixou a cargo dos Municípios a criação, manutenção e assistência aos Conselhos.

São atribuições do Conselho atender as crianças e adolescentes em caso de omissão dos pais e responsáveis, ou mediante ato de prática infracional por criança ou adolescente; atender e aconselhar aos pais e responsáveis; promover a execução de suas decisões, podendo requisitar serviços públicos na saúde, educação, serviço social, previdência, trabalho e segurança; representar junto aos juízes nos casos de descumprimento injustificado de suas deliberações.



Cabe também ao Conselho Tutelar encaminhar ao Ministério Público notícia de fato que constitua infração administrativa ou penal contra os direitos da criança e do adolescente, dentre outras medidas.

Ocorre que um dos membros do Conselho Tutelar de Riachuelo, nos informou que, visando à prática de medidas preventivas, requisitou das autoridades competentes autorização para, junto com a Polícia Militar, que faz o policiamento ostensivo, sair às ruas de Riachuelo, após às 22:00 horas, com o fim de contactar crianças e adolescentes que porventura estivessem nos bares, boates, restaurantes, locais abertos ao público, destinados á clientela adulta.

Tal diligência foi feita no último Carnaval mas não teve o apoio da Prefeitura. Relata um dos membros do Conselho Tutelar, que  foram até o prefeito, Júnior Bernardo, relatar sobre o programa de Prevenção nos locais públicos e, em contrapartida, necessitariam de uma ajuda financeira para custear o Programa de Prevenção (cerca de R$ 300,00 - trezentos reais, dinheiro que serviria para despesas de alimentação, apoio logístico, dentre outros). O Prefeito falou  que somente poderia arcar com R$ 50,00 (cinquenta reais) para todos os conselheros que, num total de cinco, seria R$ 10,00 (dez reais) para cada um.
Ora, se tal valor for dividido para cada conselheiro, em cinco dias, teria sido o total de R$ 2,00 (dois reais) por dia.

A proposta do Chefe do Executivo Municipal, visivelmente indecorosa e sem o menor respeito à dignidade da criança e do adolescente, segundo um de seus membros, não foi aceita pelo Conselho.

Curiosamente, como noticiamos nesse blog, a Prefeitura recebeu, em o ano de 2009, para Assistência Social, a quantia de R$ 1.212.197,90 (um milhão, duzentos e doze mil, cento e noventa e sete reais e noventa centavos).


Com a Palavra um dos Membros do Conselho Tutelar, atualmente na presidência, Manoel Venâncio da Silva que, como cidadão, nos concedeu a seguinte entrevista:


Sr. Manoel Venâncio, qual foi a data da sua posse no Conselho Tutelar?

Venâncio: 4 de abril de 2007.

Quais as dificuldades que o senhor, como membro de um Conselho Tutelar, vem encontrando até hoje?

Vejo que a nossa maior dificuldade não é com a população, mas se trata de problemas internos, precisamente com o Governo Municipal, pois o mesmo não dá condições de manter o Conselho. Até material de expediente é precário. Também vejo o problema de falta de alimentação, não há nenhum respeito às pessoas que ali estão trabalhando ( e isso é meu ponto de vista), pois trabalhamos o dia inteiro e a maioria só bebe água, se quisermos nos alimentar na sede do Conselho, temos que providenciar a alimentação do próprio bolso.

Os senhor, atuando como Conselheiro, tem meios de transportes?

Sei que o Conselho não tem veículo próprio. A maior dificuldade também é a falta de transporte. Pois são 10 viagens ao mês que a Prefeitura permite que o Conselho faça, em carros particulares, sendo que 08 (oito) são para São Paulo do Potengi e 2 (duas) para Natal. Só que a demanda da população sempre aumenta, necessitando que os conselheiros empreendam muito mais do que dez viagens ao mês.

Qual sua opinião, ou constatação quanto à  Assistência Jurídica? Existe isso, ou não?

Não tem, e isto é um problema muito sério que vejo enfrentar, em nao haver esta assistência. Pois em muitos casos, como por exemplo, na falta de uma família substituta e no encaminhamento de uma criança para adoção, ou pensão alimentícia, é fundamental a presença de um advogado, mas o município não dá, nesse sentido, assistência alguma.

E o trabalho com a População?

Particularmente, cada conselheiro Trabalha com a denúncia dos populares, e averigua cada caso e encaminha ao Ministério Pùblico, que é o grande aliado da Instituição.

E como a população pede ajuda ao Conselho?

Geralmente, denunciam casos de abusos ou maus tratos contra crianças ou adolescentes, a maioria nao se identifica, a denúncia é anônima e, cada caso que tomo conhecimento, tenho que investigar, com a ajuda da polícia. Qualquer ligação de qualquer cidadão, sendo verdadeira e apontando indícios, estou  pronto a atender.

O senhor sente que a população dá credibilidade ao trabalho do Conselho?

Sinto, pois se a população não acreditasse nesse trabalho, com essas dificuldades enormes que se apresentam, pelo menos eu não estaria mais trabalhando.

E quando haverá as próximas eleições, já existe uma data?

Não, porque o Conselho de Direito das Crianças e do Adolescente (CDCA) já deveria estar formado há um ano. É este Conselho que se encarrega da preparação das eleições dos Conselheiros, segundo dispõe o ECA. Então, tal Conselho já deveria estar formado pelo menos seis meses antes das eleições, o que não ocorreu. Curiosamente, fizeram às pressas a  formação de um Conselho, com data retroativa (para dizer que foi formado há mais de seis meses) só que entendo isto como um ato ilegal, que não tem validade. Então, náo há uma previsão para as próximas eleições de Conselheiro Tutelar.

Com relação a essa irregularidade, o senhor já acionou o
Ministério Público Estadual?

Há mais ou menos dois meses conversamos com o Promotor de Justiça, Dr. Fontes, e ele disse que não podia, de forma alguma, haver novas eleições, sem que fosse formado em tempo o Conselho de Direitos da Criança e do Adolescente.

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

NÚMEROS QUE ASSUSTAM!


Devido ao sucesso da última notícia, sobre o quanto Riachuelo/RN arrecadou em 2009, do Governo Federal, pois os números são impressionantes e, até mesmo, assustadores, face à ineficiência do serviço público prestado, num Município pobre, sem sinais de desenvolvimento, com a saúde prestando um atendimento não muito bom, para não dizer ruim; a educação transportando alunos em paus-de-araras; os idosos sem assistência integral; a assistência social, também omissa, procuramos pesquisar, detalhadamente, no sítio informado (a palavra inglesa "site", em português torna-se "sítio") mais pormenorizadamente o envio de vultosas quantias ao Município.
   Na verdade, ao analisar os números, quase não acreditamos. Como pode o Governo Federal enviar tantos recursos a um município tão pequeno? Quais os critérios de envio de recursos? Por que não existe uma efetiva fiscalização da aplicação desses recursos? Sabemos que o Governo Federal, representado pela União Federal (o nome oficial do Governo na Constituição Federal, de 5 de outubro de 1988), sabemos, pois que o Governo é bastante rigoroso na fiscalização de tais recursos. Talvez precise alguém avisar à Controladoria Geral da União (CGU) sobre a não aplicação desses recursos no Município, ou quem sabe somente esteja sendo aplicado parte dos valores.


Ora, como não se pode atirar no escuro, a única saída, então, é que a CGU (Controladoria Geral da União) desperte para uma Auditoria nas contas públicas do Município de Riachuelo
   Sabemos, de igual modo, que esse dinheiro é de todos nós, contribuintes, cidadãos que pagamos nossos impostos em dia. A cada dia, em tudo que consumimos vem embutidos nos preços cobrança de impostos: ICMS (Imposto sobre circulação de Mercadorias e Serviços, esse imposto é estadual, ao comprar, por exemplo, 1 Kg de feijão, você paga tal imposto; sua conta de luz também cobra, em média, 17 % do valor que você paga);. Para conferir os dados, veja, mais uma vez, os números detalhadamente.
O que não da pra entender é que o atual gestor vive muito ausente da nossa cidade, uma cidade entregue ao Deus dará. O que o povo reivindica é que o nosso prefeito pelo menos compareça a prefeita uma vez no mês, porque do  que se encontra nossa cidade sem atendimento médico, sem uma educação de qualidade, alunos universitários tendo que custear transportes para se locomoverem até a capital do estado, tanta coisa errada nessa cidade e o povo a mercê, porém os recursos do governo federal não param de chegar é o que mostra os gráficos do portal da transparência, recursos vindo diariamente de  Brasília vejam abaixo:

Transferência de Recursos por Estado/Município
Total destinado ao Estado:


R$ 5.091.942.400,22 (cinco bilhões, noventa e um milhões, novecentos e quarenta e dois mil e quatrocentos reais, e vinte e dois centavos)


Total destinado ao Governo do Estado:


R$ 2.565.194.039,26 (dois bilhões, quinhentos e sessenta e cinco milhões, cento e noventa e quatro mil e trinta e nove reais e vinte e seis centavos)


Total destinado aos municípios do Estado:

R$ 2.526.748.360,96 (dois bilhões, quinhentos e vinte e seis milhões, setecentos e quarenta e oito mil e trezentos e sessenta reais e noventa e seis centavos)

Total destinado ao município RIACHUELO:
R$ 6.959.186,29
A maioria dos internautas, perplexos com o assunto, ainda perguntam: Onde está o dinheiro? O gato comeu?

O BLOG COMENTA:
SERÁ????????
Nota: Somente em dezembro de 2009 o Município recebeu R$ 771.924,02 (setecentos e setenta e um mil, novecentos e vinte e quatro reais e dois centavos).

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

RIACHUELO EM NÚMEROS, VEJA O QUE NOSSA CIDADE RECEBEU EM 2009



RIACHUELO NÚMEROS DO GOVERNO FEDERAL- REPASSE PARA MUNICÍPIO ANO 2009.





   Para quem quiser saber quanto o Município de Riachuelo/RN recebeu, de recursos federais (sem contar os estaduais e do próprio Município) basta acessar o site do Portal da Transparência, do Governo Federal, cujo endereço é o seguinte: http://www.portaldatransparencia.gov.br/ e verá o leitor/internauta que são impressionantes os números, em contraste com os resultados que vemos a olho nu, nas ruas, nas calçadas, no Posto de Saúde, nas escolas, etc etc.

    O portal indica que, em 2009, o Município recebeu quase R$ 7.000.000,00 (sete milhões de reais), exatos R$ R$ 6.959.186,29 (seis milhões, novecentos e cinquenta e nove mil, cento e oitenta e seis reais e vinte e nove centavos).

   Contudo, se fizermos perguntas básicas aos cidadãos sobre os serviços essenciais, as respostas são, em esmagadora maioria, negativa. Perguntas tais como: Educação funciona? Tem transporte digno para os alunos? Os alunos da creche se alimentam bem? Os idosos tem assistência integral, como prevê o Estatuto do Idoso? Os jovens têm emprego? O comércio é incentivado? Existe feira livre? O Lixo é tratado como deveria? A população tem medicamentos? Tem bom atendimento? O prefeito, pelo menos, dá expediente na Prefeitura?   Não,    não   e não!!!!!!

      Claro que administrar um Município não é fácil, mas deixar que o município seja, sempre, exemplo de atraso econômico, quando se recebe tantos recursos, não dá para compreender.

     Como tais serviços são deficientes, alguns quase inexistentes, e já estamos no período do Carnaval, cabe aqui a pergunta, em forma de marchinha: "Onde está o dinheiro? o gato comeu, comeu e ninguém viu. O gato fugiu e não se sabe do seu paradeiro."


    Para demonstrar que não estamos mentindo, veja os gráficos e os números dos recursos recebidos.











RECURSOS FEDERAIS QUE O MUNICÍPIO DE RIACHUELO RECEBEU NO ANO DE 2009




R$ R$ 6.959.186,29 (seis milhões, novecentos e cinquenta e nove mil, cento e oitenta e seis reais e vinte e nove centavos).




Cadastro de ConvêniosRecursos Recebidos do Governo Federal em 2009
Recursos Recebidos por Área Encargos Especiais -- R$ 4.923.710,97
Assistência Social -- R$ 1.212.197,90


Saúde --R$ 648.196,01
Educação -- R$ 175.081,41
Recursos Recebidos por Ação FPM - CF art. 159 --- R$ 3.602.824,93
FUNDEB -- R$ 1.166.191,96


 PSF -R$ 479.808,00


PAB Fixo - R$ 114.735,11


Apoio Financeiro aos Municípios para Compensação da Variação Nominal Negativa Acumulada dos Recursos Repassados pelo Fundo de Participação dos Municípios -FPM entre os Exercícios de 2008 e 2009 -- R$ 84.290,49


Recursos Pagos Direto ao Cidadão Bolsa Família -- R$ 947.025,00


Transferência de Renda - PETI -- R$ 1.025,00


Nota: Somente em dezembro de 2009 o Município recebeu R$ 771.924,02 (setecentos e setenta e um mil, novecentos e vinte e quatro reais e dois centavos).

ANALISE BEM O GRÁFICO:





sábado, 13 de fevereiro de 2010

RESULTADO DA ENQUETE O QUE VOCÊ ACHA DA ATUAL ADMINISTRAÇÃO?????

COM MAIS DE 75%  DOS VOTOS,OS INTERNAUTAS VOTARAM QUE A ADMINISTRAÇÃO DO NOSSO ATUAL PREFEITO, JÚNIOR BERNADO, É CONSIDERADA RUIM!

APENAS 5% DOS VOTANTES CONSIDERAM A ADMINISTRAÇÃO DO ATUAL PREFEITO EXCELENTE; 1% CONSIDERAM REGULAR E 1% BOA.
É O QUE SE COMENTA HOJE, NO MUNICÍPIO, QUE O PREFEITO PERDEU SUA CREDIBILIDADE  E SEU CARISMA COM A POPULAÇÃO DEVIDO AO FATO DO MESMO NÃO HAVER CUMPRIDO, PARA MUITOS ELEITORES, SUAS PROMESSAS DE CAMPANHA. NÃO BASTASSE ISSO, SEU PROCESSO DE CASSAÇÃO TAMBÉM DERRUBOU, DE CERTA FORMA SUA CREDIBILIDADE.

O Prefeito atual, teve o mandato cassado em 31 de julho de 2009, no TRE/RN (Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte).  O prefeito aguarda, porém, decisão definitiva no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) em Brasília - DF. A depender do mérito do recurso, o processo pode ainda ser analisado pelo STF (Supremo Tribunal Federal).  Em sua fase atual, o processo está na Procuradoria da República Eleitoral desde 29 de novembro de 2009, aguardando parecer do Procurador.

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

POLÍCIA FEDERAL PRENDE GOVERNADOR ARRUDA- DF

O GOVERNADOR JOSÉ ARRUDA FOI PRESO HOJE EM BRASÍLIA

O decreto de prisão preventiva de Arruda foi expedido após parecer da Procuradora-Geral da República. Por 12 votos a 2, os ministros da Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça (STJ) determinaram a prisão do governador e de mais quatro pessoas envolvidas na tentativa de suborno do jornalista Edmilson Edson dos Santos, conhecido como Sombra.



Arruda teria proposto o pagamento de propina na tentativa de fazer com que Sombra mentisse em depoimento à Polícia Federal. O advogado do governador, Nélio Machado, afirma que Arruda está sendo submetido a constrangimento ilegal, pois a prisão, segundo ele, é "abusiva, ilegal e desnecessária". “Jamais se viu perseguição como a que vem atingindo há mais de dois meses o governador do Distrito Federal", afirma,em seu pedido de habeas corpus.


Prisão

A prisão do governador foi decidida na tarde desta quinta-feira pela Corte Especial do STJ por 12 votos a 2. Arruda é suspeito de envolvimento em esquema de corrupção que envolve membros do governo, deputados e empresários.

O pedido de prisão foi baseado na suposta tentativa de suborno ao jornalista Edmilson Edson dos Santos, conhecido como Sombra. Por meio de um enviado, o governador teria proposto o pagamento de propina na tentativa de fazer com que Sombra mentisse em depoimento à Polícia Federal.


O STJ também decretou a prisão de mais quatro envolvidos na suposta tentativa de suborno: Rodrigo Arantes, sobrinho e secretário do governador, que se entregou àPF nesta noite, Welinton Moraes, ex-secretário de governo, o ex-deputado distrital Geraldo Naves (DEM), que agora é suplente, e Haroaldo
Brasil Carvalho, ex-diretor da companhia Energética de Brasília(CEB)




O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Ophir Cavalcante, disse nesta quinta, por meio de nota, que a prisão do governador “pode ser o marco histórico da quebra da impunidade na política brasileira”. “A decisão confere esperança à sociedade de que é possível derrotar a corrupção”.

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

FUNCIONÁRIOS DA PREFEITURA REIVINDICAM CALENDÁRIO

OS FUNCIONÁRIOS DA REDE PÚBLICA MUNICIPAL REIVIDICAM O CALENDÁRIO DE PAGAMENTO - ANO -2010.



Até a presente data não foi estabelecido o calendário de pagamento dos funcionários públicos municipais. Já virou tradição na Administração Pública de muitos municípios o fornecimento do calendário de pagamento dos servidores. Riachuelo teve tal calendário até o primeiro semestre do ano passado.
Houve, já em 2009, uma mudança de datas nos pagamentos, devido à rescisão do contrato com o Banco do Brasil, e a venda da folha de pagamento para a Caixa Econômica de João Câmara (Município, há 47 km, muito mais longe do que São Paulo do Potengi/RN, média de 17 km).
A insensatez da troca de bancos, sem consulta pública aos funcionários, custou muito caro aos mesmos. Com as mudanças de datas, houve um descontrole no cumprimento dos compromissos dos funcionários. Os servidores pagaram juros e correção monetária, face ao inadimplemento nas datas marcadas.
E hoje, a situação piorou, sem o calendário. Há uma completa omissão do Poder Público quanto à definição do mesmo. Um servidor, que não quis se identificar, com medo de ser perseguido (embora já seja efetivo e tenha direito à estabilidade) perguntou à autora desse blog o seguinte: "Por que que o atual prefeito, Junior
Bernardo, não cumpriu com a promessa da última campanha, de dar continuidade do calendário de pagamento durante os seus últimos quatro anos de governo? Até o presente momento ele não cumpriu.
"
É isso aí, os servidores precisam se programar para cumprir com seus compromissos em dia. Sabem, apenas, que o pagamento dos funcionários tem saído no final do mês, mas não se sabe a data exata, se no dia 28, 29, 30 ou 31.

CADÊ O CALENDÁRIO?

? ? ? ? ? ? ? ? ? ? ? ? ? ?


Outra reivindicação dos funcionários trata da questão dos descontos do INSS que, em muitos casos, demonstra-se não terem sido repassados para a Previdência Social. Mas quanto a isso, estamos pesquisando, investigando, coletando dados, consultando autoridades constituídas, para fornecer informações detalhadas sobre os aparentes indícios de fraude. A autora desse blog já dispõe de documentação sobre o caso.
 




sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

RIACHUELO, CIDADE FECHADA AO SISTEMA FINANCEIRO.

UMA CIDADE QUE ESTÁ FECHADA PARA PARA AS TRANSAÇÕES ECONÔMICAS DOS COMERCIANTES E DOS FUNCINÁRIOS PÚBLICOS MUNICIPAIS.

O Tempo em que vivemos é chamado de pós-modernidade; o século em que vivemos, no calendário cristão é o 21 (assim mesmo, em algarismos arábicos). Para alguns estamos vivendo na Era da Tecnologia, do dinheiro de plástico, ou como a Veja noticiou há algum tempo, do dinheiro volátil. De modo que, quem se refere aos tempos atuais como contemporãneo (ou contemporaneidade) já está atrasado em seu relógio.
Pois bem, Riachuelo não vive nem uma coisa nem outra, parece que estamos, aqui, na idade da Pedra Lascada (para quem não sabe, ou não se lembra, na pré-história, ou seja, antes da escrita, houve dois períodos: o da pedra lascada e o da pedra polida - mais evoluído, Riachuelo, em matéria de tecnologia,  pertence ao primeiro). 


Sendo mais claro: As pessoas comuns e os funcionários públicos que necessitariam de uma Banco para receber seus proventos, criar conta bancária, conta-poupança, têm que se deslocar até São Paulo do Potengi (17 km) ou João Cãmara (a uns 47 Km), tudo porque em Riachuelo NÃO EXISTE BANCO OFICIAL, em verdade não existe sequer um CAIXA ELETRÔNICO (que seria útil para os funcionários que são obrigados a se deslocar, não a São Paulo do Potengi, que era mais perto, mais a João Câmara, que é mais longe - o prefeito Junior Bernardo, em oculta negociação, vendeu a folha de pagamento para a Caixa de João Câmara, dificultando o assesso dos usuários). Para se deslocar para João Câmara hoje, o funcionário tem que pagar R$ 25,00 (vinte e  cinco reais) de mototaxi; R$ 40,00 (quarenta reais) de carro fretado. Se a pessoa for de carro próprio tem que desembolsar, em média, R$ 30,00 (trinta reais) de combustível. 


Falta ao deficiente, ineficente e inoperante Poder Público, consciência. Ora, se em uma cidade que se pretende crescer - que não é o caso de Riachuelo - é evidente que tal cidade deve facilitar o fluxo de moeda em seu território, incentivar o comércio local e assim gerar renda - então, a presença de alguma instituição financeira no município é um sinal de desenvolvimento. E não venham falar que existe o BANCO POSTAL do Bradesco, pois tal banco nao dispõe de caixa eletrônico para os seus clientes (quem mexe nos caixas são os próprios funcionários dos Correios).
No passado recente Riachuelo já teve um Banco (o Banco do Brasil) que, por negligência do atual prefeito, foi assaltado (falta de segurança) e, na sequencia, extinto. O mandatário do poder, claro, não passa por tal costrangimento (de não poder fazer operações bancárias on line), pois não mora no município.



INFELIZMENTE ESSA É A REALIDADE DE NOSSO MUNICÍPIO.
O CAIXA ELETRÔNICO QUE BENEFICIAVA NOSSA CIDADE FOI ASSALTADO HÁ MAIS DE 04 ANOS, E NOSSOS GOVERNANTES NADA FIZERAM PARA RESOLVER O PROBLEMA.
COM ISSO, A CIDADE PERDEU MUITO.  NÃO HÁ INCENTIVO PARA O COMÉRCIO. HOJE, NOSSOS COMERCIANTES SOFREM COM O DESCASO PÚBLICO
ONDE TODO NOSSO DINHEIRO GIRA EM OUTRAS CIDADES, DEIXANDO O MUNÍCIPIO
EM DECADÊNCIA ECONÔMICA, NÃO TEMOS SEQUER UMA FEIRA LIVRE.


Nota: A autora desse blog não se omite nem se intimida com reações esperadas de mentes despreparadas para a crítica, séria e enérgica. Não está cometendo crime algum, mesmo porque está amparada por lei. As informações que passa são de notório conhecimento público. Ao contrário das mentes despreparadas, que se escondem por trás do anonimato, diz o que sente e o que escreve e, inclusive, aceita as críticas, caso tenha alguma seriedade. E, de antemão, avisa aos desavisados, para não ingressarem em Aventura Judicial, os seguintes artigos, que não são poucos, que lhe amparam:  "É LIVRE A EXPRESSÃO DA ATIVIDADE INTELECTUAL, ARTÍSTICA, CIENTÍFICA E DE COMUNICAÇÃO, INDEPENDENTEMENTE DE CENSURA OU LICENÇA;" (inc. IX, do art. 5º da Constituição Federal); "É ASSEGURADO A TODOS O ACESSO À INFORMAÇÃO E RESGUARDADO O SIGILO  DA FONTE, QUANDO NECESSÁRIO AO EXERCÍCIO PROFISSIONAL" (inciso XIV, do mesmo artigo).




quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

ESGOTOS A CÉU ABERTO EM RIACHUELO!!!!

A CIDADE DE RIACHUELO-RN QUE FICA AS MARGENS DA  BR 304.

Nota: A autora desse blog não se omite nem se intimida com reações esperadas de mentes despreparadas para a crítica, séria e enérgica. Não está cometendo crime algum, mesmo porque está amparada por lei. As informações que passa são de notório conhecimento público. Ao contrário das mentes despreparadas, que se escondem por trás do anonimato, diz o que sente e o que escreve e, inclusive, aceita as críticas, caso tenha alguma seriedade. E, de antemão, avisa aos desavisados, para não ingressarem em Aventura Judicial, os seguintes artigos, que não são poucos, que lhe amparam: "É LIVRE A EXPRESSÃO DA ATIVIDADE INTELECTUAL, ARTÍSTICA, CIENTÍFICA E DE COMUNICAÇÃO, INDEPENDENTEMENTE DE CENSURA OU LICENÇA;" (inc. IX, do art. 5º da Constituição Federal); "É ASSEGURADO A TODOS O ACESSO À INFORMAÇÃO E RESGUARDADO O SIGILO DA FONTE, QUANDO NECESSÁRIO AO EXERCÍCIO PROFISSIONAL" (inciso XIV, do mesmo artigo).








Algumas fotos são meramente ilustrativas, pois a realidade do município é muito mais dramática do que o conteúdo das mesmas. Usamos de eufemismo, procurando não piorar uma situação que já se encontra deplorável. outras fotos são reais, cujos fotografados, por medo de repressão, preferem esconder o rosto pois infelizmente, aqui, o coronelismo ainda reina, de forma decadente, claro. Em todo caso, estamos acobertados pelo direito de expressão, pois "é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (CF, art. 5º), "é garantida a liberdade de consciência e de crença" e o País é um Estado Democrático de Direito, sem exceções. E, além disso, qualquer semelhança com nomes, pessoas e acontecimentos, NÃO É mera coincidência




INFELIZMENTE ESSA É A REALIDADE QUE HOJE ENCONTRAMOS EM  NOSSO MUNICÍPIO
COMO JÁ FOI MOSTRADO, NOS ÚLTIMOS DIAS, NESSE MEIO DE COMUNICAÇÃO , O PROBLEMA DO LIXÃO QUE É UMA VERGONHA EM PLENO ´SÉCULO 21 AINDA ACONTECER UM FATO DESSE! JÁ DIVULGAMOS. E, AGORA MAIS UMA RECLAMAÇÃO POPULAR, QUE SÃO OS ESCOTOS A CÉU ABERTO, FOSSAS ESTOURADAS NAS RUAS, ESCOTOS ESTOURADOS, E MUITA SUJEIRA, CAUSANDO MUITA DOÊNÇA.
UM VERDADEIRO DESCASO PÚBLICO, A POPULAÇÃO SE ENCONTRA SEM SABER O QUE FAZER, POIS NÃO TEM UMA SOLUÇÃO PARA O PROBLEMA.
ESSE BLOG FOI CRIADO JUSTAMENTE PARA DENUNCIAR OS PROBLEMAS QUE NOSSA CIDADE VEM ENFRENTANDO COM ESTA ADMINISTRAÇÃO, UMA FALTA DE COMPROMISSO COM O POVO.
UM DOS LOCAIS MAIS AFETADOS NO MUNICÍPIO,  FICA NO BAIRRO NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO, UMA ÁREA MUITO AFETADA POR ESSES DESCASOS PÚBLICO.
NO BAIRRO VIVEM HOJE ,UMA ESTIMATIVA  COM MAIS DE 2.000(DUAS MIL) PESSOAS, QUE SOFREM COM A IRRESPONSABILIDADE DO PODER PÚBLICO MUNICIPAL.
QUE TAMBÉM SOFRE HÁ MUITO TEMPO COM A FALTA D"ÁGUA, OUTRA PROBLEMÁTICA, QUE  EM MUITO BREVE VAI SER MANCHETE DESSE MEIO DE COMUNICAÇÃO, AGUARDEM!


quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

O PARTIDO DA REPÚBLICA-PR EM RIACHUELO DE CARA NOVA!!

O PR (PARTIDO DA REPÚBLICA) DE NOSSA CIDADE AGORA ESTÁ DE CARA NOVA, COM NOVOS FILIADOS:









Dr: Antônio Carlos, certamente vem a ser um excelente fortalecimento
no PR, uma pessoa instruída, que procura demonstrar os direitos dos cidadãos e suas lutas pela Justiça.
É muito bem vindo!



O Partido da República - PR, que, a nível nacional, é uma fusão do Antigo PRONA e do PL, surgiu em Riachuelo/RN em 2006, cuja presidência da diretoria local coube à Sra. Adriana Firmino da Silva Nascimento. O presidente do PR no Estado, Dep. federal João Maia, confiou à direção local do Partido à Adriana Nascimento, por perceber que a mesma era a pessoa que mais se adequava aos ideais do Partido.
Esses ideiais, defesa das liberdades individuais, respeito às instituições políticas, zelo com a coisa pública, constituem a base de sustentação da ideologia partidária.


E, atualmente, a presidência está com o Suplente de Vereador Júnior Camaleão , juntamente com o Dr. Antônio Carlos do Nascimento, na vice-presidência, e outras lideranças que estão estudando a possibilidade de entrar para o Partido, com o escopo de fortalecê-lo, a nível local. O novo presidente, Júnior Camaleão, era antigo filiado do DEM, importante liderança que rompeu com o atual prefeito de Riachuelo, teve 172 votos na última eleição, na primeira vez em que se candidatou a um cargo político, ficando na suplência.
O Partido da República, sempre resguardando a ética e a transparência de suas ações, está se preparando para a campanha do seu mais nobre Deputado, Dr. João Maia, que disputará a reeleição na Câmara Federal, onde tem desenvolvido um excelente trabalho.
Embora seja um Partido novo, a nível estadual e municipal, a diretoria local já contabiliza mais de 150 (cento e cinquenta) filiados.

A todos os simpatizantes do PR, em breve, haverá na cidade um Ato de Filiação, com a presença do maior lider do partido no Estado, Deputado Federal João Maia.
JÚNIOR CAMALEÃO É BEM VINDO AO PR
ELE QUE AGORA FAZ PARTE DE UM GRUPO QUE CUMPRE A ÉTICA POLÍTICA
EM BREVE GRANDES NOVIDADES, DE POSSÍVEIS LIDERANÇAS QUE INGRESSARÃO
NO PARTIDO NO NOSSO MUNICÍPIO, COM CERTEZA ESSE GRUPO VAI DAR O QUE FALAR!




segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

O PROBLEMA DO LIXO EM RIACHUELO

O nosso município enfrenta, por muitos anos, uma grave problemática que vem sendo há muito tempo criticada por todos os habitantes de Riachuelo: o problema do lixo urbano, onde os mesmos reividicam a implantação de aterro sanitário e eliminação do lixão existente em nossa cidade. A mobilização popular, há muito tempo, ainda na câmara municipal, fez uma uma solicitação, onde se constatou que o município vinha depositando os resíduos produzidos pela população do município em local inadequado, a céu aberto, sem nenhum critério técnico, causando poluição e danos à saúde humana, além de ser empreendimento executado sem a devida licença ambiental. Segundo os moradores, além de não haver no local da lixeira sistema de isolamento da área, permitindo o livre acesso de pessoas e animais, há no lixão a emissão de odores e a presença de vetores causadores de doenças infecto-contagiosas; bem como de catadores; há descontrole geral dos tipos de resíduos (domésticos, hospitalares e industriais) depositados na área do lixão. Constatou-se que no “lixão” de Riachuelo os resíduos são dispostos sobre o solo, não se procedendo à
cobertura dos mesmos, não existindo destinação diferenciada para os diversos tipos de resíduos. Para agravar a situação, o lixão de Riachuelo está situado à margem da Br 304 onde toda poluição atinge a moradia dos habitantes, causando graves consequências de saúde para a população.
Algumas fotos são meramente ilustrativas, pois a realidade do município é muito mais dramática do que o conteúdo das mesmas. Usamos de eufemismo, procurando não piorar uma situação que já se encontra deplorável. outras fotos são reais, cujos fotografados, por medo de repressão, preferem esconder o rosto pois ali, infelizmente, aqui, o coronelismo ainda reina, de forma decadente, claro. Em todo caso, estamos acobertados pelo direito de expressão, pois "é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (CF, art. 5º), "é garantida a liberdade de consciência e de crença" e o País é um Estado Democrático de Direito, sem exceções. E, além disso, qualquer semelhança com nomes, pessoas e acontecimentos, NÃO É mera coincidência
Nota: A autora desse blog não se omite nem se intimida com reações esperadas de mentes despreparadas para a crítica, séria e enérgica. Não está cometendo crime algum, mesmo porque está amparada por lei. As informações que passa são de notório conhecimento público. Ao contrário das mentes despreparadas, que se escondem por trás do anonimato, diz o que sente e o que escreve e, inclusive, aceita as críticas, caso tenha alguma seriedade. E, de antemão, avisa aos desavisados, para não ingressarem em Aventura Judicial, os seguintes artigos, que não são poucos, que lhe amparam: "É LIVRE A EXPRESSÃO DA ATIVIDADE INTELECTUAL, ARTÍSTICA, CIENTÍFICA E DE COMUNICAÇÃO, INDEPENDENTEMENTE DE CENSURA OU LICENÇA;" (inc. IX, do art. 5º da Constituição Federal); "É ASSEGURADO A TODOS O ACESSO À INFORMAÇÃO E RESGUARDADO O SIGILO DA FONTE, QUANDO NECESSÁRIO AO EXERCÍCIO PROFISSIONAL" (inciso XIV, do mesmo artigo).