quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

PPS quer lançar candidaturas em diversas cidades nas eleições municipais de 2012



O deputado estadual Wober Júnior (foto), presidente do PPS, está articulando o lançamento de candidatos a prefeito, vice-prefeito e vereador na capital, bem como nas principais cidades do estado.
Como não logrou êxito na candidatura para deputado federal, em 2012, Wober pode disputar um cargo eletivo em 2012 seja de prefeito, vice ou vereador em Natal. “Se vamos ter candidatos na majoritária vai depender da conjuntura”, disse o presidente da legenda.
AQUI EM NOSSA CIDADE, JÁ SE DECALROU COMO CANDIDATO A PREFEITO O EX- VEREADOR MICARLOS MEDEIROS, TAMBÉM DO PPS, QUE VEM COMO UMA OPÇÃO PARA O POVO DE CACHUEIRA DO SAPO, ESSE AÍ VAI DA TRABALHO, POIS VEM DE UMA COMUNIDADE QUE É A SEGUNDA VOTAÇÃO DO MUNICÍPIO, ONDE TEM HOJE   MAIS DE 800 VOTOS , EITA QUE SE FOR CONCRETIZADA A CANDIDATURA DE MICARLOS VAI DA MUITA DOR DE CABEÇA AO ATUAL PREFEITO JÚNIOR BERNARDO, O MESMO PERTENCE AQUELE DISTRITO,E QUE APOIA MARA CAVALCANTE PARA PREFEITA. E AGORA? O POVO DE CACHUEIRA VOTARÁ NO FILHO DA TERRA OU NA FILHA DO EX PREFEITO GONZAGA? EITA QUE ESSE MICARLOS TÁ TIRANDO O SONO DE MUITA GENTE !

Presidente do TCE pode disputar a prefeitura de Macaíba em 2012



O atual presidente do Tribunal de Contas do Estado, conselheiro Valério Mesquita (foto), está entre os prováveis candidatos à prefeitura de Macaíba, na região metropolitana de Natal.
Ele deve disputar o pleito de 2012 contra a atual gestora do município, Marília Dias. Valério Mesquita exerceu na vida pública os cargos de prefeito de Macaíba e deputado estadual. O conselheiro conta com a apoio do ex-prefeito Luizinho Soares.

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

COMEÇA A CORRIDA RUMO À CADEIRA DO EXECUTIVO: MICARLOS DECLARA-SE CANDIDATO A PREFEITO!




Primeiro foram comentários de anônimos em meu blog, depois uma constatação: entramos em contato e é verdade: Micarlos quer ser Prefeito de Riachuelo (vide penúltima postagem).

 Segundo suas próprias palavras, pretende ser uma renovação no quadro político, uma alternativa ao eleitor que anseia por ver novos nomes à frente do Poder Executivo no pequeno, desprezado, abandonado, jogado às traças, humilhado, espezinhado Município de Riachuelo/RN. Em tempos de democracia plena, este jovem demonstra ousadia.
E o mais curioso é que um anônimo do blog comentou: Um político da situação, o chefe mor da hora da vez, foi à casa de Micarlos para persuadi-lo a desistir dessa ideia. O rapaz manteve-se impassível, firme e forte na ideia. Quer ver mudança a todo custo. Depois esse político, da situação, repita-se, foi à casa do pai de Micarlos, o qual declarou: "Estou com meu filho para o que der e vier. Se ele quer, estou com ele nessa empreitada." Será que tudo isso foi boato? A conversa pode ter sido mas o fato é que o mais novo candidato confirmou ser um pré-candidato ao pleito eleitoral de 2012.
Outros anônimos disseram que, pasmem, CACHOEIRA DO SAPO está com MICARLOS! Então, quer dizer que é o fim do coronelismo? É, parece que o último resultado das urnas deu o seu claro recado: Riachuelo não é mais a mesma e, ao que parece, daqui pra frente, muita coisa pode mudar.
Minha postura do blog é de imparcialidade. 


Quem é que não sonha com uma Riachuelo melhor?

 Seja lá quem vá assumir a Cadeira do Executivo em 2013, que seja para o bem de Riachuelo. Que essa cidade consiga sair do estado de letargia; que haja alguém com autoridade para lutar pelos direitos do povo; 

que construa casas, calce ruas, traga feiras-livre; alimentação para as crianças; atenção aos idosos, que pare com a ambulancioterapia em SPP, que dê real atenção à saúde, à educação; que torne a cidade um centro de comércio; que venham bancos, instituições financeiras; que os jovens tenham ocupações dignas, capicitações; que os garis sejam tratados como gente e não como lixo; que o lixo tenha um destino não poluidor; que os porcos da cidade tenham uma pocilga; que os agricultores tenham um decente corte de terra; que se restaure, enfim, a dignidade da pessoa humana.

Logo, nossa intenção é que a desprezada, espezinhada, esquecida, humilhada, escanteada, jogada às traças Riachuelo renasça das cinzas. Se este jovem se propõe a este desafio, resta-nos a saudar com a velha máxima dos romanos: Alea jacta est! (A sorte está lançada!).

FUTURO CANDIDATO A PREFEITO EM RIACHUELO MICARLOS MEDEIROS FALA AO BLOG

Oi, Adriana/Antonio Carlos. Obrigado pelo contato. Te procurei em SPP para conversar, mas não consegui encontrar sua casa. Em março estarei aí...Seguinte, há algum tempo venho estudando e avaliando o cenário político da nossa Riachuelo. E apesar de manter um bom relacionamento pessoal com toda a classe política local, sou contrário a forma como os 2 blocos existentes no município praticam política no município (sem diálogo entre líderes, sem participação popular, sem um plano futuro para o município).

 Dai o meu posicionamento contra esse sistema de luta pelo poder e não pelo garantia de direitos. Conversando com pessoas e constatei muita desilusão e falta de esperança nas conversas que tive, e daí surgiu a ideia de eu encabeçar uma chapa, como pré-candidato a prefeito. Para isso, resolvi criar um novo bloco, formado basicamente por pessoas que desejam uma mudança ou renovação no quadro atual e na implantação de uma nova forma de gestão no município. É preciso deixar claro que esse projeto não é contra a vida pessoal de nenhum político, o respeito as pessoas é uma marca na minha vida pública. E também não é um bloco de contra bacurais ou araras, queremos todos unidos pelo bem de Riachuelo. Enfim, plantamos a semente, visando despertar as pessoas e mobilizá-las a respeito da necessidade de mudança na forma de se fazer política (administrar) Riachuelo. Não será fácil, sem apoio de governo, prefeitura e, principalmente, sem dinheiro, mas vale lembrar que o maior homem do mundo (Jesus) pregou no deserto.
OBRIGADO PELO ESPAÇO NO SEU BLOG

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Prefeitos do Piauí têm prisão decretada por desvio de R$ 3,7 milhões



Uma operação deflagrada no Piauí na manhã de hoje (19) resultou em 30 mandados de prisão temporária, nove deles contra prefeitos e ex-prefeitos acusados de diversos crimes envolvendo a gestão pública.
Os prejuízos são estimados em R$ 3,7 milhões. A chamada Operação Geleira é uma ação conjunta da Polícia Federal, Controladoria-Geral da União (CGU) e o Ministério Público Federal.
Além dos prefeitos e ex-prefeitos, a rede criminosa era formada por assessores, servidores públicos, empresários e lobistas. Foram cumpridos 84 mandados de busca e apreensão, que resultaram no recolhimento de veículos, computadores, valores e documentação que comprova as fraudes. Segundo a CGU, 33 empresas estavam envolvidas no esquema.
Os grupos agiam em pelo menos 21 municípios do Piauí desviando recursos federais destinados aos municípios por meio de transferências previstas na Constituição Federal ou voluntárias. A principal destinação dos recursos era em programas nas áreas de educação e saúde.

Entre os indícios de crimes praticados estão falsificação de documentos; criação de empresas fantasmas; desvio de recursos públicos federais e municipais; sonegação fiscal; lavagem de dinheiro e emissão e comercialização de notas fiscais frias com prefeituras.
Segundo a CGU os gestores públicos e servidores tinham a ajuda de escritórios de contabilidade e lobistas para encomendar e fornecer documentos forjados para a montagem de licitações e notas frias para justificar despesas. Também usavam o esquema para superfaturar compras de itens como medicamentos, que muitas vezes não eram entregues ou eram fornecidos em quantidades menores do que as efetivamente pagas.
Os grupos identificados atuavam, principalmente, nos municípios de Uruçuí, Elizeu Martins, Landri Sales, São Raimundo Nonato, Ribeira do Piauí, Dirceu Arco Verde, Várzea Branca, Assunção do Piauí, Caracol, Oeiras, Coivaras, Palmeirais, Porto, Santa Luz, Alto Longa, Castelo, Fronteiras, Matias Olimpio, Nossa Senhora dos Remédios, São Lourenço e Curral Novo

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Morre aos 87 anos, Clóvis Ciarlini: o pai da governadora


Divulgação/Arquivo
Seu Clóvis com a filha governadora, genro Carlos Augusto, netos e bisnetos
Morreu na manhã desta terça-feira (18) em Natal, o pai da governadora Rosalba Ciarlini, Clóvis Ciarlini, que tinha 87 anos. Ele faleceu em sua residência que fica no bairro de Lagoa Nova, na capital. Recentemente ele foi operado, de uma crise de apendicite aguda, se recuperou e vivia completamente lúcido. Eis nota oficial da Assessoria do Governo:
Faleceu no início da manhã de hoje (18) o senhor Clóvis Ciarlini, 87 anos, vítima de uma parada cardíaca. Ele estava em casa, no bairro de Lagoa Nova, em Natal. O médico da família, Cleanto Rego, foi chamado imediatamente, assim como o atendimento do SAMU. Foram feitas manobras de reanimação, mas sem êxito. O corpo de Clóvis Ciarlini será velado no Morada Paz, em Emaús, com missa às 17h e o sepultamento logo em seguida.

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Rosalba levará para audiência com Dilma dia 11 de fevereiro prioridades do RN


Está agendada para o dia 11 de fevereiro a primeira audiência da governadora do Rio Grande do Norte Rosalba Ciarlini (DEM) com a presidenta do Brasil Dilma Rousseff (PT). A governante potiguar estará levando para apresentar a Dilma pelo menos cinco projetos que são prioridades para o desenvolvimento do Estado. Entre eles, a conclusão do Aeroporto de São Gonçalo do Amarante e a exploração de ferro na mina do Bonito que fica localizada no município de Jucurutu. Decisão tomada hoje em reunião que contou com a presença do secretário desenvolvimento econômico, Benito Gama.

Novo valor do salário mínimo será de R$ 545



O novo valor do salário mínimo será de R$ 545, disse há pouco o ministro da Fazenda, Guido Mantega, depois de participar da primeira reunião ministerial do governo da presidenta Dilma Rousseff. O aumento terá impacto de R$ 1,4 bilhão nas contas públicas este ano.
Inicialmente, estava previsto que o salário mínimo seria de R$ 540. Essa proposta chegou a ser aprovado no Orçamento da União deste ano.
O governo fez a mudança porque o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) fechou 2010 maior que o previsto. A fórmula de reajuste do mínimo, acertada com as centrais sindicais, estabelece a reposição pelo INPC do ano anterior mais o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos anteriores.
Segundo o ministro, o valor ficaria em R$ 543, mas o governo arredondou para R$ 545 para facilitar o saque nos caixas eletrônicos. O novo mínimo valerá a partir de fevereiro, mas só será pago em março.
O ministro anunciou ainda que, nos próximos dias, o governo enviará ao Congresso uma medida provisória para transformar em lei a fórmula de reajuste do salário mínimo acertada com as centrais sindicais. Essa política vai vigorar nos próximos quatro anos.

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

João Maia mandou R$ 4 milhões em emendas para o turismo do Estado



O líder do PMDB na Câmara, Henrique Eduardo Alves, tem pelo menos uma razão para manter no cargo o secretário-executivo do Ministério do Turismo, Frederico Silva da Costa.
No orçamento de 2011, Henrique Alves destinou R$ 5 milhões em emendas para projetos de infra-estrutura e qualificação de pessoal no segmento turismo no Rio Grande do Norte. A presença de Frederico no segundo cargo mais importante da pasta aumenta as chances do parlamentar liberar as verbas.
Entre senadores e deputados do estado, o líder do PMDB foi quem mais verbas direcionou ao turismo.
O senador e agora ministro da Previdência, Garibaldi Alves Filho (PMDB), e odeputado João Maia (PR – na foto) apresentaram, cada um, emendas de R$ 4 milhões.

Wilma de Faria: no fundo de uma rede de balanço



De um observador da cena política estadual:
- A ex-governadora do Rio Grande do Norte Wilma de Faria (PSB) suba e desça e desapareça. Se ela pensa em ocupar um cargo importante no governo da presidenta Dilma Rousseff (PT) está muito enganada. Espere deitada no fundo de uma rede de balanço que em pé cansa!
Dilma não é nem louca para ler no dia seguinte as manchetes dos jornais:
- Dilma nomeia ex-governadora que teve familiares envolvidos no Foliaduto
- Dilma nomeia ex-governadora que teve o nome envolvido na Operação Ouro Negro
- Dilma nomeia ex-governadora que teve filho preso durante o escândalo da Operação Higia
- Dilma nomeia… ah! Tá bom.
Faz sentido.

Quase morro de tanto rir!



Quase morro de tanto rir!
Por pouco não mijei nas calças quando soube que a coligação Vitória do Povo que teve o ex-governador Iberê Ferreira de Souza (PSB) como candidato a reeleição ano passado, encaminhou uma ação ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) um pedido de recurso contra expedição de diploma da governadora Rosalba Ciarlini (DEM). O pedido se baseia numa suposta série de irregularidades cometidas durante a última campanha eleitoral.
Esse povo tá doido, é? Já Não basta o rombo financeiro e os desmandos que deixaram no governo do Estado!

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Rosalba convoca líderes para indicação de cargos no segundo e terceiro escalões


Segundo matéria publicada no Jornal de Hoje, desta segunda-feira (10), a governadora Rosalba Ciarlini deve reunir, nos próximos quinze dias, os líderes partidários que compuseram a sua aliança vitoriosa em 2010, para discutir as indicações do segundo e terceiro escalões do governo estadual.
Ainda há vagas ainda ocupadas pelos jabutis da gestão passada, o que vem causando insatisfação nos aliados rosalbistas. As novas indicações devem levar em conta critérios de competência, probidade e disposição para trabalhar.
As reuniões obedecerão a divisão por regiões. O Seridó, como é de conhecimento público, será pautado pelo diálogo com o deputado estadual Vivaldo Costa (PR).
Micarla
Quem não anda muito satisfeita é a prefeita de Natal, Micarla de Sousa (PV), afirmando que o seu partido “não foi consultado em nenhum momento” pela governadora na montagem do secretariado.
Na região Potengi a Governadora também irá delegar quem assume a coordenação de cada município em Riachuelo o ex prefeito Marcílio já agendou uma audiência com a Governadora Rosalba Cirliane.

O mesmo também votou na Rosa na eleição passado votando na mesma para senadora, então o galego está com a corda toda em Riachuelo, muitas águas irão rolar, 2011 será um ano de mudança e certamente com o apoio de Dilma, Rosalba, Garibalde, Henrique e Valter Alves o Ex prefeito entrará nas disputas do executivo em 2012 com sabor de vitòria.

domingo, 9 de janeiro de 2011

Maurício Marques e Agnelo Alves: futuros (?) adversários

Na BR-101, que liga Natal a Parnamirim, só se fala na crise política entre o prefeito Maurício Marques e o ex-prefeito Agnelo Alves.
Declaração de Agnelo, afirmando que em 2012 poderá estar ao lado do deputado Gilson Moura, principal adversário de Maurício em 2008 e 2012, pode ter apenas requentado o clima ruim que já existia entre os dois...
Ontem, na posse da desembargadora Judite Nunes na presidência do Tribunal de Justiça, os dois se cumprimentaram...
Secamente, como mostram as fotos de Marlio Forte.
Marlio Forte

Agnelo chegou ao Centro de Convenções com o filho, ex-prefeito Carlos Eduardo


Teria sido a presença da governadora Rosalba Ciarlini que - além de afastar Carlos Eduardo - deixou Agnelo...sem graça para cumprimentar o (ex)aliado?


Depois do "oi tudo bem", Agnelo se afastou...


Depois, o tête-à-tête com direito a braço no pescoço do prefeito com a governadora...

Com 40 anos de plenário, Henrique Eduardo Alves é aliado incômodo do governo



Às vésperas de completar 40 anos na mesma função, a de deputado federal, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) coleciona derrotas nas disputas para o Executivo e tem no bastidor político de Brasília o seu habitat.
Alves, 62, tomará posse de seu 11º mandato consecutivo como deputado federal em fevereiro. Hoje, ele é líder da bancada do PMDB na Câmara e o nome mais cotado pelo partido para presidir a Casa a partir de 2013.
Decano da Câmara, ele só perde em números de mandatos, segundo a Casa, para quatro ex-deputados.
Das tentativas frustradas de atuar no Executivo, a de 2002, quando se deu como certa sua indicação para a vice de José Serra (PSDB) na chapa à Presidência, foi a mais notória.
A aspiração ruiu após a revista “IstoÉ” publicar afirmação da ex-mulher de que ele tinha US$ 15 milhões no exterior. Alves chamou a história de “delírio” e sumiu de cena. Rita Camata (PMDB-ES) foi indicada em seu lugar.
Porta-voz nas últimas semanas da reação peemedebista pela manutenção do espaço do partido no governo Dilma Rousseff, Alves desempenha hoje o papel em que sempre demonstrou maior desenvoltura –o de articulador político de bastidores, notadamente de interesses partidários e de aliados.
Liderou o movimento, no PMDB, para elevar o salário mínimo para acima dos R$ 540 oferecidos pelo governo, no fim do mandato de Lula.
“Falo a verdade. Por isso, sabem que sou confiável”, diz Alves, sobre os embates recentes com o governo.
Da Folha de S. Paulo