.

.

sábado, 1 de julho de 2017

EITA!!! Bom mais magro, Rocha Loures saiu da prisão e voltou para sua casa

Ex-assessor de Michel Temer e ex-deputado federal, Rodrigo Rocha Loures (à dir.) deixa Polícia Federal em Brasília: ele estava preso desde o início de junho após ser gravado com mala de dinheiro da JBS
O ex-deputado federal Rodrigo Roucha Loures (PMDB-PR) foi solto na manhã deste sábado (1) da Superintendência da Polícia Federal, em Brasília. A revogação da prisão preventiva foi determinada na sexta-feira (30) pelo ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Edson Fachin.
A demora na soltura aconteceu porque não havia tornozeleiras eletrônicas disponíveis no Distrito Federal. O equipamento foi trazido de Goiás. Segundo a PF, não cabe à polícia ter o equipamento, mas aos órgãos responsáveis pela custódia dos presos.
De acordo com o advogado de Loures, Cezar Bitencourt, ele não está em Brasília com o cliente mas confirmou a libertação do ex-deputado na manhã deste sábado. “Resolvida a questão da tornozeleira eletrônica, não havia nada mais para impedir a saída dele”, afirma Bitencourt. “Lá não havia nenhuma condição dele ficar. Desde que o ministro Fachin emitiu a decisão ontem, ele não estava mais na cela. Ficou solto lá nas dependências da PF.”
O defensor afirmou que Loures vai direto para casa encontrar com sua família.

Nenhum comentário: