quarta-feira, 30 de maio de 2018

SERA? PSDB, PR, PP e PSB podem formar coligação com 400 mil votos na proporcional

A formação desse grupo, para muitos, inclusive, vai muito além de negociações de bastidor. Publicamente, não é segredo que PSB e PSDB caminham juntos desde o início do ano, com pessebistas presentes em eventos tucanos e vice-versa. Nem a condição de pré-candidato ao Governo do vice-governador Fabio Dantas (PSB), tem atrapalhado, até porque nas últimas semanas tem sido reforçada a tese que ele pode desistir disso para disputar outro cargo, como o Senado.
As parcerias entre o PSDB e o PP e o PR também são públicas. Há duas semanas, a prefeita de Mossoró, Rosalba Ciarlini (PP), e o marido dela, o ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado, estiveram em reunião com os tucanos Ezequiel Ferreira (presidente estadual da sigla), Gustavo Carvalho e Larissa Rosado. A pauta do encontro foi a aliança para a proporcional, assim como a reunião ocorrida entre Ezequiel e João Maia, presidente estadual do PR, alguns dias depois.
No caso do PR, inclusive, a coligação ainda é mais clara. João Maia, em entrevistas alguns dias depois, confirmou que os partidos deverão sim caminhar juntos e, aliados na proporcional, discutir quem apoiarão para o Governo do RN. “Tenho entendimento com o presidente do PSDB, o deputado Ezequiel, para ver se fazemos um esforço se PR e PSDB tomam uma decisão conjunta e convence outros partidos em cima de outros projetos. Nós vamos tentar definir a chapa majoritária conjuntamente”, afirmou João Maia.

0 comentários: