Twitter            

sexta-feira, 19 de julho de 2019

CONFIRA: SEIS MESES DO GOVERNO BOLSONARO

Uma Avaliação Honesta dos 6 Meses do Governo Bolsonaro.

Resultado de imagem para seis meses do governo bolsonaro

1. Bolsonaro resgata a Democracia Brasileira, reintroduzindo a salutar alternância do Poder. Depois de 24 anos de um controle supremo que degenerou em corrupção.

2. Bolsonaro recebe um país em enorme recessão, com 20% de desemprego efetivo, deficit de 7% do PIB pelos excessos de gastos de seus antecessores, e uma dívida indo para 100% do PIB do país.

3. Foi o primeiro Presidente a ser eleito sem Caixa 2, sem enormes gastos de propaganda, sem compra de votos. Bolsonaro mostra que é possível se eleger sem corrupção, uma lição para os demais partidos furiosos.

4. Elege a maior bancada Libertária e Liberal, cujo objetivo é resgatar o poder do brasileiro de decidir usurpada pelo domínio incontrolado do Estado desde 1500.

5. Foi o primeiro Presidente a não negociar seus Ministros com o Legislativo, que assim nunca obedeciam ao Presidente, mas sim aos interesses do Partido.

6. Reduziu os Ministérios para um número administrativamente viável, 22.

7. Colocou vários Militares como Ministros, selecionados ao longo de 30 anos internamente por competência, e que têm muito mais conhecimento administrativo do que os políticos de partidos escolhidos até então.

8. Primeiro a efetivamente cumprir a promessa de combate à corrupção, indicando o Ministro Sérgio Moro, o primeiro Ministro no Brasil com experiência comprovada no combate à nossa corrupção endêmica há 500 anos.

9. Primeiro Presidente a escolher a maioria dos seus Ministros formando uma equipe administrativa. Um ex presidente atribuiu o fracasso do seu segundo mandato à “Eu só tinha como Ministros Malan, Lafer, Paulo e Serra, e esse não me obedecia”.

10. Estabelece decreto regulamentando os critérios, o perfil profissional e os procedimentos gerais para a ocupação de cargos em comissão e funções comissionadas na administração federal direta, incluindo autarquias e fundações. A medida atinge mais de 24.000 cargos (DAS).


11. Escolhe Paulo Guedes, o primeiro Ministro da Economia a trabalhar no mundo real e não no acadêmico.

12. Escolhe um Ministro da Educação disposto a resgatar o ensino de Ciências e das Exatas, consideradas Desumanas até então.

13. Escolhe um Ministro de Relações Exteriores comprometido a defender os interesses do Brasil em vez de Bolívia, Cuba e Venezuela.

14. Fruto dessa escolha, finalmente fechamos Acordo Comercial com a União Europeia, que aumenta em 1.000% nossos mercados potenciais, contra 20% para as empresas europeias.


15. No primeiro dia de Governo aumentou o salário mínimo, espontaneamente, sem greves e discussões, e sem capitalizar para si num discurso de 1º de maio.

16. Demitiu nos primeiros dias 320 “comissionados” somente na Casa Civil, uma economia de R$ 1,8 bilhão.

17. Demitiu mais 21.000 cargos “comissionados” com uma economia para o povo brasileiro estimada pelo governo em R$ 160 bilhões com a medida.

18. Bolsonaro resgata o conceito que MPs deverão ser aprovadas por mérito e não por compra de votos com o Legislativo. Razão da oposição de Rodrigo Maia, que perde assim poder.

19. Realiza 23 leilões de portos, aeroportos e ferrovias em seis meses, quando nos demais governos demoravam anos. No total, foram arrecadados mais de R$ 7 bilhões.

20. Ajuda o turismo interno, esse sim gerador de divisas, dispensando o visto de entrada no Brasil para canadenses, australianos, japoneses e norte-americanos.

21. Bolsonaro assina MP da Liberdade Econômica para desburocratizar startups, e dezenas de outros estímulos para o empreendedorismo.


CONFIRA A MATÉRIA NA INTEGRA: blogfoconews.wordpress.com/2019/07/18/os-6-meses-do-governo-bolsonaro-por-stephen-kanitz/

Nenhum comentário: