.

.

terça-feira, 4 de julho de 2017

Geddel pressiona ministro para construção de presídio de frente para o mar de Salvador

O ex-ministro da Secretaria de Governo de Michel Temer, Geddel Vieira Lima, foi preso pela Polícia Federal por obstrução da Justiça. Ele é investigado pela operação Cui Bono, que apura irregularidades em empréstimos da Caixa Econômica Federal. Geddel estaria pressionando a família de Lúcio Funaro sobre a delação premiada do doleiro.
Geddel caiu da secretaria da Secretaria de Governo de Michel Temer caiu porque pressionou o ex-ministro da Cultura Marcelo Calero para liberar a construção de andares mais altos num prédio em que tinha uma unidade no centro histórico de Salvador.
Preso há MENOS de 24 horas, Geddel, cujo codinome nas conversas era “Carainho”, já começou a pressionar o atual ministro da Justiça para que ele construa um presídio “no estilo resort, tipo aqueles da Escandinávia, já passou da hora do Brasil ter isso” em frente ao mar de Salvador.
Geddel, que esperava ser preso já há alguns dias, fez um cursinho rápido para aprender a não tratar os colegas de cela como tratava cidadãos que o interpelavam no Twitter. Veja aqui como era.
Enquanto isso, os inistros do STF já jogam pedra, papel e tesoura para saber quem tirará Geddel da cadeia primeiro.

Nenhum comentário: