.

.

segunda-feira, 20 de março de 2017

'Peçam a Deus para eu não ser candidato, porque se eu for é pra ganhar' diz Lula

— Em um ato público organizado como resposta à inauguração das obras de transposição do Rio São Francisco pelo presidente Michel Temer, os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff fizeram pesadas críticas ao governo. No evento, realizado na cidade de Monteiro, no Cariri da Paraíba, Lula negou que já seja pré-candidato à presidência. Dizendo-se perseguido, garantiu que, caso entre na disputa, irá percorrer o país "de cabeça erguida".


Eu sou um homem que não tem ressentimento. Quando a gente chega aos 70 anos, não temos mais como guardar ódio. Eu quero dizer para todo mundo que aprendi a andar de cabeça em pé neste país. Eu nem sei se estarei vivo para ser candidato em 2018, e sei que eles querem que eu não seja candidato. Eles peçam a Deus para eu não ser candidato, porque se eu for é para ganhar e trazer de volta a alegria deste país — disse Lula à multidão que acompanhava o ato em Monteiro.

O evento, batizado como "inauguração popular" do eixo Leste da transposição do Rio São Francisco, contou com a participação do governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB) e de diversos parlamentares petistas, e teve ares de campanha. Em seu discurso, Dilma acusou Temer de mentir sobre a paternidade das obras na região.



Nenhum comentário: