.

.

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Polícia Militar se prepara para ocupar presídio rebelado no RN

Movimentação no presídio de Alcaçuz

A Polícia Militar se prepara para nova incursão na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, na Grande Natal, para pôr fim ao confronto de detentos, rebelados desde sábado. A ação é esperada até o final do dia. Os policiais devem formar uma “muralha humana” para isolar as facções, até que uma barreira física seja erguida separando presos ligados ao Primeiro Comando da Capital (PCC) dos membros do Sindicato do Crime RN.

Ontem, (quinta-feira, 19) a penitenciária viveu um dos seus piores dias desde o início da rebelião, com novo enfrentamento entre os grupos. Além das já conhecidas armas improvisadas, como lanças e escudos, os presos utilizaram armas de fogo e queimaram um edifício perto do Pavilhão 3. O conflito seguiu até a entrada da Polícia Militar, por volta das 16h. Ao todo, já foram confirmados dois mortos neste novo motim, segundo o jornal O Estado de S.Paulo.

Nenhum comentário: