Twitter            

.

.

sexta-feira, 10 de agosto de 2018

Ata-desata de coligações mantém alianças em aberto

Ata de convenção estadual partidária virou o dito pelo não dito  no Rio Grande do Norte.







Ao contrário do jogo do bicho, não vale o que está escrito.
Com as brechas da legislação que tratam de “retificação”, partidos e coligações alargam o entendimento e uso desse vocábulo.
O que foi aprovado e assinado em convenção, pode ser totalmente modificado quanto à candidaturas, alianças etc.
Até aqui, diversas alterações já foram feitas e outras tantas ainda podem acontecer, devido acertos e desacertos, acordos e desacordos.
Um dos principais focos desse imbróglio está entre a Coligação Avante RN e a Coligação Trabalho e Superação, ambas ligadas à candidatura do governador Robinson Faria (PSD) à reeleição.
O “xis” da questão até o momento é como encaixar o PSB dos deputados Rafael Motta (federal) e Ricardo Motta (estadual).
Esse encolhe-estica deverá se arrastar até às 19h do dia 15 de agosto, data-limite para o pedido de registro.

Nenhum comentário: