.

.

quinta-feira, 9 de junho de 2016

Governo Robinson retira gratificação de servidores da saúde

Não bastasse receber o salário apenas no dia 07 de junho, parte dos servidores da saúde teve uma surpresa no pagamento. O governo estadual retirou uma gratificação do contracheque, a de ‘Vantagem Pessoal’, criada em 2006, durante a elaboração do Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR) da saúde estadual. A gratificação impedia que uma parte dos servidores, a maioria de nível superior, tivesse sua remuneração reduzida.
O Sindsaúde procurou o governo assim que os primeiros servidores tomaram conhecimento do corte, ao examinarem o contracheque. O sindicato já manifestou seu protesto ao corte e tem uma audiência agendada com o novo secretário de Administração e Recursos Humanos, Cristiano Feitosa, na próxima segunda (13), assim que este retornar de viagem.
É um absurdo este corte. O governo não quer nos dar nada, há seis anos não reajusta o salário e ainda retira? É uma provocação, mais um motivo para a greve”, afirma Rosália Fernandes, diretora do Sindsaúde-RN. O sindicato convoca os servidores para participarem dos atos públicos desta semana, no Giselda Trigueiro, em Caicó e em Currais Novos, para protestar contra a retirada.
Liminar que garantia o pagamento foi derrubada
Em pouco mais de dez anos, é a segunda vez que o pagamento da gratificação é suspenso. Entre outubro de 2013 e novembro de 2014, durante o governo Rosalba Ciarlini, o pagamento foi interrompido, retornando somente após decisão do Tribunal de Justiça do RN favorável ao mandado de segurança coletivo Nº 2014.013818-2, do Sindsaúde. Posteriormente, o governo recorreu na Justiça e conseguiu derrubar a liminar, mas, fruto de nossas lutas e greves, manteve o pagamento regularmente.

Nenhum comentário: