Twitter            

.

.

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Em Natal, ônibus não têm previsão de sair das garagens

31 veículos foram incendiados desde a última quarta-feira (18) (Foto: Josemar Gonçalves/Reuters)19/01 - Carcaças de ônibus queimados em protestos contra a transferência de presos de Alcaçuz para outras penitenciárias do Rio Grande do Norte são vistas em Natal (Foto: Josemar Gonçalves/Reuters)


Ainda não têm ônibus nas ruas de Natal na manhã desta sexta-feira (20), de acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário do Rio Grande do Norte (Sintro). Contrariando o que o prefeito de Natal afirmou na noite desta quinta-feira (19), não há previsão para os ônibus deixarem as garagens. A justificativa é a falta de segurança.

Segundo Júnior Rodoviário, um novo ataque foi registrado durante a madrugada, por volta das 2h, contra veículos da empresa Reunidas, na Avenida João Medeiros Filho, zona Norte de Natal.

De acordo com a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana, A Guarda Municipal, estava nas garagens para garantir a segurança na saída do transporte, conforme foi acordado. Mas devido ao ataque a garagem de uma das empresas na madrugada, as empresas e trabalhadores decidiram não liberar os veículos.

Ao todo, vinte e quatro ônibus, dois micro-ônibus, um carro do governo do estado, um carro da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana, três carros da secretaria de Saúde de Caicó, um veículo do município, duas delegacias foram alvo de criminosos e um prédio público foram alvos de criminosos.

Na noite desta quinta-feira (19), o prefeito Carlos Eduardo, havia garantido que o serviço iria funcionar. No entanto, Junior Rodoviário, presidente do Sintro, afirmou que o acordo para garantir segurança, tanto para os funcionários quanto para os usuários, não foi cumprido.

Nenhum comentário: