Twitter            

.

.

domingo, 8 de janeiro de 2017

FUGA EM PRESÍDIO PARNAMIRIM: Em depoimento, preso diz que fuga de presídio no RN custou R$ 30 mil

Saída do túnel escavado pelos presos foi encontrada neste sábado (Foto: Aura Mazda/Tribuna do Norte)
Saída do túnel escavado pelos presos foi encontrada neste sábado (Foto: Aura Mazda/Tribuna do Norte)

A fuga ocorrida na madrugada deste sábado (7) na Penitenciária Estadual de Parnamirim (PEP), na Grande Natal, foi facilitada por um guariteiro e custou R$ 30 mil. Isso é o que conta um dos presos que conseguiu fugir e acabou recapturado horas depois. Em depoimento ao delegado Pedro Paulo Falcão, que estava de plantão, esse detento, que terá o nome preservado, detalhou como a fuga foi planejada. O G1 obteve cópia do interrogatório neste domingo (8).

De acordo com a Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc), 14 presos fugiram após escavarem um túnel ligando o pavilhão 1 da unidade prisional à área externa. Cinco deles foram recapturados.

Um desses recapturados foi pego por moradores do bairro dos Guarapes, na Zona Oeste de Natal, quando tentava roubar uma moto para fugir. Ele chegou a ser espancado pela população até a chegada da Polícia Militar, que o levou para a delegacia de plantão. Ele é condenado a 21 anos de prisão por ter cometido um latrocínio (roubo seguido de assassinato) e ainda responde por outros assaltos.

No interrogatório ao delegado Pedro Paulo Falcão, o preso disse que essa foi a segunda vez que conseguiu fugir após corromper servidores públicos. A primeira fuga foi do Centro de Detenção Provisória (CDP) Potengi, na Zona Norte de Natal. O preso falou que pagou R$ 3 mil a um agente penitenciário para conseguir fugir. Segundo a Sejuc, o agente já foi afastado e dever demitido. O detento foi recapturado cerca de 30 dias depois, sendo levado para a PEP.

Sobre a saída deste sábado, ainda no interrogatório, o preso disse que os detentos "vinham planejando a fuga há 30 dias e que estavam acertando a fuga com o guariteiro conhecido por (a identificação do guariteiro, que é um policial militar, será preservada), o qual disse que na véspera do Ano Novo não seria possível, mas que daria certo para este mês".
Preso recapturado detalhou como a fuga da PEP foi planejada (Foto: Reprodução)

De acordo com o preso recapturado, cada um dos fugitivos deu R$ 3 mil à mulher de um os presos, que repassou o valor recolhido ao guariteiro. O detento disse acreditar que a fuga tenha rendido cerca de R$ 30 mil ao policial, que estava de serviço na guarita que fica próxima ao pavilhão 1 da unidade prisional entre as 2h e as 4h deste sábado. A fuga, segundo a Sejuc, ocorreu por volta das 3h30.

O G1 entrou em contato com o delegado Pedro Paulo Falcão. Ele confirmou que interrogou o preso recapturado, mas não quis falar sobre o assunto com a reportagem. O delegado disse que já enviou cópias do documento para a Secretaria de Justiça e Cidadania e também para a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed) e que pediu à direção do presídio que o detento seja mantido isolado dos demais. A denúncia do preso será investigada pela Polícia Civil, que contará com o apoio da Polícia Militar. A PM também vai instaurar um procedimento administrativo para
apurar a conduta do policial caso haja os indícios previstos em Lei.

Henrique Baltazar Vilar Santos
há 13 horas
Foragido da PEP foi recapturado e contou com detalhes quanto e a quem foi pago para possibilitar a fuga.
Mais: falou até que pagou por fuga anterior, esclarecendo que parte do dinheiro foi depositado em conta bancária.
Com relação à fuga de hoje, fala pagamento de R$ 30.000,00, dando o nome do servidor público corrupto.
Aguardemos os desdobramentos.

Os presos que conseguiram fugir foram: Adriano Teixeira, Alexandro Faustino do Nascimento, Altemir Rodrigues da Silva Neto, Bruno Alisson Santos Fernandes, Carlos Alberto Barbosa da Silva, Cláudio Mailton Gomes do Nascimento, Daniel da Silva Flor, Erivan Lima Gadelha, Janielson Wallans Bezerra da Silva, José Sivanaldo Araújo da Silva, Josias da Silva Lima, Júlio Teófilo dos Santos, Maurício Pedro e Renato dos Santos. Na manhã deste domingo, a Sejuc informou que eram 16 os fugitivos. Mas a lista caiu para 14 após a Secretaria perceber que dois deles tinham deixado a unidade na sexta por força de álvara de soltura expedido pela Justiça.

Nenhum comentário: