Twitter            

.

.

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Governo do RN negocia com facção, segundo ‘O Globo’ e presidente de Sindicato



POR AURA MAZDA, ESPECIAL PARA O GLOBO
19/01/17 – 04h30 | Atualizado: 19/01/17 – 08h00

NATAL — O governo do Rio Grande do Norte decidiu negociar com o PCC para tentar retomar — ainda esta semana — o controle da penitenciária estadual de Alcaçuz, na Grande Natal. O presídio, o maior do estado, foi palco da matança de pelo menos 26 detentos no fim de semana. Segundo informações obtidas pelo GLOBO, uma delegada da Polícia Civil e um oficial da Polícia Militar foram designados para conversar com criminosos. O objetivo da negociação é evitar novo confronto com o Sindicato do RN, bando local rival da facção paulista.

Os policiais negociadores receberam a missão de descobrir as exigências dos presos e identificar quais delas poderiam ser atendidas. Uma das reivindicações foi atendida nesta quarta-feira: um grupo de 220 detentos, ligados à facção local, foi transferido do presídio de Alcaçuz, na Região Metropolitana de Natal, para a Penitenciária Estadual de Parnamirim (PEP). A retirada dos presos foi concluída entre 18h30m e 18h39m, mais de três horas após as tropas do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) e do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque) entrarem na unidade.

Detalhe: A informação do Jornal ‘O Globo’ foi confirmada em um áudio da prrsidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários do RN, Vilma Batista.

Nenhum comentário: