Pages - Menu

          Publicidade:

sexta-feira, 17 de março de 2017

'Agora tenho 15 irmãos', diz jovem que reencontrou família pelo Facebook

Bruno e sua família potiguar, que agora ficará ainda maior (Foto: Arquivo Pessoal)

A família o descreve como um filho exemplar. Estudioso, carinhoso e competente, Alonso Bruno sempre teve um sonho: encontrar seu pai. O jovem de 17 anos sempre disse que quando fosse maior de idade iria procurar a família. Com um nome, uma localização e esperança, ele fez uma postagem no Facebook contando essa história. E deu certo. “Eu sempre tive esperança, mas não achei que seria tão fácil. Agora eu tenho 15 irmãos, um pai e vários tios. Sou só felicidade”, contou Bruno, que mora na cidade de Caicó, no Seridó potiguar, e espera o dia de encontrar pessoalmente os familiares.

Os desencontros da família começaram há 17 anos, quando a mãe de Bruno, Ana Maria, foi morar em São Paulo. “Ela pegou uma carona e foi parar em São Paulo. Lá, foi acolhida pelo pai de Bruno, ela estava sem casa e dormia em uma rodoviária. Eles tiveram um namoro e nasceu o Bruno, mas os dois não deram certo”, conta Franci Medeiros, tia de Bruno. A mãe do jovem então voltou para o Rio Grande do Norte e Bruno foi criado pelos avós, dona Maria Olimpia, uma lavadeira de roupas aposentada e seu Francisco Ananias, que trabalha em uma escola.

Franci conta que Bruno nunca deu trabalho aos avós. “Ele gosta de estudar, ler, é muito calmo e carinhoso. Um presente. Sempre tratou os avós como pais e não passa pela cabeça dele ir embora”, disse a tia do jovem.

“Quando eu tinha 12 anos levei o maior baque da minha vida. Minha mãe teve câncer de mama e não venceu a luta. Eu fiquei então só com meus avós, mas sempre lembrava do meu pai”, se emociona Bruno. Um dia o rapaz resolveu contar sua história de vida em um grupo de moradores da cidade de Araras, em São Paulo. Segundo Bruno, várias pessoas começaram a se manifestar na postagem. “Eu tinha o nome do meu pai, sabia a cidade onde ele morava e nunca perdi as esperanças. Fui lá e postei”, conta o jovem

Nenhum comentário: