Twitter            

.

.

sexta-feira, 3 de junho de 2016

Temer culpa corretor ortográfico por projeto que cria 14 mil cargos em vez de cortar 4 mil




Sem oposição de Temer, a Câmara dos Deputados aprovou a criação de 14,4 mil cargos federais. Número que é quase quatro vezes maior que os 4 mil cargos comissionados que o presidente interino havia prometido cortar.
Quando foi questionado sobre o assunto, Michel Temer disse que, na verdade, houve um erro na digitação do projeto causado pelo corretor ortográfico do celular de um deputado. “O corretor trocou 4 mil por 14 mil e “cortar” por “criar”. Quem nunca escreveu “é” em vez de “e” por causa do corretor? Foi quase a mesma coisa que aconteceu”, disse Temer.

Ao ser perguntado se os cargos iriam ou não ser criados, Temer passou oito minutos contando curiosidades sobre os corretores ortográficos e não tocou no assunto dos cargos.

Um aliado de Temer no Congresso justificou a criação dos cargos dizendo que o objetivo não é trocar cargos por apoio político, mas combater o desemprego criando mais postos de trabalho.

Leia também: Deus reclama de excesso de orações pedindo Temer como patrão, após aumento em plena crise

Bruno Machado

Um comentário:

Anônimo disse...

Queridos parem de usar as matérias do site sensacionalista. Vocês ainda não perceberam que esse site não veicula noticias verdadeiras? O sensacionalista é um site humorístico e não informativo.