.

.

domingo, 15 de janeiro de 2017

Decapitações, terror e ódio: veja todos os detalhes da rebelião que atingiu a Penitenciária de Alcaçuz

O Governo do Rio Grande do Norte, através da Sejuc e da Sesed, identificou seis presos que lideraram a rebelião registrada neste sábado na Penitenciária de Alcaçuz, localizada em Nísia Floresta, região metropolitana de Natal.
Durante entrevista coletiva realizada na manhã deste domingo (15), o secretário de Segurança, Caio Bezerra, disse que todos os líderes serão transferidos para outras penitenciárias do Rio Grande do Norte, no entanto, ainda não se sabe exatamente para quais unidades eles irão.
O titular da Sejuc, Wallber Virgolino, informou confirmou que os presos do pavilhão 5 invadiram o pavilhão 4. "É impossível evitar mortes quando eles querem. O pavilhão 4 tinha entre 150 e 200 presos. Não sabemos ainda precisar quantos morreram", disse. Até a publicação desta matéria, a polícia já havia entrado nos pavilhões 1, 2 e 3 e se preparava para entrar nos pavilhões 4 e 5 onde a situação já estava controlada.



Foto: Reprodução / WhatsApp

Nenhum comentário: