Twitter            

.

.

quarta-feira, 5 de abril de 2017

PARABÉNS PREFEITO! Depois de retomar o plantio de algodão e o pagamento do Garantia Safra, agricultores festejam o início do programa Corte de Terra realizado pela prefeitura

Após comemorarem a retomada do plantio do algodão e o recebimento do Garantia Safra, os agricultores macaibenses festejam o recebimento do cheque do programa Corte de Terra. A entrega começou nesta terça-feira (05) no assentamento Caracaxá – Lagoa do Lima. Neste primeiro dia 60 famílias foram beneficiadas com o programa. Este ano cada agricultor terá direito a duas horas de corte de terra. O programa do corte de terra é feito totalmente com recursos próprios da Prefeitura de Macaíba, que mesmo diante das dificuldades financeiras tem priorizado a realização de grandes obras e projetos essenciais aos macaibenses.
A entrega do cheque seguirá ate o dia 17 do recorrente mês nas demais comunidades rurais de Macaíba. Para recebê-lo, o agricultor deverá apresentar CPF ou RG. O cheque só será entregue ao titular do cadastro. Mais informações podem ser obtidas através do número 3271-6539. O programa do corte de terra é feito totalmente com recursos próprios da Prefeitura de Macaíba
A retomada do plantio de algodão neste ano de 2017 marcará o setor rural de Macaíba. O plantio foi efetivado por meio da implantação de Unidades de Teste e Demonstração (UTD), uma no assentamento Eldorado dos Carajás, na comunidade quilombola Capoeiras e nos assentamentos Caracaxá e José Coelho. No passo a passo, a cada 15 dias, vai ter a visita de um técnico da Empraba, parceira do Município, aos agricultores de cada comunidade, construindo assim a aprendizagem modular para que o algodão possa efetivamente chegar a bons termos.
“Eu acho isso muito bom, muito importante, porque é mais uma cultura que vai entrar no nosso assentamento, que pode gerar mais renda para as famílias. Então, é muito importante mesmo”, disse a senhora Fátima Martins sobre a UTD. Dona Fátima será uma das produtoras que vão trabalhar com a cultura do algodão lá no assentamento Caracaxá.

Nenhum comentário: