Últimas notícias

PL DO PCdoB DO POLIAMOR E CASAMENTO ENTRE PAIS E FILHOS SERÁ VOTADO DIA 21

Foto: Reprodução/Facebook. Na foto, Manoela D'Avila e e


O Projeto de Lei (PL) nº 3369/2015 de Orlando Silva (PCdoB) reconhece como família “
todas as formas de união entre duas ou mais pessoas“, e “independente de consanguinidade” e será votado em Comissão da Câmara de Deputados em Brasília (DF) na próxima quarta-feira.

Por esta regra estariam regulamentados “casamentos” que podem incluir, por exemplo, um pais com seu filho, o pai com a filha, mãe com a filha, mãe com um filho, ou qualquer combinação entre pais e filhos. Mas pode ser ainda mais amplo, incluindo mais pessoas de dentro ou de fora da família, com infinitas possibilidades como casamento do pai várias filhas, filhos e outras pessoas de fora da família, mãe com filhos, filhas e outras pessoas de fora, pessoas de outros parentescos como avós, tios, enteados/enteadas etc.
Na prática, qualquer agrupamento de pessoas passa a ser reconhecido como família.
O projeto será votado na Comissão de Direitos Humanos e Minoria (CDHM), na Câmara de Deputados em Brasília, na próxima quarta-feira (21/08). O PL pretende instituir o “Estatuto das Famílias do Século XXI”.

Esquerda compõe grande parte da Comissão

A Comissão de Direitos Humanos e Minoria tem minoria de conservadores e é presidida por Helder Salomão (PT-ES), com três Vice-presidentes, o 1º Vice é Padre João (PT/MG), o 2º é Túlio Gadêlha (PDT-PE) e o 3º vice é Camilo Capiberibe (PSB-AP).
Marcam presença outros cinco deputados do PT, um do PCdoB, um PSDB, um PDT e apenas um do PSL (Filipe Barros).
Veja lista abaixo:
Comissão de Direitos Humanos e Minorias – CDHM
Presidente: Helder Salomão (PT/ES)
1º Vice-Presidente: Padre João (PT/MG)
2º Vice-Presidente: Túlio Gadêlha (PDT/PE)
3º Vice-Presidente: Camilo Capiberibe (PSB/AP)

9 comentários

Danyelle Lima disse...

Li algo parecido em maio de 2018. Boato requentado.

Unknown disse...

Um absurdo só uns loucos aprovariam isso. Só poderia vin do PT

Anônimo disse...

Tomara!

Anônimo disse...

Tomara!

Anônimo disse...

Tomara!

mazinho disse...

Tomara

Unknown disse...

Sou cristã e jamais aceitaria uma coisa dessas.
Não vai passar!
Deus no comando 🙏

Unknown disse...

Absurdo!

Adalberto disse...

Como aprovar um projeto maluco desses, em desrespeito a LEI MAIOR , que é a Constituição Federal ? Gozado que projeto de lei para aumentar a pena para latrocidas, sequestradores, ou até mesmo a pena de morte para crimes bárbaro, deputado nenhum tem coragem de elaborar, e a desculpa é que pena de morte é cláusula pétrea . Mas, projeto para destruir a origem das famílias podem ? So mesmo esse Deputado comunista do Orlando Morais, que no passado foi até investigado por prática ilícita .