Twitter            

.

.

segunda-feira, 21 de novembro de 2016

SECA: Abastecimento de cidades do Seridó está temporariamente suspenso

1

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) informa que o abastecimento das cidades de Caicó, Jardim de Piranhas e São Fernando está temporariamente suspenso em função da baixa do rio Piancó/Piranhas/Açu. Para minimizar os efeitos da crise hídrica, o Governo do Estado está envidando esforços para restabelecer o abastecimento.
Uma das alternativas é a perfuração de poços, a Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (SEMARH), já realizou mais trinta perfurações. Destes, conseguiu condições de exploração em 14 poços. Destes, sete poços já foram testados e outros sete terão vazão ainda nesta semana, como alternativa para a recuperação de parte do abastecimento. O Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn) também tem atuado permanentemente junto aos órgãos federais na tentativa de coibir o uso indevido da água, bem como, na gestão dos mananciais que se encontram em outro estado.
Uma das alternativas para o abastecimento do Seridó era a construção da adutora de emergencial. Mas articulações políticas fizeram com que o Ministério da Integração Nacional retirasse a obra da Caern para o Departamento Nacional de Obras de Combate as Secas (DNOCS). Desde maio o projeto da adutora emergencial estava pronto, aguardando apenas o repasse da Defesa Civil Nacional para ser realizado. Com a mudança na gestão, o equipamento que iria contribuir para abastecer 100 mil potiguares voltou para a estaca zero.

ABASTECIMENTO FOI SUSPENSO POR COLAPSO DO MANANCIAL
O fornecimento de água através da Caern parou no último sábado (19) em função do esgotamento do manancial do rio Piancó/ Piranhas/Açu, que traz água do complexo de barragens Curema/Mãe D’Água, localizado na Paraíba, e atende a adutora Manoel Torres que leva água para estas cidades.
A captação no rio ocorria na cidade de Jardim de Piranhas e, atualmente, não tem volume suficiente para bombear. A cidade de Caicó contava com outra fonte de abastecimento, que era o Açude Itans, mas, que agora se encontra seco. A Caern e o Instituto de Gestão de Águas do Rio Grande do Norte (Igarn) estão em entendimento com a Agência Nacional de Águas (ANA) para solicitar apoio no aumento da vazão da água vinda da Paraíba.
No momento, não existem outras fontes de abastecimento para se manter o fornecimento regular de água. Em situações em que não existem mananciais, as cidades são inseridas na lista de colapso e o fornecimento de água passa a ser através das defesas civis municipais, estadual e federal. Sendo assim todos os outros usos estão suspensos por Resolução da ANA, IGARN e AESA, e devem ser paralisados imediatamente, caso não ocorram, o usuário será penalizado com multas e apreensão de equipamentos.

Nenhum comentário: