.

.

quarta-feira, 24 de maio de 2017

Perícia analisa perito Molina e conclui que combinação suspensório e rabo de cavalo é uó

O perito Ricardo Molina, contratado pela defesa de Michel Temer para analisar a gravação feita pelo dono da JBS em conversa com o presidente, foi analisado por peritos particulares e teve sua credibilidade posta à prova quando o assunto é senso estético.
Molina disse que a gravação apresentada por Joesley Batista é “imprestável” e que alguns problemas seriam detectados até mesmo por leigos. Agora ele prova do seu próprio veneno ao ter seu look característico criticado por outro perito.
“Esse suspensório é imprestável e esse rabo de cavalo é um problema que poderia ser identificado por qualquer leigo” disse o perito.
Ricardo Molina já preparou uma apresentação técnica em retaliação e deve apresentar provas cabais de que seu rabo de cavalo na verdade é um coque samurai e que os suspensórios são citados, pelo menos, em seis revistas masculinas como tendência da estação.

Nenhum comentário: