Twitter            

.

.

quinta-feira, 10 de janeiro de 2019

EXTRA: NO RN, ROYALTIES ANTECIPADOS NÃO DÃO PARA PAGAR OS SALÁRIOS - É CALOTE MESMO!




    
Enquanto algumas pessoas comemoram que a antecipação do pagamento dos royalties de 2019 tem autorização do TJRN para acontecer, nós fomos conferir os números.

O montante desses royalties fica em 162 milhões de reais. Se tudo der certo, é isso que entra em caixa.

Infelizmente, não dá nem para o cheiro! A dívida em salários atrasados é de quase um bilhão de reais.

O governo deve 42 milhões do restante do 13º salário de 2017( para algumas categorias que recebem até R$5 mil), 96 milhões de novembro de 2018 ( para quem recebe ate R$ 5 mil), além de R$840 milhões. Total de R$ 978 milhões.

De qualquer forma, a Governadora Fátima Bezerra (PT) já assumiu a linha de repassar para o servidor  o problema do rombo nas contas públicas. Ela, que apoiou a eleição de Robinson Faria, age como se as dividas da gestão anterior não lhe dissessem respeito. Claro que a Petista disse exatamente o contrário durante a campanha eleitoral, há poucos meses atrás.

Para conseguir aplicar esse duro golpe nos trabalhadores, a Governadora conta com o apoio das diretorias sindicais filiadas ao PT, no objetivo político de domar a insatisfação do servidor público estadual. A ideia é que os líderes de associações e sindicatos simulem oposição ao Governo, mas aceitem propostas lesivas às categorias depois de "negociações" com cartas marcadas.

Enquanto isso, as nomeações para cargos comissionados tem um ritmo alucinante no Diário Oficial do Estado. Naturalmente, parentes e amigos dos sindicalistas apoiadores do Governo Fátima Bezerra estão entre os nomes contemplados.

A traição de Fátima Bezerra aos servidores públicos estaduais inaugura uma nova era da política potiguar. Está deflagrada, logo nos primeiros dias de Governo, uma crise que tem o potencial de destruir o apoio popular à Governadora, arruinar de vez a pífia credibilidade dos sindicatos e precipitar um clamor por intervenção federal no Estado.

Aguardemos as cenas dos próximos capítulos!

Nenhum comentário: