.

.

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Presidente do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte defende privatização da UERN

claudio-santos
O presidente do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, desembargador Cláudio Santos, defendeu a privatização da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN) durante entrevista à Inter TV Cabugi nesta segunda-feira (31).
Segundo o desembargador, o Estado gasta atualmente R$ 20 milhões com o custeio da instituição. O valor seria reduzido pela metade caso o Governo oferecesse bolsas de R$ 1.500,00 (em média) para os estudantes que atualmente utilizam os serviços da Universidade.
Durante a entrevista o magistrado também defendeu outras adequações nos custos da máquina administrativa estadual, priorizando saúde, educação e segurança. Apesar de tudo, as discussões quanto a uma possível privatização da UERN jamais foram alimentadas.

Nenhum comentário: