.

.

quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Hospital Papi suspende atendimento no Pronto-Socorro

z
Na última terça-feira (01), o Hospital Papi decidiu suspender o atendimento de urgência e emergência no Pronto-Socorro. Em 02 de maio, a direção já tinha decidido pelo fechamento da unidade hospitalar, alegando “a maior crise financeira de sua história”.
Passados quatro meses, mais precisamente em 08 de setembro, a unidade hospitalar voltou a prestar atendimento, incialmente, de urgência pediátrica e procedimentos cirúrgicos eletivos e clínicos de adultos, incluindo terapia intensiva.
A volta do hospital privado ao mercado foi possível devido a um esforço coletivo extremo que contou com a colaboração do corpo diretivo, funcionários, fornecedores, parceiros e planos de saúde.
O hospital está em fase de entendimento com representantes do Grupo Ritz, para possível formalização de operação de compra do hospital que emprega mais de 700 pessoas e tem um papel estratégico importante no atendimento pediátrico, onde o déficit de leitos de UTI chega a 300.

Nenhum comentário: