Twitter            

.

.

sexta-feira, 4 de novembro de 2016

Mulher evangeliza homem que a sequestrou: “Deus estava no controle”

Mulher evangeliza homem que a sequestrou: “Deus estava no controle”
Uma mulher foi tomada como refém enquanto uma arma era apontada para sua cabeça. Ela acabara de sair da igreja quanto parou em uma farmácia para fazer compras. O caso ocorreu em Dallas, Texas.
Carrie Coy decidiu parar em uma loja da Walgreens, rede de farmácias que além de medicamentos vende vários tipos de produtos. Ele queria comprar um cartão de aniversário e pediu que o marido a aguardasse no carro pois não iria demorar. Enquanto estava na fila do caixa, um homem armado entrou no local e a tomou como refém. Ele estava fugindo da polícia e queria achar uma maneira de escapar.
Havia outras pessoas na loja e ela não sabe por que o sequestrador decidiu levá-la. Posteriormente identificado como Jose Torres, o jovem levou Carrie para o fundo da loja e mandou que ela deitasse. Segurando uma pistola contra a cabeça dela, demonstrava muito nervosismo.
A certa altura, o homem disse: “Eu já fiz algumas coisas ruins, mas nunca machuquei ninguém”. Evangélica, Carrie disse ter percebido que ele precisava de ajuda. Pediu primeiramente que ele abaixasse a arma. Jose concordou.
Depois, ela começou a compartilhar sobre o amor de Cristo com o sequestrador. “Eu disse: ‘Sabe, Deus ainda te ama. Eu não sei o que você fez, mas pode ficar muito pior, mesmo assim lembre-se que Deus ainda te ama'”, relata.
Durante cerca de uma hora ela conversou com o homem, enquanto a polícia já tinha cercado o local e tentava negociar uma rendição. Carrie acabou sendo libertada sem sofrer nenhum arranhão. Contou que durante todo o episódio ela orava em pensamento e conseguiu se manter calma, confiando em Deus.
“Em nenhum momento eu fiquei apavorada e ficava dizendo a mim mesmo: ‘Deus não nos dá um espírito de medo, Deus não nos dá um espírito de medo'”, explica. “O tempo todo eu sentia paz”, afirmou à Christian Today.

“Deus estava no controle e sabia que Ele iria cuidar de mim e de todos os outros”.
Após muita negociação com a polícia, Torres se entregou. Ninguém ficou ferido.

Nenhum comentário: