.

.

sábado, 1 de outubro de 2016

INSTITUTO DE PESQUISA SETA SOFRE SÉRIES DE AÇÕES JUDICIAIS NO RN

A proximidade do dia que definirá os novos prefeitos, vice-prefeitos e vereadores dos 167 municípios do Rio Grande do Norte tem causado um bombardeio de pedidos de impugnações relacionadas a pesquisas que preveem as intenções de votos dos eleitores para o próximo pleito em todo o estado.
A Justiça Eleitoral foi notificada diversas vezes nos últimos dias e alguns pedidos, inclusive, foram acatados. Em Assu, duas pesquisas (uma do Instituto Certus e outra da Seta) foram barradas. Em Macau, o Instituto Seta também teve um levantamento impugnado por juízes. Na cidade de Caicó, a pesquisa Seta teve representação.
Geralmente, os pedidos de impugnação são realizados pelas coligações que se sentem ‘prejudicadas’ pelos números que estão prestes a serem divulgados. Em Natal, nenhum pedido foi registrado, muito embora os levantamentos tenham causado muita discórdia entre candidatos que lutam para chegar ao segundo turno com o atual prefeito da cidade, Carlos Eduardo Alves (PDT).

Nenhum comentário: