Twitter            

.

.

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Com tiros e bombas, novo confronto entre presos é iniciado dentro da penitenciária de Alcaçuz

Foto: Magnus Nascimento / Tribuna do Norte
Um novo confronto foi iniciado dentro da Penitenciária Estadual de Alcaçuz por volta das 10h50 desta terça-feira (17). O barulho de tiros e bombas pode ser ouvido por pessoas que estão do lado de fora do presídio.
Segundo informações iniciais, os presos voltaram a invadir pavilhões que não são os seus. Membros do pavilhão 5 invadiram e tomaram o pavilhão 4, enquanto os presos pertencentes ao 1 foram para o 3.
Desta forma, integrantes das duas facções criminosas (PCC e Sindicato do RN) estão frente a frente e podem iniciar um confronto a qualquer momento.
As forças policiais estão tentando controlar a situação. Guariteiros do presídio afirmam que as brigas são inevitáveis. Os detentos montaram barricadas como forma de defesa. Ainda não se sabe se o barulho dos tiros ouvidos são de balas letais.
Segundo o major Wellington Camilo, do Comando da Guarda Penitenciária, os presos estão munidos de paus, pedras e facas. “A situação é muito tensa”, disse.
Até o momento, a Secretaria Estadual de Justiça e Cidadania (Sejuc) ainda não confirmou a existência de uma nova rebelião, mas admitiu que a situação está complicadíssima dentro da penitenciária.
Segundo o Governo do Estado, todas as tropas policiais já estão de prontidão nos arredores do presídio, onde monitoram para evitar qualquer tipo de fuga. A Polícia Militar, especificamente, está na entrada principal.
Quatro presos que estavam feridos foram levados por outros internos de Alcaçuz dentro de um carro de mão para a área administrativa do presídio.
A informação de que havia um agente penitenciário como refém dos bandidos não foi confirmada pela assessoria de imprensa da Secretaria Estadual de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed) em contato com o Portal Agora RN.

Nenhum comentário: