Twitter            

.

.

terça-feira, 13 de junho de 2017

Moro condena Cabral a 14 anos de prisão

O juiz Sérgio Moro condenou o ex-governador Sérgio Cabral (PMDB-RJ) a 14 anos e dois meses de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro, segundo informação publicada pelo Antagonista.
O juiz federal determinou o regime fechado para o início do cumprimento da pena.
Cabral recebeu propina de pelo menos R$ 2,7 milhões da empreiteira Andrade Gutierrez, entre 2007 e 2011, referente a obras do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj), da Petrobras.
Adriana Ancelmo foi absolvida “das imputações de crimes de corrupção passiva e de lavagem de dinheiro por falta de prova suficiente de autoria ou participação”.
 

Nenhum comentário: