.

.

terça-feira, 13 de junho de 2017

No Dia dos Namorados, PSDB ficou com Temer

Os sites de fofocas não falam em outra coisa. No Dia dos Namorados, o PSDB tomou coragem e ficou com o presidente Michel Temer. Muita gente duvidou que fosse realmente rolar, mas o clima de romantismo no ar, a trilha sensual de Despacito dominando as paradas e o vídeo viril do presidente nas redes sociais tornaram a coisa irresistível para o partido mais em cima do muro da História do Brasil.
Se pegaram mesmo e não foi na penumbra e nem entre quatro paredes do motel. Foi publicamente – inclusive hoje é manchete da maior parte dos jornais brasileiros.
E dizem que deu match de um jeitinho tão especial que o PSDB em breve poderá voltar às origens e mudar seu S pelo M. Talvez de onde jamais deveria ter saído.

Nenhum comentário: