.

.

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

Tragédia no Carnaval: carro alegórico esmaga repórteres; imagens fortes

Mulher fica ferida após ser esmagada
A Acadêmicos do Tuiuti apresentou um problema em um dos seus carros alegóricos neste domingo, 26. Ele, durante a curva, bateu contra as grades de proteção entre a Marques de Sapucaí e as arquibancadas. Diversas pessoas ficaram feridas. A maioria delas seria formada de jornalistas. Entre as vítimas, estariam profissionais do jornal 'O Dia'. Segundo informações da TV Globo, estão entre os feridos os jornalistas: Bárbara 
Campelo, repórter; Lucia, fotógrafa; Liza, da Rádio Ação FM; e Severino Silva, do jornal 'O Dia'. Inicialmente, falou-se em quatro vítimas. Mais tarde, esses números chegaram a ser ditos em vinte. No entanto, até o fechamento dessa reportagem - já nos primeiros minutos da segunda-feira, 26 - o número de feridos ficou atualizado em oito pessoas. Uma delas ficou ferida gravemente. Atualização: as vítimas graves por volta das 23h55 foram atualizadas em duas.

Problemas assustaram quem viu tudo

Polícia e os Bombeiros, ao vivo, em entrevista à TV Globo, confirmaram que o ferido em gravidade era uma pessoa que ficou presa no meio da grade de proteção do Sambódromo. O #Acidente chocou quem foi assistir ao desfile das escolas do Rio de Janeiro e até a transmissão na televisão. Fátima Bernardes surpreendeu o carnavalesco da Tuiuti, que até então, não sabia do que houve no começo da avenida. Ele entrou muito feliz no estúdio do canal. Por conta da batida no 
Sambódromo, o carro da Tuiuti precisou passar por uma perícia. A Polícia civil queria realizar a perícia ainda no local, mas a Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro, a LIERJ, não aceitou que isso ocorresse. A justificativa da LIERJ é que tal atitude poderia prejudicar o desfile da escola que viria em seguida, no caso a Acadêmicos do Grande Rio. A escola de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, trouxe como enredo a cantora Ivete Sangalo.

Nenhum comentário: