.

.

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

OPOSIÇÃO PARA QUÊ? E PARA QUEM?

Em Cachoeira do Sapo, mas um comício maravilhoso da prefeita Mara, com muita gente e grandes arrastões de pessoas.
Chamou a atenção, no entanto, o comportamento estranho de alguns militantes da oposição. Alguns se aglomeraram na quadra, perto onde estava ocorrendo o comício, com o claro intuito de vaiar e provocar as pessoas que estavam participando do evento.

Lamentável, bastante lamentável!

Alguém da oposição precisa, urgentemente, ensinar a estes militantes a respeitar os adversários. Não se ganha a campanha com agressões e xingamentos gratuitos, com a nítida demonstração de intolerância.
O que se está vendo nesta campanha é que os chamados "bicudos" estão partindo para a provocação. O que fizeram em Cachoeira é muito vergonhoso: se aglomerar bem perto do comício para vaiar os candidatos e os militantes políticos.
Que alguém, que seja eleitor do candidato Joca Basílio resolva assistir ao comício da prefeita Mara, não tem nada de mais, todos podem assistir. Mas fazer questão de estar lá para fazer badernas, querer tumultuar o evento, aí já passa dos limites.
Em Cachoeira, lamentavelmente, a Polícia precisou ser chamada. Primeiro foi um militante do candidato da oposição que invadiu o palanque, completamente bêbado, e queria agredir a candidata Mara, e enquanto isso uma turma de simpatizantes do 55 vaiavam os candidatos que falavam, especialmente quando se referiam à vitória da prefeita (eles ficaram atrás do palanque, dentro da quadra de esportes). Depois, um rapaz teve que ser contido pela polícia, pois estava provocando as pessoas.
Tal comportamento, fica cada vez mais evidente, e é inevitável a constatação, que são atitudes de um total desespero.
Gente, nós não estamos no Iraque ou na Síria, estamos no Brasil! País democrático, país livre e soberano, onde as pessoas possam exercitar seu direito de cidadão, de votar e ser votado.
Não estamos mais no tempo das Cavernas, onde, segundo os teóricos da evolução, os homens matavam uns aos outros para conquistar seus espaços.
Vamos ser civilizados, pois isto é muito feio para a cidade, ser notícia de um comportamento vergonhoso desses, de intolerância, de desrespeito.
Aliás, desrespeito é a palavra mais exata em relação aos comentários ridículos que algumas porta-vozes do candidato Joca postam no Whats app.
Essa blogueira teve acesso a diversos áudios de pessoas que estão à frente dessa campanha e o diagnóstico é terrível: agridem a prefeita, falam palavrões, apelidam as pessoas, debocham, escarnecem, num espetáculo lamentável e deplorável, de clara indicação de que não são pessoas equilibradas. Na verdade, já chegaram às raias do total desequilíbrio, ignorando a realidade gritante da imensa popularidade da prefeita (fato que vai na contramão de seus pobres e sofríveis discursos, que são verdadeiros xingamentos, sem uma proposta política sensata, uma, uma sequer).
Então, o que se pode concluir disso tudo é que, nessa altura do campeonato, já no final da campanha, com os verdadeiros arrastões nas passeatas, carreatas e comícios da prefeita, o desespero tomou conta de alguns militantes do candidato Joca, os quais querem que o mesmo seja prefeito à força, sem o respaldo das urnas. Lamentável!

Nenhum comentário: