Twitter            

.

.

quinta-feira, 15 de setembro de 2016

SÃO TOMÉ: Professores deflagram greve; salários estão atrasados há quase três meses

Os professores da rede municipal de ensino da cidade de São Tomé, localizada na região na região Potengi, decidiram, hoje 15, em assembleia geral da categoria, não retornar às salas de aula, na próxima semana, até que a administração municipal efetue o pagamento dos salários atrasados. O clima entre os docentes é de revolta.
Essa blogueira conversou hoje a tarde com uma das professoras daquela cidade, a qual estava muito chateada com a problemática. Enfatizou que ainda não recebera seus vencimentos referente aos meses julho e agosto, como também terço de férias, também falou o seguinte:   " Adriana nossa situação é de dificuldade, pois dependemos dos vencimentos para o pagamento de nossas despesas, como aluguel, medicamentos, alimentação e outras necessidades”, disse a professora, Marta Kaliane"
O BLOG COMENTA:
É lamentável que fatos como estes ainda estejam ocorrendo nos dias de hoje, onde todo trabalhador é digno de salário, devendo receber seus vencimentos de acordo com lei. Pois esses profissionais amplamente protegidos pela legislação.





Nenhum comentário: